RELX Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
RELX Group
Fundação 1993
Sede Amesterdão, Londres, Londres, Reino Unido
Subsidiárias Elsevier, Reed Exhibitions, CMD Group, LexisNexis, LexisNexis Butterworths, Carlton Publishing Group, Reed Business Information, Academic Press
Website oficial http://www.relx.com/, http://www.reedelsevier.com

RELX Group (conhecido pelo nome Reed Elsevier entre 1992 e Fevereiro de 2015) é uma editora e um fornecedor de informação de âmbito global. Encontra-se cotada em diversas bolsas de valores mundiais, nomeadamente no FTSE 100 e no FT500 Global.[1] O grupo Reed Elsevier é uma empresa dual, composta por Relx PLC e por Relx NV.[2]

História[editar | editar código-fonte]

A empresa surgiu no Outono de 1992, como resultado de uma fusão entre a Reed International, uma editora britânica e a editora científica holandesa Elsevier.[3]

Reed Internacional[editar | editar código-fonte]

Em 1894, Albert E. Reed criou a pequena empresa em Tovil Mill, perto de Maidstone, Kent.[4] Em 1903, Albert E. Reed foi registrada como companhia aberta.[4]

Em 1965, o Reed Group, como era então conhecido, tornou-se um conglomerado, criando sua Divisão de Produtos Decorativos com a compra de Crown Paints, Polycell e Arthur Sanderson & Sons.[5]

Em 1970, a Reed Group se fundiu com o Internacional Publishing Corporation e o nome da empresa foi alterado para Reed International Limited.[4]

Em 1985, a empresa decidiu racionalizar suas operações, com foco em publicações e vendendo seus outros interesses. A Sanderson foi vendida para WestPoint Pepperell[5] enquanto Crown e a Polycell foram vendidas a Williams Holdings em 1987.[6] Desde 1970 que o grupo representa um oligopólio de 6 empresas que dominam a área de material didático e pesquisa acadêmica no mundo.[7][8][9]

Elsevier NV[editar | editar código-fonte]

Sede da Reed Elsevier em Amsterdam

Em 1880, Jacobus George Robbers fundou uma editora chamada NV Uitgeversmaatschappij Elsevier para publicar clássicos da literatura e a enciclopédia Winkler Prins.[4] Elsevier NV foi originalmente baseado em Roterdão, mas mudou-se para Amesterdão no final de 1880.

Até a década de 1930, Elsevier permaneceu uma pequena editora de propriedade familiar, com não mais de dez empregados. Depois da Segunda Guerra Mundial, ela lançou o semanário Elseviers Weekblad, que acabou por ser muito rentável. Elsevier Press Inc. iniciou em 1951, em Houston, Texas, e em 1962 escritórios editoriais foram abertos em Londres e Nova York. Várias fusões na década de 1970 levou a mudanças de nome, passando este em 1979 para Elsevier Scientific Publishers. Em 1991, dois anos antes da fusão com a Reed Elsevier adquiriu a Pergamon Press, no Reino Unido.[10]

RELX[editar | editar código-fonte]

Em Fevereiro de 2015 a Reed Elsevier anunciou uma alteração do nome, com vista a modernizar e a simplificar a sua estrutura corporativa, a designação das acções listadas e o nome instituicional. Assim, o grupo passou a designar-se RELX Group plc, com efeitos a partir de 1 de Julho de 2015.[11]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

A Editora Campus-Elsevier foi fundada em 1976 por Claudio Rothmuller, no Rio de Janeiro, é uma das maiores editoras do país em publicações de livros profissionais, acadêmicos, culturais e não-ficção, principalmente nas áreas de Ciência, Tecnologia, Medicina e Negócios. Pertencente ao grupo anglo-holândes desde 1998, a empresa, que também é dona dos selos Alegro, Negócio, Mosby e Saunders. Conta com cerca de 1,5 mil títulos ativos no seu catálogo.[12]

Em 2010 a editora Campus/Elsevier iniciou a total digitalização de seu acervo, que reúne aproximadamente 1.500 títulos, esgotados ou não, com um custo aproximado US$ 1,9 milhão.[12]

Referências