Raúl Savoy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Independiente campeão argentino em 1967. Savoy é o segundo jogador agachado, da esquerda para a direita.

Raúl Armando Savoy (San Antonio de Areco, 13 de novembro de 1940 - ) foi um futebolista argentino.

É um dos maiores ídolos da história do Independiente, onde jogou 204 partidas entre 1963 e 1968. Fez celebrada dupla ofensiva com Mario Rodríguez, comparada com as de Vicente de la Mata & Arsenio Erico e Ricardo Bochini & Daniel Bertoni. A melhor temporada do canhoto foi a de 1967, quando tornou-se um jogador polifuncional no time que, sob uma tática bastante ofensiva do técnico Osvaldo Brandão, obteve um título argentino naquele ano [1] com apenas uma derrota.[2]

Mas, antes, Savoy já havia faturado o campeonato argentino também em 1963, além das duas primeiras Libertadores do Rojo, em um bicampeonato seguido em 1964 e 1965, além de integrar a Seleção Argentina que disputou o Sul-Americano de 1963. Também foi campeão argentino no Boca Juniors.[1]

Referências

  1. a b POMATO, Alberto (abril de 2011). Raúl Savoy. El Gráfico Especial n. 29 - "100 Ídolos de Independiente". Revistas Deportivas, p. 14
  2. Sambando no vizinho (junho de 2005). Placar n. 1283-A. Editora Abril, pp. 38-39