Racionamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Selos de racionamento de gasolina sendo impressos (mas não usados) como resultado da Crise do Petróleo de 1973

Racionamento é a distribuição controlada de recursos, e bens e serviços escassos. O racionamento controla o tamanho da ração, a porção dos recursos de uma pessoa sendo distribuídas em um particular dia ou tempo. Existem muitas formas de racionamento e as populações do mundo ocidental vivenciam alguns tipos no decorrer do seu dia-a-dia sem se aperceberem.[1]

O racionamento tem sido instituído a civis durante tempos de guerra. Por exemplo, podem ser dadas a cada pessoa "senhas de racionamento" permitindo a essa pessoa adquirir determinada quantidade de um certo produto todos os meses. O racionamento inclui por vezes comida e outros bens para os quais existe uma carestia, incluindo materiais necessários para o esforço de guerra tais como pneus de borracha, calçado de couro, roupa e combustível.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Stiglitz, J. & Weiss, A. (1981). Credit Rationing in Markets with Imperfect Information, American Economic Review, vol. 71, pages 393-410.
  • Matt Gouras. "Frist defende vacinas contra a gripe para o congresso .'Associated press.21 de outubro de 1997

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Racionamento
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Economia e negócios