Queda de helicóptero no Gabão em 2009

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Queda de helicóptero no Gabão em 2009
Acidente aéreo
Sumário
Data 17 de janeiro de 2009 (8 anos)
Causa Desconhecida
Local Gabão Oceano Atlântico, ao largo da costa do Gabão, perto de Libreville
Origem Navio de guerra FS Foudre, no Oceano Atlântico
Passageiros 6
Tripulantes 4
Mortos 8
Feridos 0
Sobreviventes 2
Aeronave
Modelo Eurocopter AS 532 Cougar
Operador Forças Armadas da França

A queda de helicóptero no Gabão em 2009 ocorreu no Oceano Atlântico, ao largo da costa do Gabão, na África, exatamente às 20:08 (horário local) de 17 de janeiro. Dez soldados estavam no helicóptero Eurocopter AS 532 Cougar quando a aeronave caiu,[1] levando à morte de oito soldados.[2][3] Três soldados sobreviveram inicialmente à queda do helicóptero das Forças Armadas da França. O helicóptero caiu logo após decolar de um navio de ataque anfíbio do FS Foudre. Um dos soldados resgatados morreu no Hospital de Libreville.[4] Foi dito mais tarde que o helicóptero caiu ao largo da costa da cidade de Nyonie, entre Port-Gentil e Libreville, a capital do país, durante um exercício conjunto com as tropas gabonesas.[3] A causa da queda ainda é desconhecida.[5]

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, ordenou imediatamente o ministro da Defesa, Hervé Morin, a ir para Gabão para inspecionar a missão de resgate.[6] Morin viu os esforços de resgate no FS Foudre, e visitou amigos e parentes dos desaparecidos no Camp de Gaulle.[7]

Após a queda, o FS Foudre foi a primeira embarcação a chegar no local do acidente, e trouxe a bordo alguns dos feridos.[3] Dois helicópteros, vários navios, assim como robôs submarinos, foram enviados pela empresa de petróleo francesa Total S.A. para auxiliar nos esforços de resgate.[3][7] No dia seguinte, o helicóptero foi encontrado a cerca de 35 metros abaixo do nível do mar.[2] O Ministro do Interior do Gabão, André Mba Obame, disse que "o Gabão esta fazendo tudo o que o país pode para auxiliar as investigações."[7]

Presença francesa no Gabão[editar | editar código-fonte]

A França mantém uma base militar no Gabão desde a independência do país em 1960. As Forças Armadas da França conduzem regularmente exercícios militares com o Exército do Gabão. Sabe-se que a presença francesa diminuiu as tensões entre os vários grupos que operam em três pequenas ilhas do Gabão. A costas destas ilhas são ricas em reservas de petróleo. Tanto o Gabão quanto a Guiné Equatorial disputam o controle de tais ilhas.[8]

Referências

  1. «French army helicopter in Gabon crash». Reuters (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  2. a b Proult, Julien (18 de janeiro de 2009). «Gabon helicopter crash: 5 more bodies found». AP (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  3. a b c d «Six missing, one dead in Gabon helicopter crash». Taipei Times (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  4. «French Soldiers' Bodies Found In Wreckage Of Army Copter». AFP (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  5. «One dead, six missing after French military helicopter crash». Irish Independent (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  6. «French helicopter in Gabon crash». BBC (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  7. a b c «French army helicopter crashes, eight dead or missing». AFP (em inglês). 18 de janeiro de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2009 
  8. «French chopper crash in Gabon not to be blamed on weather». Afrik.com (em inglês). Monday 19 Jan. 2009. Consultado em 19 de janeiro de 2009  Verifique data em: |data= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.