Rádio Aparecida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rádio Aparecida
{{{alt}}}
Fundação Nossa Senhora Aparecida
País Brasil
Frequência(s) FM 1043 MHz
OT 5035 kHz (60m)
OC 6135 kHz (49m)
9630 kHz (31m)
11855 kHz (25m)
Sede Aparecida, SP
Slogan A fé está no ar
Fundação 8 de setembro de 1951 (68 anos)
Fundador Dom Antônio Alves de Siqueira
Pertence a Rede Aparecida de Comunicação
Proprietário(s) Arquidiocese de Aparecida
Formato Comercial
Idioma Português
Prefixo ZYW 774
Prefixo(s) anterior(es) ZYK 542
ZYR 44
Emissoras irmãs
Página oficial www.a12.com/radio

Rádio Aparecida é uma emissora de rádio brasileira sediada em Aparecida, cidade do estado de São Paulo. Opera no dial FM, na frequência 104,3 MHz, e pertence à Rede Aparecida de Comunicação, que também é mantenedora da da Pop FM e TV Aparecida. A emissora foi inaugurada em 8 de setembro de 1951, operando na frequência AM 820 kHz.

A Rádio Aparecida encabeça a Rede Católica de Rádio, onde seu sinal é enviado via satélite para as emissoras parceiras. Também opera em frequências de ondas curtas e ondas tropicais.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1937, a Arquidiocese de Aparecida iniciava seus trabalhos para implantar uma emissora de rádio, sendo que a conquista da outorga foi iniciada somente em 1950, quando o o então Provincial, Pe. Antonio Ferreira de Macedo, obteve permissão do Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Carlos Carmelo De Vasconcellos Motta, para o pleito. A autorização para a instalação da Rádio Aparecida Limitada foi publicada no Diário Oficial da União no dia 13 de dezembro de 1950, iniciando-se os estudos, a elaboração das plantas e sua aprovação, os orçamentos, a aquisição e instalação de estúdios, equipamentos e transmissores.

A Rádio Aparecida foi inaugurada oficialmente às 9 horas de 8 de setembro de 1951, na frequência de 1600 “quilociclos” (como se falava na época), com palavras iniciais de Dom Antônio Alves de Siqueira, Bispo Auxiliar de São Paulo, que disse: "Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo [...] Salve Maria…". Sua potência inicial era de 100 watts, que mal atingia as cidades vizinhas a Aparecida. Em 1955, é criado o Clube dos Sócios e um programa especial que ouvia todos os associados do mesmo.

Em 1968, período de ditadura militar, a estação é tirada do ar por 24 horas após acusações de que um padre havia lido um discurso subversivo no ar, que na verdade era a declaração dos Direitos do Homem apresentado pelo Pe. Vitor Coelho de Almeida no programa Os Ponteiros Apontam para o Infinito. No mesmo ano inaugura a Onda Tropical de 60 metros.

Em 5 de setembro de 1975, foi inaugurado o novo prédio da Rádio Aparecida, ao lado da Basílica Nova, onde funciona até hoje. Em 1976, a emissora passa a transmitir na frequência 820 kHz, com potência de 5 kW, e programação independente das ondas curtas e tropical.[2] No dia 18 de setembro de 1977, entra no ar a Rádio Aparecida FM, na frequência 90,9 MHz.

Em 24 de dezembro de 1982, foi inaugurada a onda curta de 25m, na frequência de 11855 kHz. Em 28 de outubro de 1984, entrou no ar a onda curta de 49m, em 6135 kHz. Em 12 de outubro de 1990, é inaugurado o estúdio móvel da emissora montado num trailer que é utilizado para transmissões externas.

A partir da década de 1990, a estação passou a transmitir seu sinal via satélite, o que possibilitou o surgimento da Rede Católica de Rádio (RCR), no dia 10 de novembro de 1994.

Em 2001, a Rádio Aparecida comemora seus 50 anos lançando um CD e um livro intitulado Rádio Aparecida: 50 anos de história. Em 2007, reinaugura seu auditório que recebe o nome de Pe. Orlando Gambi, com capacidade para 630 pessoas sentadas. Em 2010, aumenta sua potência noturna das ondas médias de 500 watt para 1 kW. No mesmo ano, inaugura os novos transmissores da mesma faixa preparado para o sinal digital, com bênçãos do Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno.

Em 2011, a rádio lança seu aplicativo móvel durante suas comemorações de 60 anos. Em 2013, inicia campanha para troca de equipamentos de ondas curtas e onda tropical. Em 2015, retoma suas transmissões pela parabólica convencional, através do canal de áudio da TV Aparecida conforme pedido dos sócios do Clube que comemora 60 anos.[3] Também são lançados novos programas aos finais de semana: aos sábados o Conexão RA (para AM) e o De Bem com a Vida (rede e ondas curtas) e aos domingos, o Clube dos Sócios no Rádio em ambas as faixas da emissora substituindo o Rádio Revista.[4]

Em 2017, a Rádio Aparecida reformula sua programação e passa a transmitir uma mesma grade para todas as suas frequências, que deixa de ser regional e passa a ter caráter nacional, priorizando programas ao vivo visando a migração da AM para o FM.[5]

Na última quinzena de julho de 2018, a Rádio Aparecida inicia sua fase experimental operando na frequência FM 104,3 MHz, com desligamento da AM previsto para o dia 12 de outubro.[6]

Programas[editar | editar código-fonte]

  • Com a Mãe Aparecida
  • Acorda Brasil
  • Notícias em Trinta
  • Clube da Manhã
  • Missa de Aparecida (Santuário Nacional e Basílica Velha)
  • Programação musical (manhã e tarde)
  • Trio do Brasil (manhã e tarde)
  • Mensagem de Fé
  • Os Ponteiros Apontam Para O Infinito
  • Notícias em Quinze (12h15 e 17h45)
  • Som de Bola
  • Clube da Tarde
  • Consagração a Nossa Senhora
  • Cotidiano
  • Então Foi Assim
  • Fortes na Fé
  • Encontro DX
  • Aparecida Sertaneja
  • Nossa Missão
  • Bem Vindo ao Clube
  • Nosso Palco
  • Brasil com S
  • Maria Maria
  • Sem Parar
  • As Músicas Mais Lindas do Mundo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]