Queen: The eYe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Jogo "Queen - The eYe" =

Jogo "Queen - The eYe"
Informação Geral
Jogo Queen – The eYe
Publicado pela Eletronic Arts, Inc.
Desenvolvido pela Destination Design
Lançamento 1998, na Europa
Plataforma DOS
Formato 5 CDs
Perspectiva 3D
Gênero Ação, Aventura
Jogabilidade Luta, artes marciais, resolução de quebra-cabeças
Gênero das músicas Rock, Soft Rock, Hard Rock, Pop Rock, Classic Rock
Configuração Cyberpunk, Ficção científica, Futurista

Queen: The eYe (tradução: “Rainha: o olho”) é um jogo de videogame de ação e aventura, em 3D, com combate corpo a corpo e resolução de quebra-cabeças, que foi lançado em 1998 pela Electronic Arts. Sua música de destaque do grupo de rock Queen, que remixou exclusivamente pelo estúdio The Eye por Joshua J. Macrae e Roger Taylor, em Surrey.


História:

A história do jogo se passa no futuro, com o agente secreto Dubroc passando por vários ambientes, cujos lugares sempre mostra algum clip musical, ou somente toca alguma faixa, do conjunto Queen. O design é muito bem feito e detalhado. O objetivo do agente é destruir a máquina que governa o mundo, chamada “The eYe”, que tudo vê e que destrói a criatividade do mundo.


Como é o jogo:

O jogador entra na pele de Dubroc, que passa por vários ambientes, que tocam músicas do grupo musical Queen, e a sua sentença é morrer na Arena (“The Arena”), um programa de televisão ao vivo transmitido por satélites para o mundo. Nele, o competidor luta contra os campeões de arena chamados os Watchers. A partir daí o agente secreto Dubroc continua sua missão para destruir The eYe, a máquina que governa o mundo e destrói a sua criatividade.


Músicas do Queen:

Muitos elementos da história foram adaptados do musical do Queen: We will rock you. O jogo contém cinco CDs, juntamente com os arquivos eletrônicos do próprio jogo. Apresentou remixes instrumentais de muitas faixas do Queen e é considerado um item de colecionador por fãs devido a essas músicas. Apesar de toda essa popularidade, o jogo eletrônico sofre baixas vendas, poucas promoções e gráficos que já pareciam datados no lançamento devido ao longo tempo de desenvolvimento do jogo.


Títulos alternativos em inglês:

• "Queen: The eYe - Wir müssen alle sehen, um zu glauben" -- German tag-lined title

• "Queen: The eYe - We Must All See to Believe" -- Tag-lined title

• "Queen: The eYe - Nous devons tous voir pour croire" -- French tag-lined title


Lista de músicas:

Disco 1 O domínio da arena ("The Arena Domain")

1. "Data track" (includes "Arboria") - 22:22

2. "Made in Heaven" (loop) - 1:08

3. "I Want It All" (instrumental, remix) - 4:43

4. "Dragon Attack" (instrumental, remix) - 4:23

5. "Fight From The Inside" (instrumental) - 3:03

6. "Hang On In There" (intro) - 0:57

7. "In The Lap of the Gods...Revisited" (edit, vocals) - 0:32

8. "Modern Times Rock'n'Roll" (instrumental) - 1:44

9. "More Of That Jazz" (instrumental) - 4:30

10. "We Will Rock You" (commentary mix) - 0:58

11. "Liar" (intro) - 1:26

12. "The Night Comes Down" (intro) - 0:48

13. "Party" (instrumental) - 2:26 (not on the English version of the game)

14. "Chinese Torture" (usual version) - 1:44

15. "I Want It All" (instrumental, remix) - 4:53

Disco 2 O domínio dos trabalhos ("The Works Domain")

1. "Data track" - 25:45

2. "Mustapha" (intro, vocals) - 0:26

3. "Mother Love" (instrumental) - 4:16

4. "You Take My Breath Away" (instrumental) - 3:15

5. "One Vision" (intro) - 0:32

6. "Sweet Lady" (edit, vocals) - 1:03

7. "Was It All Worth It" (instrumental, edit) - 1:57

8. "Get Down, Make Love" (instrumental, remix) - 3:49

9. "Heaven For Everyone" (instrumental) - 5:36

10. "Hammer To Fall" (instrumental) - 4:22

11. "Tie Your Mother Down" (intro) - 0:39

12. "One Vision" (instrumental, remix) - 2:27

13. "It's Late" (edit, vocals) - 1:08

14. "Procession" (usual version) - 1:14

15. "Made in Heaven" (instrumental, remix) - 5:24

Disco 3 – O domínio do teatro ("The Theatre Domain")

1. "Data track" - 21:53

2. "It's A Beautiful Day" (remix) - 1:38

3. "Don't Lose Your Head" (instrumental) - 1:59

4. "Princes Of The Universe" (instrumental, remix) - 1:08

5. "A Kind Of Magic" (instrumental) - 4:25

6. "Gimme The Prize" (remix, vocals) - 4:03

7. "Bring Back That Leroy Brown" (edit, vocals) - 0:27

8. "Ha Ha Ha, It's Magic!" (vocal sample) - 0:06

9. "You Don't Fool Me" (instrumental) - 5:58

10. "Let Me Entertain You" (instrumental, intro) - 0:49

11. "Khashoggi's Ship" (instrumental) - 1:37

12. "Forever" (usual version) - 3:21

13. "Don't Try So Hard" (edit, vocals) - 1:35

14. "Was It All Worth It" (intro) - 0:37

Disco 4 – O domínio da sugestão ("The Innuendo Domain")

1. "Data track" - 25:40

2. "Brighton Rock" (intro) - 0:13

3. "I'm Going Slightly Mad" (instrumental) - 2:40

4. "Bijou" (instrumental, edit) - 1:27

5. "Khashoggi's Ship" (instrumental) - 1:37

6. "The Show Must Go On" (instrumental, remix) - 4:26

7. "The Hitman" (instrumental, edit) - 1:07

8. "Too Much Love Will Kill You" (edit, vocals) - 1:50

9. "I Can't Live With You" (instrumental, remix) - 4:40

10. "Love Of My Life" (harp intro only) - 0:04

Disco 5 – O domínio final ("The Final Domain")

1. "Data track" - 21:48

2. "Death On Two Legs" (intro) - 0:40

3. "Death On Two Legs" (instrumental) - 3:07

4. "Ride The Wild Wind" (instrumental, remix) - 4:45

5. "Headlong" (instrumental) - 4:53

6. "Breakthru" (instrumental) - 2:07

7. "Hammer To Fall" (instrumental) - 4:32

8. "Gimme The Prize" (instrumental, remix) - 4:12

9. "The Hitman" (instrumental, remix) - 2:40

10. "Don't Lose Your Head" (usual version) - 4:40

11. "Gimme The Prize" (vocals, remix) - 4:11

Referências

[1]

[2]

[3]

  1. http://www.mobygames.com/game/queen-the-eye
  2. https://www.discogs.com/Queen-The-Eye/release/1808622
  3. http://www.pcgamer.com/saturday-crapshoot-queen-the-eye/