RDS-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A RDS-2 foi uma arma nuclear, criado e testado pela União Soviética como uma versão atualizada do RDS-1. (Ver projeto soviético da bomba atômica.) Dentre as inovações incluíam-se novas lentes explosivas , juntamente com um novo projeto de núcleo para diminuir a probabilidade de pré-detonação ou falha.[1] O RDS-2 foi testado em 24 de setembro de 1951. No seu teste produziu um rendimento de 38.3 kiloton. Ele foi detonada a partir do topo de uma torre de trinta metros de altura. A detonação foi controlado por um bombardeiro voando sobre o local de teste, em vez da detonação ser controlada por um centro de controle terrestre.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Russian Strategic Nuclear Forces» 
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.