Rafael Galhardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rafael Galhardo
Rafael Galhardo
Galhardo pelo Grêmio em 2015
Informações pessoais
Nome completo Rafael Galhardo de Souza
Data de nasc. 30 de outubro de 1991 (30 anos)
Local de nasc. Nova Friburgo (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,76 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Valour
Posição lateral-direito
Clubes de juventude
2007
2008–2010
Friburguense
Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes
2009–2012
2013–2016
2014
2015
2016
2016
2017
2018–2020
2019
2021–
Flamengo
Santos
Bahia (emp.)
Grêmio (emp.)
Anderlecht
Atlético Paranaense (emp.)
Cruzeiro
Vasco da Gama
Grêmio (emp.)
Valour
Seleção nacional
2011 Brasil Sub-20

Rafael Galhardo de Souza, mais conhecido apenas como Rafael Galhardo (Nova Friburgo, 30 de outubro de 1991), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-direito. Atualmente joga no Valour, do Canadá.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Após se destacar nas categorias de base do Friburguense, Galhardo chegou ao Flamengo em 2008 para atuar pela categoria juvenil, sendo promovido a equipe principal do clube no início de agosto de 2009, com apenas 17 anos. Teve a sua primeira oportunidade entre os profissionais já no dia 20 de agosto, em uma derrota por 2–1 diante do Cruzeiro no Maracanã, válida pelo Brasileirão.[1] Em seu primeiro ano como profissional, já conquistou o título do Brasileirão, disputando três partidas da competição, como substituto imediato de Léo Moura.

Em 2010, novamente como suplente do ídolo e capitão rubro-negro Léo Moura, o lateral disputou um total de cinco partidas pelo Brasileirão.

Em 2011 o lateral passou a ser mais aproveitado e marcou seu primeiro gol como profissional no dia 27 de abril, na vitória por 3–0 sobre o Horizonte, no Domingão, válida pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil.[2]

Entretanto, ao longo de quase três anos entre os profissionais do Flamengo, Galhardo atuou poucas vezes, devido a presença constante de Léo Moura em campo, totalizando apenas 32 jogos com a camisa rubro-negra.

Santos[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2012, o jogador foi envolvido em uma troca com o Santos, juntamente com o zagueiro David Braz, pelo meio-campo Ibson.[3] Estreou com a camisa do Santos no dia 20 de maio, em um em empate por 0–0 com o Bahia em Pituaçu, válido pelo Brasileirão. No seu segundo jogo pelo Peixe, sendo esse mais um empate em 0–0 válido pelo certame nacional, dessa vez diante do Sport, na Vila Belmiro[4], Galhardo sofreu uma lesão no pé que o deixou de fora dos gramados por cinco meses[5], impossibilitando-o de jogar as Olimpíadas de 2012, para a qual ele havia sido pré-convocado.[6]

Em 2013, o jogador marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos, em um amistoso de pré-temporada contra o Grêmio Barueri, em que o Santos goleou o adversário por 4–0 no Pacaembu.[7] Marcou seu segundo gol pelo Peixe em uma vitória por 2–0 sobre o Flamengo-PI na Vila Belmiro, válida pela Copa do Brasil.[8] Sendo suplente na maior parte do ano, Galhardo atuou em um total de 23 jogos pelo Santos em 2013.

Bahia[editar | editar código-fonte]

No dia 20 de dezembro de 2013, foi anunciado o seu empréstimo ao Bahia até o final de 2014.[9] Estreou em uma goleada sofrida pelo Tricolor de Aço para o CSA por 4–1 no Rei Pelé, válida pela Copa do Nordeste.[10] Logo em seu segundo jogo pelo Bahia, Galhardo marcou o gol que abriu o placar da vitória por 2–1 sobre o Galícia em Pituaçu, válida pelo Campeonato Baiano.[11] No entanto, sua passagem pelo Bahia ficou marcada pelos diversos problemas físicos, chegando o jogador a ficar oito meses sem atuar.[12] No total, foram apenas sete partidas pelo clube, com dois gols anotados, o segundo deles na penúltima rodada do Brasileirão, contra o Grêmio, de falta, sendo esse o gol da vitória por 1–0 na Arena Fonte Nova. Nesse jogo o lateral ainda se destacou bastante com diversos desarmes e cruzamentos certeiros.[13]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Em função de sua boa atuação contra o Grêmio, o clube se interessou pelo jogador que estava sem espaço no Santos, que o emprestou para o Tricolor Gaúcho para a temporada de 2015.[14] Fez sua estreia em uma vitória por 3–0 sobre o União Frederiquense, na Arena do Grêmio, válida pelo Campeonato Gaúcho.[15] A princípio o jogador disputava posição com Matías Rodríguez na lateral-direita, porém após a saída do argentino no mês de maio, Galhardo se tornou titular absoluto da posição. Marcou seu primeiro gol pelo Grêmio na vitória por 3–1 sobre o ex time, Santos, na Vila Belmiro, válida pelo Brasileirão.[16] Marcou novamente na vitória por 2–1 sobre o Joinville na Arena do Grêmio, também válida pelo certame nacional.[17] Ao contrário dos últimos anos, em 2015 Galhardo pôde atuar em um bom número de partidas. Sua regularidade e o bom nível de suas apresentações durante o Campeonato Brasileiro, fizeram com que o lateral fosse premiado com o prêmio Bola de Prata de melhor lateral-direito.[18]

Anderlecht[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de janeiro de 2016, foi vendido pelo Santos para o Anderlecht, da Bélgica, por 1 milhão de euros (o equivalente a 4,4 milhões de reais).[19] Fez sua estreia em uma vitória por 2–1 sobre o Sint-Truiden no Stadion Stayen, válida pelo Campeonato Belga[20], sendo essa a sua única partida disputada pelo clube onde passou pouco mais de seis meses.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2016, assinou contrato de empréstimo por um ano com o Atlético Paranaense.[21] Fez sua estreia em uma derrota por 2–0 diante do Sport na Ilha do Retiro, válida pelo Campeonato Brasileiro.[22] No Furacão, o jogador novamente conviveu com lesões, e quando estava disponível foi sempre reserva de Léo. Rescindiu seu empréstimo no final do ano, retornando assim a Bélgica.[23]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2017, o Cruzeiro acertou com o Anderlecht a contratação do lateral em definitivo com contrato até o final do ano.[24] O jogador chegou ao clube tratando de uma lesão e só pôde estrear em novembro, no empate em 2–2 com o Avaí, no Mineirão, válido pelo Brasileirão.[25] Tendo atuado apenas duas vezes pelo clube mineiro, o atleta não teve seu contrato renovado.[26]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em 11 de janeiro de 2018, o Vasco anunciou a contratação de Galhardo.[27] O lateral, que vem de família vascaína[28], retornou ao Rio de Janeiro para atuar pelo arquirrival do clube que o revelou, após quase seis anos de sua saída. Galhardo estreou na vitória por 4–2 sobre o Nova Iguaçu em São Januário, válida pelo Campeonato Carioca.[29]

Retorno ao Grêmio[editar | editar código-fonte]

Sem espaço no Vasco, foi emprestado ao Grêmio no dia 6 de março de 2019.[30]

Valour[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de junho de 2021, foi anunciado pelo Valour, que disputa a Canadian Premier League.[31]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Em 2011, foi importante na campanha da Seleção Brasileira Sub-20 que conquistou os títulos Sul-Americano e Mundial. O jogador atuou na lateral-direita e no meio-campo, em uma geração que tinha jogadores como Neymar, Philippe Coutinho, Lucas, Danilo, entre outros.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 5 de dezembro de 2019.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Flamengo 2009 3 0 0 3 0 0
2010 6 0 0 2 0 0 8 0 0
2011 5 0 1 2 1 0 3 0 0 4 0 0 14 1 1
2012 1 0 0 6 0 0 7 0 0
Total 14 0 1 2 1 0 4 0 0 12 0 0 32 1 1
Santos 2012 5 0 0 5 0 0
2013 12 0 1 6 1 1 5 1 0 23 2 2
Total 17 0 1 6 1 1 5 1 0 28 2 2
Bahia 2014 5 1 2 2 1 0 7 2 2
Total 5 1 2 2 1 0 7 2 2
Grêmio 2015 33 2 1 6 0 0 10 0 0 49 2 1
2019 16 2 1 1 0 0 1 0 0 2 0 0 20 2 1
Total 49 4 2 7 0 0 1 0 0 12 0 0 69 4 2
Anderlecht 2016 1 0 0 1 0 0
Total 1 0 0 1 0 0
Atlético Paranaense 2016 6 0 0 1 0 0 7 0 0
Total 6 0 0 1 0 0 7 0 0
Cruzeiro 2017 2 0 0 2 0 0
Total 2 0 0 2 0 0
Vasco da Gama 2018 11 0 0 1 0 0 2 0 0 8 0 0 22 0 0
Total 11 0 0 1 0 0 2 0 0 8 0 0 22 0 0
Total na carreira 107 5 6 17 2 1 7 0 0 39 2 0 170 9 7

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Bahia
Cruzeiro
Vasco Da Gama
Grêmio
Seleção Brasileira Sub-20

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cruzeiro vira em cima do Fla, respira no Brasileiro e faz a "quina" no rival». UOL. 20 de agosto de 2009. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  2. «Com golaço de Willians, Fla passa fácil pelo Horizonte e vai às quartas». GloboEsporte.com. 27 de abril de 2011. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  3. Eduardo Peixoto (27 de abril de 2012). «Operação Ibson no Fla: Galhardo, David Braz e dinheiro ao Santos». GloboEsporte.com. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  4. «Sem Neymar e Ganso, Santos fica no zero com Sport». Meio Norte. 27 de maio de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  5. «Lateral santista Rafael Galhardo é operado com sucesso». VEJA. 31 de maio de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  6. «Pré-lista de Mano para Londres tem 52 nomes: R10 dentro, e Kaká fora». GloboEsporte.com. 14 de março de 2012. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  7. «Na festa para Montillo, Neymar lidera Santos em goleada sobre o Barueri». GloboEsporte.com. 16 de janeiro de 2013. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  8. Lincoln Chaves (18 de abril de 2013). «Santos faz o básico na Vila Belmiro, vence o Flamengo-PI e se classifica». GloboEsporte.com. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  9. Flávio Meireles e Thiago Pereira (20 de dezembro de 2013). «Terceira opção no Santos, Galhardo acerta com Bahia até o fim de 2014». GloboEsporte.com. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  10. «Em tarde inspirada, CSA goleia o Bahia e empolga a torcida no Rei Pelé». GloboEsporte.com. 19 de janeiro de 2014. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  11. «De uniforme e técnico novos, Galícia 'demole' o Bahia com virada na Fonte». GloboEsporte.com. 9 de fevereiro de 2014. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  12. «Diagnosticado com entorse, Galhardo tem fratura e passará por cirurgia». GloboEsporte.com. 28 de março de 2014. Consultado em 22 de junho de 2021 
  13. Rafael Santana (30 de novembro de 2014). «Bahia derrota o Grêmio e mantém vivo o sonho de permanecer na elite». GloboEsporte.com. Consultado em 22 de junho de 2021 
  14. Fúlvio Feola e Eduardo Moua (10 de janeiro de 2015). «Grêmio acerta o empréstimo do lateral Galhardo, do Santos, por um ano». GloboEsporte.com. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  15. «Em tom de despedida, Barcos faz dois e garante vitória do Grêmio na estreia». GloboEsporte.com. 31 de janeiro de 2015. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  16. «Grêmio domina Santos na Vila em jogo com expulsão polêmica e cola no líder». GloboEsporte.com. 5 de julho de 2015. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  17. «Grêmio sofre com valentia do JEC, mas vira e confirma ascensão no Brasileirão». GloboEsporte.com. 16 de agosto de 2015. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  18. André Donke e Igor Resende (7 de dezembro de 2015). «Galhardo mantém domínio gremista em laterais na Bola de Prata». ESPN.com.br. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  19. Bruno Giufrida (7 de janeiro de 2016). «Santos vende lateral Rafael Galhardo para o Anderlecht, da Bélgica». GloboEsporte.com. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  20. «Sint-Truiden 1-2 Anderlecht». oGol. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  21. «Bola de Prata em 2015, Rafael Galhardo acerta com Atlético-PR e volta ao Brasil». ESPN.com.br. 18 de julho de 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  22. «Comandado por Diego Souza, Sport vence o Atlético-PR na Ilha e faz a trinca». GloboEsporte.com. 30 de julho de 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  23. «Rafael Galhardo rescinde contrato com o Atlético». Tribuna PR. 26 de janeiro de 2017. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  24. «Cruzeiro acerta com Galhardo, ex-Fla, e aguarda lateral para exames». GloboEsporte.com. 22 de julho de 2017. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  25. «Judivan marca em seu retorno, mas Avaí empata no fim contra o Cruzeiro no Mineirão». GloboEsporte.com. 15 de novembro de 2017. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  26. «Sem renovação: com mensagem na internet, Galhardo se despede do Cruzeiro». GloboEsporte.com. 12 de dezembro de 2017. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  27. «Após vender Madson, Vasco contrata ex-Fla para lateral direita». UOL Esporte. 11 de janeiro de 2018. Consultado em 11 de janeiro de 2018 
  28. «Galhardo diz ter família vascaína e elogia Zé Ricardo antes de provável estreia». Estadão. 20 de janeiro de 2018. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  29. «Sob os olhares do novo presidente, Vasco leva sufoco para vencer o Nova Iguaçu». GloboEsporte.com. 21 de janeiro de 2018. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  30. «Rafael Galhardo é emprestado pelo Vasco ao Grêmio». Superesportes. 6 de março de 2019. Consultado em 2 de janeiro de 2021 
  31. Eduardo Gabardo (8 de junho de 2021). «Ex-gremista Galhardo vai se aventurar em nova liga do Canadá». GaúchaZH. Consultado em 22 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]