Quiruna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quiruna
—  Cidade  —
No sentido horário, de cima: horizonte de Quiruna de noite, Igreja de Quiruna, o Icehotel em Jukkasjärvi, lançamento do foguete em Esrange, torre sineira na Igreja de Quiruna.
No sentido horário, de cima: horizonte de Quiruna de noite, Igreja de Quiruna, o Icehotel em Jukkasjärvi, lançamento do foguete em Esrange, torre sineira na Igreja de Quiruna.
Brasão de armas de Quiruna
Brasão de armas
Quiruna está localizado em: Suécia
Quiruna
Localização de Quiruna na Suécia
Coordenadas 67° 51' N 20° 13' E
País  Suécia
Província Lapônia
Condado Bótnia Setentrional
Município Quiruna
Área
 - Total 16,53 km²
População (31 de dezembro de 2010)
 - Total 18,148
    • Densidade 1,098 hab./km²
Fuso horário HEC (UTC+1)
 - Horário de verão HVEC (UTC+2)
Sítio kiruna.se

Quiruna[1] (em sueco: Kiruna) é uma cidade do norte da Suécia (na Lapônia), com cerca de 19 000 habitantes, e 23 241 em todo o município.[2] O nome Quiruna provém do lapônico Giron e significa "perdiz branca", ave branca nativa das zonas setentrionais da Lapônia. Este ave é representada no brasão da cidade, junto ao símbolo do ferro. O ferro simboliza a indústria mineira, de vital importância para a economia da cidade.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Quiruna alcançou o estatuto de cidade em 1948, e foi já tida como a maior cidade do mundo em área, mas após a reforma dos municípios da Suécia, na década de 1970, o termo "cidade" deixou de usar-se. Hoje em dia Quiruna é um dos maiores municípios do mundo em área, com 20.000 km², ultrapassado por poucos outros, como Mount Isa, em Queensland, Austrália, com 42.904 km² e Chongqing, na China, com 82.000 km² e Altamira, no Brasil, com 159.695,938 km².

O monte Kebnekaise, no município de Quiruna, é a montanha mais alta da Suécia e tem 2.117 m de altitude. Há mais de 6.000 lagos no município, sendo o lago Torne o maior de todos. O município é cruzado por sete grandes rios: Cálix, Torne, Lainio, Rautas e Vittangi, além dos rios Könkämä e Muonio que fazem fronteira com a Finlândia. Na região situa-se também o Parque nacional de Abisko, junto à fronteira com a Noruega, fundado em 1909.

Encontra-se a 145 quilómetros a norte do Círculo Polar Árctico, e o Sol da meia-noite é visível desde aproximadamente 30 de Maio a 15 de Julho. As noites polares são um par de semanas mais curtas, durando desde 13 de Dezembro até 5 de Janeiro.

Dispõe de importantes vias de comunicação: (Estrada europeia E10), comboio (trem) e aeroporto (código KIR).

Economia[editar | editar código-fonte]

A extracção de minério de ferro é a indústria principal da zona, sendo a cidade muito dependente da empresa mineira estatal LKAB. Enorme quantidades de minério são extraídas e transportada por via férrea.

Em 2004, decidiu-se transladar o centro da cidade (N67°49'48'', E20°25'48''), por problemas geológicos de subsidência. A mudança deverá ser feita ao longo da próxima década.

Nos últimos anos tentou-se reduzir a dependência da actividade mineira com alternativas como a ciência (investigação e desenvolvimento), diversas actividades governamentais e o turismo.

A Estação de Quiruna, da rede de contacto com satélites ESTRACK, da Agência Espacial Europeia, encontra-se no município.[3]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Na aldeia próxima de Jukkasjärvi existe um hotel de gelo (site do hotel), reconstruído durante o mês de Outubro todos os anos, com arquitectura distinta de ano para ano. A igreja de madeira, de estilo Arte Nova e construída em 1907, é uma das maiores da Suécia.

Referências

  1. Séguier 1966.
  2. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Kiruna». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 306. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  3. «Kiruna Station» (em inglês). ESA (European Space Agency) 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Séguier, Jaime de (1966). «Quiruna». Dicionário prático ilustrado: novo dicionário enciclopédico luso-brasileiro. Porto: Lello & Irmão 

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Quiruna

Ligações externas[editar | editar código-fonte]