R Centauri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
R Centauri
Dados observacionais (J2000)
Constelação Centaurus
Asc. reta 11h 14m 06,5s[1]
Declinação -59° 54′ 49,3″[1]
Magnitude aparente 7,55[1] (6,3 a 9,1)[2]
Características
Tipo espectral M4e–M8 IIe [1]
Cor (B-V) 2,10[1]
Variabilidade Mira[2]
Astrometria
Velocidade radial -19,8 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -9,07 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -7,04 mas/a[1]
Paralaxe 2,60 ± 0,76 mas[1]
Distância 1250 ± 400 anos-luz
385 ± 125 pc
Detalhes
Luminosidade 14129,70[3] L
Temperatura 3000[4] K
Outras denominações
R Centauri, CD-59 5160, HR 5326, HD 124601, HIP 69754, SAO 241580.[1]
R Centauri
Centaurus constellation map.png

R Centauri é uma estrela variável na constelação de Centaurus. De acordo com medições de paralaxe pela sonda Hipparcos, encontra-se a uma distância de aproximadamente 1250 anos-luz (385 parsecs) da Terra, com uma grande incerteza de 400 anos-luz (125 pc).[1]

R Centauri é uma variável Mira classificada com um tipo espectral de M4e–M8 IIe, indicando que é uma gigante luminosa no ramo gigante assintótico que alterna entre as classes espectrais M4 e M8 ao longo de um período de pulsação, variando sua luminosidade e raio no processo. Esta estrela apresenta duas propriedades unusuais: possui dois períodos de variabilidade, e seu período e amplitude vêm diminuindo continuamente ao longo das últimas décadas. O período dominante está diminuindo à taxa de aproximadamente 1 dia/ano, sendo igual a 550 dias em 1951 e 505-510 dias por volta de 2000.[2] No fim da década de 2000, o período dominante era igual a 499,5 ± 2,2 dias e o secundário a 249,7 ± 0,4 dias.[5] Da mesma forma, de 1951 até 2000, a amplitude da estrela diminuiu em cerca de 3 magnitudes, de 5,5–11,8 a 6,3–9,1 (magnitudes aparentes visuais). A explicação mais provável para essas duas anomalias é que a estrela está na breve fase do flash de hélio.[2]

R Centauri apresenta abundâncias altas dos elementos oxigênio e lítio. Já foi identificada como um maser de H2O.[4]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k «V* R Cen -- Variable Star of Mira Cet type». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 2 de julho de 2017 
  2. a b c d Hawkins, G.; Mattei, J. A.; Foster, G. (abril de 2001). «R Centauri: An Unusual Mira Variable in a He-Shell Flash». The Publications of the Astronomical Society of the Pacific. 113 (782): 501-506. Bibcode:2001PASP..113..501H. doi:10.1086/319542 
  3. McDonald, I.; Zijlstra, A. A.; Boyer, M. L. (novembro de 2012). «Fundamental parameters and infrared excesses of Hipparcos stars». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 427 (1): 343-357. Bibcode:2012MNRAS.427..343M. doi:10.1111/j.1365-2966.2012.21873.x 
  4. a b García-Hernández, D. A.; et al. (julho de 2013). «Hot bottom burning and s-process nucleosynthesis in massive AGB stars at the beginning of the thermally-pulsing phase». Astronomy & Astrophysics. 555: L3, 6. Bibcode:2013A&A...555L...3G. doi:10.1051/0004-6361/201321818 
  5. Vogt, N.; et al. (novembro de 2016). «Determination of Pulsation Periods and Other Parameters of 2875 Stars Classified as MIRA in the All Sky Automated Survey (ASAS)». The Astrophysical Journal Supplement Series. 227 (1): artigo 6, 13. Bibcode:2016ApJS..227....6V. doi:10.3847/0067-0049/227/1/6 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]