Rádio Mania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rádio Mania
País Brasil
Sede Niterói, RJ
Slogan A mania do Brasil
Fundação 20 de janeiro de 2000 (21 anos)
Pertence a Grupo Universo
Proprietário(s) Wellington Salgado de Oliveira
Idioma (em português brasileiro)
Emissoras irmãs TV Universo
Página oficial www.radiomania.com.br

Rádio Mania é uma rede de rádio brasileira sediada no Rio de Janeiro, município do estado homônimo. Foi fundada em 20 de janeiro de 2000 pelo Grupo Universo, de propriedade de Wellington Salgado de Oliveira, tendo ficado sem transmissão entre 2003 e 2008, quando retornou suas atividades. É caracterizada por focar no estilo popular, com programas que executam canções de samba, pagode, axé music, sertanejo universitário, hip hop e funk carioca.[1][2][3][4]

História[editar | editar código-fonte]

A Rádio Mania estreou, no Rio de Janeiro, em 20 de janeiro de 2000 – dia de São Sebastião, padroeiro do Rio de Janeiro –, na frequência FM 95.7 MHz, com programação popular jovem. Ficou no Rio de Janeiro até 2002/2003, quando voltou suas atividades para uma rede do interior, estabelecendo-se na Região dos Lagos (90,9 MHz).

No dia 11 de dezembro de 2008, em decisão estratégica, a Rádio Mania entrou no ar em formato de satélite de rede, substituindo a Rede Venenosa, pertencente ao mesmo grupo Salgado de Oliveira que possuía programação voltada ao rock.[5] Além da Região dos Lagos, onde já tinha presença forte, a rádio passou a transmitir sua programação para Volta Redonda, Paraty, Angra dos Reis, Uberlândia, Juiz de Fora e Goiânia.[6]

Como a Mania herdou audiência de Goiânia e Uberlândia – essa última agora pertencendo à rede Bons Ventos, do mesmo grupo –, a programação da nova rádio abriu espaço para a música sertaneja. A Mania crescia – mantendo o conceito de rádio popular jovem – e se preparava para retornar ao Rio de Janeiro. Em 2016, a Rádio Mania voltou a transmitir para a cidade do Rio de Janeiro, encerrando a segunda passagem da Rádio Cidade.[7]

Por conta da crise financeira da empresa e de atrasos no arrendamento da 102.9 MHz ao Sistema Rio de Janeiro de Rádio, a Rádio Mania deixa a frequência em fevereiro de 2018 e passa a operar em 91.1 MHz, pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação.[8] Apesar da troca, o atraso no pagamento do arrendamento continuou, bem como os relatos de demissões de funcionários e atraso no pagamento de salários e benefícios do quadro funcional.[9] Apesar dos problemas administrativos, a rádio fez investimentos na reforma de seus estúdios em Niterói e adquiriu a antiga Rádio Canção Nova de Campos dos Goytacazes, que migrou do AM para a frequência FM 106.5 MHz.[10]

Em 12 de março de 2021, a Rádio Mania deixou a 91.1 MHz após o Grupo Bandeirantes fechar acordo com a Mood FM para retorno de suas operações no dial FM.[11]

Emissoras[editar | editar código-fonte]

Emissora Cidade Frequência Prefixo RDS
Rádio Mania Paraty, RJ FM 88.9 MHz ZYD 503 Não
Rádio Mania Rio Bonito, RJ FM 90.9 MHz ZYD 494 Não
Rádio Mania Cachoeiras de Macacu, RJ FM 91.5 MHz ZYL 922 Não
Rádio Mania Volta Redonda, RJ FM 91.9 MHz Não
Rádio Mania Juiz de Fora, MG FM 92.5 MHz[nota 1] ZYC 750 Não
Rádio Mania São José do Calçado, ES FM 98.1 MHz ZYL 444 Não
Rádio Mania Goiânia, GO FM 106.1 MHz[nota 2] ZYV 910 Não
Rádio Mania Campos dos Goytacazes, RJ FM 106.5 MHz ZYW 227 Não

Antigas emissoras[editar | editar código-fonte]

Emissora Cidade, UF Frequência Situação/afiliação atual Período de afiliação
Rádio Mania Belo Horizonte, MG FM 90.3 MHz Hoje Rádio da Massa Atleticana 2018-2019
Rádio Mania Uberlândia, MG FM 89.7 MHz Rede Bons Ventos ????-2016
Rádio Mania Goiânia, GO FM 107.3 MHz Rede Bons Ventos ????-2016
Rádio Mania Brasília, DF FM 104.1 MHz Hoje Metrópoles FM 2013-2015

Notas e referências

Notas

  1. Concessão em Santos Dumont, MG.
  2. Concessão em Senador Canedo, GO.

Referências

  1. «Exclusivo: Mania FM assume frequência da 104». Tudo Rádio. 8 de maio de 2009. Consultado em 22 de abril de 2017 
  2. Carlos Massaro (1 de agosto de 2016). «Rádio Mania já está no ar no Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 22 de abril de 2017 
  3. Bruno Uchôa (21 de julho de 2016). «Fim da Rádio Cidade FM». Rádio de Verdade. Consultado em 22 de abril de 2017. Arquivado do original em 25 de julho de 2016 
  4. Rede Mania FM substitui a popular FM 104 104,1 de Brasília
  5. Daniel Starck (14 de agosto de 2006). «Surge uma nova Rádio Rock em rede no Brasil». Tudo Rádio. Consultado em 17 de novembro de 2017 
  6. Daniel Starck (6 de março de 2009). «Nova emissora em FM na Grande Goiânia». Tudo Rádio. Consultado em 17 de novembro de 2017 
  7. Ancelmo Gois (22 de julho de 2016). «Senador dono da Rádio Mania, de funk, deve arrendar a Rádio Cidade FM». O Globo. Consultado em 5 de junho de 2017 
  8. Daniel Starck (28 de fevereiro de 2018). «Extra: Rádio Mania confirma ida para 91.1 FM a partir de amanhã no Rio de Janeiro». Tudo Rádio. Consultado em 28 de fevereiro de 2018 
  9. Gabriel Gontijo (13 de agosto de 2019). «Crise da Universo causa fortes impactos na Rádio Mania, que tem inúmeros processos trabalhistas». Eu, Rio!. Consultado em 12 de março de 2021 
  10. Carlos Massaro (2 de julho de 2019). «Mais duas migrantes AM-FM passam a operar no dial de Campos dos Goytacazes». Tudo Rádio. Consultado em 12 de março de 2021 
  11. Massaro, Carlos (24 de fevereiro de 2021). «Rádio Mood FM passa a transmitir sua programação em 91.1 FM a partir de 15 de março». Tudo Rádio. Consultado em 26 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]