Rádio Aparecida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rádio Aparecida
{{{alt}}}
Fundação Nossa Senhora Aparecida
País Brasil
Frequência(s) FM 104.3 MHz
AM 820 kHz
OT 5035 kHz (60m)
OC 6135 kHz (49m)
9630 kHz (31m)
11855 kHz (25m)
Sede Aparecida, SP
Slogan A fé está no ar
Fundação 8 de setembro de 1951 (67 anos)
Fundador Dom Antônio Alves de Siqueira
Pertence a Rede Aparecida de Comunicação
Proprietário(s) Arquidiocese de Aparecida
Formato Comercial
Idioma Português
Prefixo ZYK 542 (AM)
Prefixo(s) anterior(es) ZYR 44
Emissoras irmãs
Página oficial www.a12.com/radio

Rádio Aparecida é uma emissora de rádio brasileira sediada em Aparecida, cidade do estado de São Paulo. Opera no dial FM, na frequência 104.3 MHz, sendo controlada pela Rede Aparecida de Comunicação, que também administra a TV Aparecida e a Pop FM. A emissora foi inaugurada em 8 de setembro de 1951 na frequência AM 820 kHz.

A Rádio Aparecida encabeça a Rede Católica de Rádio, onde seu sinal é enviado via satélite para as emissoras parceiras. Também opera em frequências de ondas curtas e ondas tropicais.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1937, a Arquidiocese de Aparecida iniciava seus trabalhos para implantar uma emissora de rádio, sendo que a conquista da outorga foi iniciada somente em 1950, quando o o então Provincial, Pe. Antonio Ferreira de Macedo, obteve permissão do Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Carlos Carmelo De Vasconcellos Motta, para o pleito. A autorização para a instalação da Rádio Aparecida Limitada foi publicada no Diário Oficial da União no dia 13 de dezembro de 1950, iniciando-se os estudos, a elaboração das plantas e sua aprovação, os orçamentos, a aquisição e instalação de estúdios, equipamentos e transmissores.

A Rádio Aparecida foi inaugurada oficialmente às 9 horas de 8 de setembro de 1951, na frequência de 1.600 “quilociclos” (como se falava na época), com palavras iniciais de Dom Antônio Alves de Siqueira, Bispo Auxiliar de São Paulo, que disse: "Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo [...] Salve Maria…". Sua potência inicial era de 100 watts, que mal atingia as cidades vizinhas a Aparecida. Em 1955, é criado o Clube dos Sócios e um programa especial que ouvia todos os associados do mesmo.

Em 1968, período de ditadura militar, a estação é tirada do ar por 24 horas após acusações de que um padre havia lido um discurso subversivo no ar, que na verdade era a declaração dos Direitos do Homem apresentado pelo Pe. Vitor Coelho de Almeida no programa Os Ponteiros Apontam para o Infinito. No mesmo ano inaugura a Onda Tropical de 60 metros.

Em 5 de setembro de 1975, foi inaugurado o novo prédio da Rádio Aparecida, ao lado da Basílica Nova, onde funciona até hoje. Em 1976, a emissora passa a transmitir na frequência 820 kHz, com potência de 5 kW, e programação independente das Ondas curtas e tropical.[2] No dia 18 de setembro de 1977, entra no ar a Rádio Aparecida FM, na frequência 90.9 MHz.

Em 24 de dezembro de 1982, foi inaugurada a onda curta de 25m, na frequência de 11855 kHz. Em 28 de outubro de 1984, entrou no ar a onda curta de 49m, em 6.135 kHz. Em 12 de outubro de 1990, é inaugurado o estúdio móvel da emissora montado num trailer que é utilizado para transmissões externas.

A partir da década de 1990, a estação passou a transmitir seu sinal via satélite, o que possibilitou o surgimento da Rede Católica de Rádio (RCR), no dia 10 de novembro de 1994.

Em 2001, a Rádio Aparecida comemora seus 50 anos lançando um CD e um livro intitulado Rádio Aparecida: 50 anos de história. Em 2007, reinaugura seu auditório que recebe o nome de Pe. Orlando Gambi, com capacidade para 630 pessoas sentadas. Em 2010, aumenta sua potência noturna das ondas médias de 500 watts para 1 kW. No mesmo ano, inaugura os novos transmissores da mesma faixa preparado para o sinal digital, com bençãos do Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno.

Em 2011, a rádio lança seu aplicativo móvel durante suas comemorações de 60 anos. Em 2013, inicia campanha para troca de equipamentos de ondas curtas e onda tropical. Em 2015, retoma suas transmissões pela parabólica convencional, através do canal de áudio da TV Aparecida conforme pedido dos sócios do Clube que comemora 60 anos.[3] Também são lançados novos programas aos finais de semana: aos sábados o Conexão RA (para AM) e o De Bem com a Vida (rede e ondas curtas) e aos domingos, o Clube dos Sócios no Rádio em ambas as faixas da emissora substituindo o Rádio Revista.[4]

Em 2017, a Rádio Aparecida reformula sua programação e passa a transmitir uma mesma grade para todas as suas frequências, que deixa de ser regional e passa a ter caráter nacional, priorizando programas ao vivo visando a migração da AM para o FM.[5]

Na última quinzena de julho de 2018, a Rádio Aparecida inicia sua fase experimental operando na frequência FM 104.3 MHz, com desligamento da AM previsto para o dia 12 de outubro.[6]

Programas[editar | editar código-fonte]

  • Com a Mãe Aparecida
  • Acorda Brasil
  • Notícias em Trinta
  • Clube da Manhã
  • Missa de Aparecida (Santuário Nacional e Basílica Velha)
  • Programação musical (manhã e tarde)
  • Trio do Brasil (manhã e tarde)
  • Mensagem de Fé
  • Os Ponteiros Apontam Para O Infinito
  • Notícias em Quinze (12h15 e 17h45)
  • Som de Bola
  • Clube da Tarde
  • Consagração a Nossa Senhora
  • Cotidiano
  • Então Foi Assim
  • Fortes na Fé
  • Encontro DX
  • Aparecida Sertaneja
  • Nossa Missão
  • Bem Vindo ao Clube
  • Nosso Palco
  • Brasil com S
  • Maria Maria
  • Sem Parar
  • As Músicas Mais Lindas do Mundo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]