Rafe perineal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rafe perineal
Gray405.png
O períneo. O tegumento e camada superficial da fáscia superficial refletida. (Rafe visível no topo.)
Gray1144.png
O escroto
Latim raphe perinei
Precursor dobras urogenitais

A rafe perineal é uma linha visível ou uma linha de tecido no corpo humano que se estende do ânus até o períneo. É encontrado em homens e mulheres e surge da fusão das dobras urogenitais.

Nos homens, esta estrutura continua através da linha média do escroto (rafe escrotal) e para cima através da linha média posterior do pênis (rafe peniana). Também existe mais profundamente através do escroto, onde é chamado o septo escrotal. É o resultado de um fenômeno de desenvolvimento fetal em que o escroto e o pênis se aproximam da linha média e se fundem.[1]

Tem sido argumentado que a "costela" na história bíblica de Adão e Eva é na verdade um erro de tradução de um eufemismo do hebraico bíblico para báculo (osso do pênis), e que sua remoção de Adão no Livro de Gênesis é uma narrativa de criação para explicar sua ausência em humanos, assim como a presença da rafe - como resultado de uma 'cicatriz'.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Graaff, Kent (1989). Concepts of human anatomy and physiology. Dubuque, Iowa: Wm. C. Brown Publishers. ISBN 0-697-05675-9 
  2. Gilbert, S. F.; Zevit, Z. (2001). «Congenital human baculum deficiency: The generative bone of Genesis 2:21-23». American Journal of Medical Genetics. 101 (3): 284–5. PMID 11424148. doi:10.1002/ajmg.1387 



Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.