Quinto Cedício Nótua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quinto Cedício Nótua
Cônsul da República Romana
Consulado 289 a.C.

Quinto Cedício Nótua (em latim: Quintus Caedicius Noctua) foi um político da gente Cedícia da República Romana, eleito cônsul em 289 a.C. com Marco Valério Máximo Corvino. Quinto Cedício, cônsul em 256 a.C., era seu filho.[1]

Foi censor em 283 a.C.[1]

Consulado (289 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Foi eleito cônsul em 289 a.C. com Marco Valério Máximo Corvino, mas só sabemos disto por causa dos Fastos Consulares.[1] Como a segunda década da história de Lívio se perdeu, não se sabe os feitos de seu consulado. Possivelmente é o mesmo Quinto Cedício que foi eleito censor em 283 a.C..

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Mânio Cúrio Dentato

com Públio Cornélio Rufino

Marco Valério Máximo Corvino
289 a.C.

com Quinto Cedício Nótua

Sucedido por:
'Quinto Márcio Trêmulo II

com Públio Cornélio Arvina II


Referências

  1. a b c (em alemão) Quintus Caedicius Noctua. In: Der Neue Pauly (DNP). Volume 12/1, Metzler, Stuttgart 2002, ISBN 3-476-01482-7, Pg. 1099.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]