RPG Toolkit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
RPG Toolkit
RPG Toolkit
Tela de abertura do RPG Toolkit 3
Tela de abertura do RPG Toolkit 3
Desenvolvedor TK3 Dev Team
Lançamento 1997
Versão estável 3.2.1b (2014)
Idioma(s) Inglês
Sistema operacional Microsoft Windows
Gênero(s) Motor de jogo
Licença GNU General Public License
Estado do desenvolvimento Inativo[1]
Tamanho 7,02 MB
Página oficial rpgtoolkit.net

RPG Toolkit, também conhecido como TK3, é um motor de jogo código aberto, para a criação de RPGs eletrônicos. Ele vêm com sua própria linguagem de script, o RPG Code, que possibilita a criação de funções únicas para o jogo, como o desenvolvimento de sistemas de batalha. Ele serve tanto para a criação de RPGs, quanto para qualquer jogo que seja em 2D, bastando apenas personalizar com o RPG Code. O RPG Toolkit compete diretamente com versões ilegais do RPG Maker.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O RPG Toolkit foi criado inicialmente por Christopher B. Matthews em 1996, como o RPG Toolkit Development System, para o sistema operacional DOS. Foi programado em QBasic. Foram criados um editor de telhas (tiles editor) e um programa que levava as “telhas” até a tela, fazendo assim cenas. Então tinha sido terminado as duas primeiras partes do RPG Toolkit Development System. Após nove meses, o editor, o motor e o RPG Code estavam terminados.[2]

RPG Toolkit Development System[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 1997, o RPG Toolkit estava terminado por inteiro. Na época, Christopher tinha 16 anos. Em março do mesmo ano, Christopher criou seu site e nele publicou algumas fotos do Toolkit. Então, no fim desse ano, ele recebeu muitos e-mails de pessoas que tinha gostado do Toolkit, perguntando a ele se lançaria uma versão do Toolkit. Assombrado por outros terem gostado de seu passatempo, ele postou em seu site o RPG Toolkit Development System 1.2d. Muitas pessoas baixaram o programa, enviaram para ele sugestões e identificaram defeitos no programa.[2]

No verão de 1998, era óbvio que o Toolkit devia ser completamente redesenhado. O sistema DOS estava “morrendo”, e o código fonte da versão 1 do Toolkit estava muito confuso e bagunçado.[2]

Christopher começou uma nova versão do programa, chamada RPG Toolkit, para o sistema operacional Microsoft Windows. Em fevereiro de 1999, a versão Beta 1 do RPG Toolkit foi lançada. Tempo depois, foi lançada a versão 2 do RPG Toolkit. O lançamento final foi 2.20b, no verão de 2002. A versão 2 do Toolkit foi lançada em quatro línguas diferentes, para agradar usuários ao redor do mundo.[2]

Para suprir os requerimentos dos “novos tempos”, Christopher comprou novas ferramentas de programação, como Visual Basic e Visual C++. Com os gastos, veio a necessidade de vender o programa. Então ele começou à vender uma versão chamada Powerhouse Edition, mantendo ainda uma versão gratuita para uso "não comercial", a qual ele chamou de Standard Edition. Ao mesmo tempo, ele registrou uma empresa na província de Nova Escócia, a que chamou de Awesome Computing.[2]

TK3[editar | editar código-fonte]

No verão de 2002, a velha versão do Toolkit recebeu algumas melhorias e correções de defeitos. Nesse ano, surgiram muitos motores de jogo voltados para a criação de RPGs, e com eles veio a competição entre os mesmos. Então Christopher começou a programar a versão 3 do Toolkit, chamada TK3. Muito do código da versão anterior foi reescrito. Essa versão também pode editar e executar jogos criados na versão 2.[2]

O RPG Toolkit foi lançado como código aberto, sob a licença Awesome Computing Open Licence (ACOL), no final de 2003, e seu novo site tornou-se o Toolkit Zone. Em alguns meses, o Toolkit recebeu muitas contribuições, em especial, de Colin e Delano. A Awesome Computing Open Licence (ACOL) permite que o usuário possa vender jogos feitos no Toolkit, com uma condição: deve se dar crédito aos criadores do Toolkit.[2]

A versão 3.1.0 foi lançada sob a licença GNU General Public License. Versões anteriores (3.0.2 à 3.0.6) estão sob a licença ACOL. Versões mais antigas (menores que 3.0.2) eram comerciais, e não estão mais disponíveis para compra e/ou baixa. A GPL permite a venda de jogos, com a condição de que não se use as ferramentas Make EXE e Create Setup, pois eles são derivados do Toolkit, e a GPL diz que todo programa derivado de outro sob a GPL, sejam lançados somente sob a GPL ou licenças compatíveis. Ao usar o Make EXE e/ou Create Setup, o jogo é integrado ao executável (ou ZIP, no caso do Create Setup), fazendo do jogo parte do mesmo, e assim, licenciado sob a mesma licença.[2]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O RPG Toolkit era desenvolvido pelo grupo TK3 Dev Team, constituído por: Christopher B. Matthews, Colin James Fitzpatrick e Jonathan Hughes (Delano). O Toolkit também recebeu a ajuda de contribuidores, na solução de defeitos e outros. Eles foram: Samuel Bedwell (Occasionally_Correct), Phil Carty (Xavier), Peter Fenner (Asimir), Chris Hutchinson (Euix), Sander Knape, Geoff Wilson e Shao Xiang.[2] Atualmente, o desenvolvimento se encontra paralisado, sem qualquer desenvolvedor ativo.[1]

Ferramentas[editar | editar código-fonte]

Edição do interior de uma casa, usando o Background editor
Edição do exterior de uma casa, usando o Background editor

O RPG Toolkit vem como um conjunto de doze ferramentas básicas. Elas são:

  • Main file editor (Editor de arquivo principal)
  • Board editor (Editor de mapa)
  • Tile editor (Editor de telhas)
  • Program editor (Editor de programa)
  • Character editor (Editor de personagem)
  • Item editor (Editor de item)
  • Enemy editor (Editor de inimigo)
  • Animation editor (Editor de animação)
  • Tile bitmap editor (Editor de telhas bitmap)
  • Special move editor (Editor de movimento especial)
  • Status effect editor (Editor de efeito de status)
  • Background editor (Editor de plano de fundo)

E ainda, um conjunto de ferramentas avançadas:

  • RPG Code - Uma linguagem de script que pode controlar e personalizar tudo no jogo
  • Make EXE - Um compilador que produz um único executável independente. Este é o meio mais usado, atualmente
  • Create Pak File - Cria uma arquivo chamado PAK, que não pode ser acessado por outros, e nele coloca todos os arquivos do jogo dentro de sí. É necessário ter o Toolkit instalado para rodar esse arquivo PAK. Essa função não é muito usada, atualmente
  • Create Setup - Cria uma pasta *.ZIP e nela poem o executável ou o arquivo PAK e um instalador para distribuição

RPG Code[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: RPG Code

RPG Code é uma linguagem de script orientada a objetos. Ela é muito semelhante à C++, em muitos aspectos. O RPG Code pode se igualar ao RGSS do RPG Maker, em relação ao modo de uso, diferindo, porém, em nomes de comandos e outros. Por questões de compatibilidade, o RPG Toolkit possui uma ferramenta, o RPG Code Updater, que reformata os scripts de um jogo feito numa versão anterior à 3.1.0, e o atualiza para os novos padrões. Os padrões foram mudados, para uma otimização da velocidade do motor.

Requerimentos de sistema[editar | editar código-fonte]

A versão 3 do Toolkit possui alguns requerimentos mínimos para ser executado. Eles são:

Requerimentos mínimos
Recomendado
  • Windows XP ou melhor
  • Processador Intel de 700 MHz ou melhor
  • 128 MB de RAM ou melhor
  • 16 MB de RAM de vídeo ou melhor
  • Windows Media Player 9 ou melhor

Referências

  1. a b «FAQ» (em inglês). rpgtoolkit.net. Consultado em 31 de julho de 2013 
  2. a b c d e f g h i j «História do RPG Toolkit e de Christopher Matthews» (em inglês). rpgtoolkit.net. Consultado em 19 de novembro de 2011 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]