R. S. Thomas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ronald Stuart Thomas (Cardiff, 29 de março de 191325 de setembro de 2000), publicado como R. S. Thomas, foi um escritor e poeta galês e um clérigo anglicano, conhecido pelo seu nacionalismo, espiritualidade e aversão à anglicização do País de Gales.

Foi um dos nomeados para o Nobel de Literatura em 1996,[1] que foi atribuído a Seamus Heaney.

Referências

  1. Marianne MacDonald (9 de julho de 1995). «R S Thomas nominated for Nobel prize» (em inglês). The Independent.co.uk. Consultado em 29 de abril de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.