Rádio Inconfidência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rádio Inconfidência
Rádio Inconfidência Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) AM 880 kHz
FM 100,9 MHz
OC 6010 kHz
OC 15190 kHz
Sede Belo Horizonte
Slogan A Brasileiríssima!
O gigante do ar!
Fundação 3 de setembro de 1936 (82 anos) (rádio AM, O Gigante do Ar)
2 de fevereiro de 1979 (40 anos) (rádio FM, Brasileiríssima)
Proprietário(s) Governo do Estado de Minas Gerais
Afiliações anteriores Nativa FM[nota 1]
Rádio Bandeirantes[nota 1]
Idioma Língua portuguesa
Prefixo ZYL 275 (rádio AM)
ZYC 696 (rádio FM)
ZYE 521 (Ondas Curtas 49m)
ZYE 522 (Ondas Curtas 19m)
Página oficial radioinconfidencia.com.br

Rádio Inconfidência é uma emissora de rádio pública do estado de Minas Gerais.

Transmite em AM 880 kHz  FM 100.9 MHz e em Ondas Curtas de 6010 kHz  e 15190 kHz através dessas duas ultimas é escutada em todo o Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

A emissora iniciou suas transmissões na faixa de ondas médias em 1936, com o indicativo de chamada PRI-3 e o slogan A Voz de Minas para Toda a América. Em 1938 transmitiu para o Brasil a Copa do Mundo de futebol realizada na França e em 1940 começou a transmitir na faixa de ondas curtas com os indicativos PRK-5 e PRK-9. Durante a chamada era de ouro do rádio, era a emissora mais ouvida de Minas Gerais, ganhando o slogan de O Gigante do Ar. A transmissão em frequência modulada teve início em 1979, transmitindo apenas músicas brasileiras e programas culturais (daí o slogan Brasileiríssima), enquanto a cadeia AM e os canais em ondas curtas mantiveram a programação generalista tradicional, com vários tipos de programas.[3]

Equipe esportiva[editar | editar código-fonte]

As emissões esportivas da Inconfidência são retransmitidas por emissoras de Minas Gerais e de outros estados. Entre seus profissionais, estão:

  • Paulo Azeredo, Adriano Kesley narrador
  • José Augusto Toscano, Fábio Vital e Thais Santos, Kleiber Pacífico comentaristas
  • Karina Amélia (América Mineiro), Léo Gomide (Atlético Mineiro), Sulimar Silva (Cruzeiro), repórteres
  • Paulo Azeredo, plantão esportivo;
  • José Augusto Toscano, coordenação

Notas e referências

Notas

  1. a b A afiliação com as duas redes era mínima, com 1h diária na programação da FM.[1][2]

Referências

  1. Daniel Starck (22 de fevereiro de 2008). «Exclusivo: Nativa retoma rede e estréia no interior paulista». Tudo Rádio. Consultado em 8 de maio de 2019 
  2. «FM 100,9 - "BRASILEIRÍSSIMA" - PROGRAMAÇÃO DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA». Rádio Inconfidência. Consultado em 8 de maio de 2019. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2003 
  3. «Rádio Inconfidência, 74 anos no ar». Consultado em 7 de janeiro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.