RPC (rede de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rede Paranaense de Comunicação - RPC
Sociedade Rádio Emissora Paranaense S.A.
Logotipo da emissora
Tipo Rede estadual de televisão comercial
País  Brasil
Fundação 29 de outubro de 1960 (56 anos)
por Nagib Chede
Pertence a Grupo Paranaense de Comunicação
Proprietário Guilherme Cunha Pereira
Antigo proprietário Nagib Chede (1960-1969)
Francisco Cunha Pereira Filho (1969-2009)
Edmundo Lemanski (1969-2010)
Presidente Guilherme Cunha Pereira
Cidade de origem Paraná Curitiba, PR
Sede Bandeira de Curitiba.svg Curitiba, PR
Rua Mamoré, 753/ Rua Solimões, 1020 - Mercês
Estúdios Bandeira de Curitiba.svg Curitiba, PR
Rua Mamoré, 753/ Rua Solimões, 1020 - Mercês
Slogan Vamos juntos
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Canais irmãos ÓTV
Afiliações Rede Globo
Cobertura Todo o estado do Paraná
Emissoras próprias Bandeira de Curitiba.svg RPC Curitiba (Curitiba)
Flag of Cascavel.jpg RPC Cascavel (Cascavel)
Bandeira FozIguacu.png RPC Foz do Iguaçu (Foz do Iguaçu)
Bandeira de guarapuava.jpeg RPC Guarapuava (Guarapuava)
Bandeira londrina.svg RPC Londrina (Londrina)
Bandeira de Maringá.png RPC Maringá (Maringá)
Bandeira de paranavaí.jpg RPC Paranavaí (Paranavaí)
Bandeira ponta grossa.png RPC Ponta Grossa (Ponta Grossa)
Nome(s) anteriore(s) TV Paranaense (Curitiba)
TV Oeste (Cascavel)
TV Cataratas (Foz do Iguaçu)
TV Guairacá (Guarapuava)
TV Coroados (Londrina)
TV Cultura (Maringá)
TV Imagem (Paranavaí)
TV Esplanada (Ponta Grossa)
RPC TV (2010-2014)
Página oficial RPC TV (site)
Paraná Online (portal)
G1 - Paraná (notícias)
GE - Paraná (esportes)
Disponibilidade aberta e gratuita
Analógico
Digital
Disponibilidade por satélite
Sky
Canal 12 (Curitiba)
Canal 360 (espelho do canal 12)
Claro TV
Canais 24 e 524 HD (Curitiba)
Oi TV
Vivo TV
Canal 212 (Curitiba)
Disponibilidade por cabo
NET

RPC é uma rede de televisão brasileira sediada em Curitiba, Paraná. A emissora foi criada em 2000 por Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski, através da junção das emissoras da antiga Rede Paranaense, as TVs Paranaense, Coroados, Cataratas, Esplanada e Cultura, todas afiliadas à Rede Globo. Em 2009, as emissoras componentes da RPC abandonaram sua antiga nomenclatura, usada desde a junção das emissoras em 2000, e passaram a assumir o nome de suas respectivas cidades. Atualmente, a RPC conta com oito emissoras de televisão espalhadas por todo o estado, sendo a RPC Curitiba a cabeça-de-rede da emissora, e também a primeira a ter lançado seu sinal digital no estado e na região sul do país, em 2009.

História[editar | editar código-fonte]

A história da RPC começa em 29 de outubro de 1960, a partir da fundação da primeira emissora de TV do estado, a TV Paranaense, pelo empresário Nagib Chede.[1] Em 1969, Nagib Chede vende a emissora para os empresários Francisco Cunha Pereira Filho e Edmundo Lemanski, proprietários do jornal Gazeta do Povo.[2] Em 1972, os diretores da Rede Globo decidiram transferir o contrato de afiliação que tinham com a TV Paranaense desde 1970 para a TV Iguaçu, do ex-governador do estado Paulo Pimentel, por esta ter equipamentos e qualidade superior a emissora. No entanto, em 1976, Paulo Pimentel passou a ter desavenças políticas com o ministro da educação Ney Braga, que fazia parte da ditadura militar no governo de Ernesto Geisel. Este fez com que a Globo transferisse seu contrato novamente para a TV Paranaense, que se tornou afiliada da rede até os dias de hoje.

A partir daí, com a volta da Globo para a TV Paranaense, a emissora reafirmou a liderança de audiência que mantém até hoje, além de haverem melhoras significativas no conteúdo mostrado na emissora, oriundos de investimentos feitos pela Globo. Um deles por exemplo é o Jornal Estadual, que ficou no ar até 1999, quando foi substituído pelo Paraná TV. No final dos anos 70, o Grupo Paranaense de Comunicação compra a TV Coroados de Londrina das mãos de José Carlos Martinez, e também unifica a programação da TV Cultura de Maringá - fundada em 1974 - com a da TV Paranaense, formando assim a Rede Paranaense. Do início dos anos 80 até meados da década de 2000, a Rede Paranaense foi expandindo seu sinal para o estado do Paraná a medida que o Grupo Paranaense de Comunicação fundava ou comprava novas emissoras. Em 1989, foi fundada a TV Cataratas de Foz do Iguaçu. Em 1992, o grupo adquiriu a TV Esplanada de Ponta Grossa, até então pertencente ao Grupo J. Malucelli e afiliada a Rede Bandeirantes.

Em 2000, a Rede Paranaense abandona sua antiga nomenclatura e passa a se chamar RPC TV. O mesmo acontece com as emissoras da rede que também passaram a utilizar a marca da emissora, e com o Grupo Paranaense de Comunicação, que passa a se chamar Grupo RPC. Ainda no mesmo ano, o Sistema Sul de Comunicação vende a TV Guaraicá de Guarapuava para o Grupo RPC, e esta passa a se chamar RPC TV Guaraicá. O mesmo acontece com a TV Imagem de Paranavaí, que foi vendida ao grupo e passou a ser chamada de RPC TV Imagem. Em 2001, o Grupo RPC inaugura a última componente da RPC, a RPC TV Oeste de Cascavel. A partir daí, a RPC passa a cobrir todo o estado estado do Paraná, e se consolida como uma das maiores afiliadas da Rede Globo.

Em 2009, as emissoras da RPC TV passaram a assumir a nomenclatura de suas respectivas cidades, segindo uma padronização feita pelo grupo. No mesmo ano, a RPC Curitiba lança seu sinal digital para toda a Grande Curitiba, sendo a primeira emissora da RPC TV a lançar esta tecnologia, além de ser a pioneira também no Paraná e na região sul do país. Em 2010, a RPC TV inciou a expansão do seu sinal digital para o interior do estado, a começar pela RPC Londrina em fevereiro, e pela RPC Foz do Iguaçu, em novembro. Em 2011, a RPC Maringá lançou seu sinal digital em março, enquanto a RPC Cascavel lançou o seu em novembro. Em novembro de 2012, a RPC Guarapuava lançou seu sinal digital,[3] e em dezembro do mesmo ano, a RPC Ponta Grossa e a RPC Paranavaí foram as últimas emissoras da RPC a lançarem seus sinais digitais.[4][5] Desde então, a RPC vem expandindo cada vez mais o seu sinal digital nos grandes centros do estado.[6]

Em 1 de janeiro de 2015, a rede muda sua logomarca e todas as emissoras da mesma passam a adotar a denominação RPC.

Emissoras[editar | editar código-fonte]

Cobertura das emissoras da RPC.
Azul: RPC Curitiba
Vermelho: RPC Cascavel
Rosa: RPC Foz do Iguaçu
Verde: RPC Guarapuava
Violeta: RPC Londrina
Amarelo: RPC Maringá
Laranja: RPC Paranavaí
Turquesa: RPC Ponta Grossa
Nome Canal analógico Canal digital Cidade Estado
RPC Curitiba 12 41 Curitiba PR
RPC Cascavel 10 32 Cascavel
RPC Foz do Iguaçu 05 35 Foz do Iguaçu
RPC Guarapuava 02 32 Guarapuava
RPC Londrina 03 42 Londrina
RPC Maringá 08 41 Maringá
RPC Paranavaí 29 42 Paranavaí
RPC Ponta Grossa 07 42 Ponta Grossa

Programas[editar | editar código-fonte]

Jornalismo[editar | editar código-fonte]

  • Bom Dia Paraná: é um telejornal gerado pela RPC Curitiba, exibido a partir das 6h para todo o estado do Paraná, sempre de segunda a sexta-feira na faixa destinada a exibição de telejornais matutinos (Bom Dia Praça). O telejornal tem como enfoque principal, oferecer ao telespectador um resumo das principais notícias que serão discutidas no dia, especialmente política, economia e cotidiano, além de entradas ao vivo, informações sobre o trânsito e entrevistas no estúdio. Desde janeiro de 2012, o telejornal é ancorado por Giselle Camargo e Wilson Soler e a partir dia 17 de outubro de 2013 o telejornal é exibido em HDTV. Em 1º de dezembro de 2014, o Bom Dia passou a iniciar das 6h às 7h30 da manhã. A mudança de horário fez parte da estreia da nova programação jornalística matinal da Rede Globo. [7] Antes, o telejornal começava às 6h30 da manhã.
  • Paraná TV: é um telejornal local brasileiro exibido pela RPC nos horários destinados aos noticiários locais das emissoras da Rede Globo. Desde 16 de outubro de 2013 é exibido em HDTV [8]. O programa possui duas edições, a primeira com aproximadamente 45 minutos transmitida por volta do meio-dia e a segunda com aproximadamente 15 minutos transmitida por volta das 19 horas e 10 minutos [9]. O Paraná TV 1ª Edição tem como âncora o jornalista Fernando Parracho, enquanto o Paraná TV 2ª Edição é apresentado pelo jornalista Sandro Dalpícolo.
  • Painel RPC: vai ao ar aos sábados, às oito da manhã, com assuntos que influenciam no dia-a-dia do paranaense.

Esportes[editar | editar código-fonte]

  • Globo Esporte PR: é a edição local do Globo Esporte, apresenta os principais destaques dos times paranaenses nas principais competições nacionais e internacionais. Vai ao ar de segunda à sábado às 12h50.
  • Campeonato Brasileiro (Equipe: Luiz Augusto Xavier Comentaristas: Dida e Gil Rocha. Reportagens: André Pessoa, Nadja Mauad e Janaína Castilho).

Variedades[editar | editar código-fonte]

  • Plug: é um programa de televisão exibido semanalmente aos sábados pela tarde. É um programa no estilo jovem, que leva assuntos de interesse a este público-alvo, como novidades, as condições de trabalho, interação da mídia, entre outros. É exibido a partir das 14h00 pela RPC e era transmitido em horários alternativos na ÓTV.[10]
  • Meu Paraná: programa com matérias turísticas e que mostra as principais belezas do estado do Paraná, todo sábado as 12:00
  • Caminhos do Campo: Ao estilo do Globo Rural, vai ao ar aos domingos, às 7h00 ao vivo de Maringá. Traz notícias e procura manter o trabalhador do campo bem informado com as novidades da área rural.
  • Estúdio C: Programa de variedades, apresentado por Daiane Fardin, todo sábado as 14:30.

Programas extintos[editar | editar código-fonte]

Programas que fizeram parte da grade de programação do canal.

Slogans[editar | editar código-fonte]

  • 2002-2007: O Paraná se vê na RPC
  • 2007-2012: RPC TV, sua vida passa aqui
  • 2012-2014: RPC TV, todo dia com você
  • 2015-atualmente: Vamos juntos

Referências

  1. Maria Luiza Gonçalves Baracho (2007). «Modernidade em Preto e Branco» (PDF). Universidade Federal do Paraná. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  2. Guadalupe Fernandez Presas (04-2003). «A Desregionalização da Televisão: Uma Análise do Fenômeno no Paraná» (PDF). Universidade Federal do Paraná. Consultado em 19 de dezembro de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Redação (28 de novembro de 2012). «RPC TV lança TV Digital em Guarapuava». RPC TV Digital. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  4. Redação (6 de dezembro de 2012). «Ponta Grossa e Campos Gerais passam a contar com o sinal digital no dia 11». RPC TV Digital. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  5. Redação (14 de dezembro de 2013). «RPC TV lança TV Digital na região noroeste do Paraná». RPC TV Digital. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  6. Redação (8 de outubro de 2012). «Saiba quais são as cidades cobertas pelo sinal digital da RPC TV». RPC TV Digital. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  7. Redação RPC TV (29 de novembro de 2014). «Nesta segunda (1), o Bom Dia Paraná estreia em novo horário: às 6h». RPC TV. Consultado em 30 de novembro de 2014 
  8. «RPC TV Curitiba estreia programação local em HD». Consultado em 4 de agosto de 2014 
  9. «Programação RPC TV». Consultado em 4 de agosto de 2014 
  10. Rede Globo - Opurtunidades Regionais - Plug RPC Rede Golgo
  11. «Os melhores do "Casos e Causos" da Revista RPC». Gazeta do Povo. 8 de abril de 2010. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  12. Redação (28 de abril de 2011). «RPC TV premia os melhores de 2010 no "Casos e Causos"». Gazeta do Povo. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  13. Revista RPC estréia no próximo domingo Jornal Gazeta do Povo (edição de 4/4/2007)
  14. Revista RPC deste domingo (28) traz retrospectiva de 2014 Site Gshow

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]