Rémi Ochlik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rémi Ochlik (16 de outubro de 1983[1]22 de fevereiro de 2012) foi um fotojornalista francês.[2][3][4]

Trabalhava com fotografias de regiões de conflitos, e foi morto na Síria durante a Primavera Árabe.[5][6][7]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (em francês) «Mort d'Ochlik en Syrie: Thionville en deuil». Le Figaro. 22 February 2012. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  2. «Scoop Grand Lille 2011». La Lettre. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  3. «Profiles: Marie Colvin and Remi Ochlik». BBC. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  4. «Profile Page». Emphas.is. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  5. «Two Western Journalists Killed in Syria Shelling». The New York Times. 22 February 2012. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  6. Paris match. July 2005. p. 159. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  7. Michael Rundle (22 February 2012). «Marie Colvin Dead: Sunday Times Journalist Killed In Homs, Syria». Huffington Post. Consultado em 22 February 2012  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.