Rádio Roquette-Pinto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rádio Roquette Pinto
Rádio Roquete Pinto Ltda
País Brasil Brasil
Frequência(s) 630 kHz AM e 94,1 FM
Sede Rio de Janeiro
Fundação 6 de janeiro de 1934 (80 anos)
Proprietário Governo do Estado do Rio de Janeiro
Idioma Língua Portuguesa
Prefixo ZYJ 466
Nome(s) anterior(es) Rádio Escola Municipal do Rio de Janeiro
Sítio oficial http://www.fm94.rj.gov.br

A Rádio Roquette-Pinto (por vezes chamada de FM 94) é uma emissora que pertence ao governo do estado do Rio de Janeiro que opera na frequência AM 630 e FM 94,1.

Edgard Roquette-Pinto, em 1934, fundou a Rádio Escola Municipal do Rio de Janeiro, emissora de caráter estritamente educacional atuando nos vários níveis de ensino. Em 1946 a Rádio Escola passou a se denominar Rádio Roquette-Pinto, homenageando seu fundador e idealizador, que idoso e enfermo, não concordava com a homenagem. Mesmo assim o Prefeito Henrique Dodsworth, à revelia, deu o nome de Roquette-Pinto, ainda em vida, à emissora.

Em 1960, com a transferência da capital federal para Brasília e a transformação da prefeitura do então Distrito Federal em estado, a emissora passa a ser de administrada pelo Governo do Estado da Guanabara. Em 1970, com a fusão do Estado da Guanabara com o estado do Rio de Janeiro passa a se de propriedade do governo fluminense.

Outrora a rádio possuía sua própria equipe de profissionais, tendo uma programação não-comercial. No ano de 1995, ladrões roubaram os transmissores da rádio, instalados próximo ao complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro. Em consequência, a rádio ficou fora do ar de 1995 ao início de julho de 2002.

Em 2002 a Roquete AM adquiriu novos transmissores e voltou ao ar no dia 8 de julho de 2002, com uma programação apenas musical, com samba autêntico, acrescida com vinhetas de artistas agradecendo a volta da rádio sem programas falados.

Em meados de 2003 a programação da Rádio Roquette-Pinto AM 630 foi unificada à Roquette-Pinto FM 94. Ora a rádio AM repete integralmente a programação da FM, transmitiu em apenas um vitrolão de samba e MPB, sem locução. Carmem Lucia Roquette Pinto, filha de Roquette Pinto, lutou para reabrir rádio que o pai criou.

O ideal de Roquette Pinto foi retomado pela atual orientação da emissora, que se iniciou em 2007 com o radialista Artur da Távola e continua a partir de 2008 com a jornalista Eliana Caruso trazendo para a 94,1 FM uma comunicação moderna, com programação própria de música, jornalismo, cultura abrangente e democrática, sem perder o enfoque educativo e de prestação de serviço.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.