Quinto poder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Quinto poder é um termo controverso criado pelo escritor e jornalista Ignacio Ramonet, cuja pretensão foi de desenvolver um sistema de separação de poderes do governo de Montesquieu.

Existindo tal poder de caráter não oficial, ha alguns candidatos a este quinto poder. Um deles é decorrente do sistema econômico em vigor, pois este determina os mecanismos de intervenção do governo no setor econômico, muito influindo na governança do poder.

Nesse caso, podem-se estabelecer inicialmente quatro principais modalidades:

  • Capitalismo - Pequena ou moderada intervenção na economia, também denominado de livre mercado.
  • Socialismo - Grande intervenção na economia, com quase total controle dos meios de produção.
  • Fascismo - Controle central e com atuação autoritária.
  • Social democracia - Regulação das atividades privadas e concessões de serviços públicos.

Um outro candidato seria a internet. Sendo um poderoso motor de debates, Por vezes não atuando de forma democrática, devido a controle do estado ou por divulgar e promover de forma organizada informação parcial mas que atua na comunicação de massa e que promove a globalização.

Outro candidato é as organizações religiosas que podem influir na sociedade na sociedade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências