Raimundo Artur de Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Raimundo Artur de Vasconcelos (Barras, 29 de março de 1866, Rio de Janeiro 31 de outubro de 1922) foi um engenheiro e político brasileiro.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Entrou no Exército em 1883 e chegou a coronel e foi reformado como general; bacharel em matemática, ciências físicas e naturais. De 1894 a 1896 foi deputado federal, eleito governador do Piauí, pelo voto direto, o qual exerceu o mandato de 1 de julho de 1896 a 30 de junho de 1900 e seguida foi novamente leito deputado federal, cargo o qual renunciou.E de 1904 a 1908 foi senador pelo Piauí.[3][4][5]

Quando governador sancionou a lei 144, de 08 de julho de 1897, elevando a Vila da Colônia a categoria de cidade, redenominada para Floriano, em panegírico ao “Marechal de Ferro” Floriano Peixoto.[6]

Referências

  1. BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário histórico e geográfico do estado do Piauí. Teresina, FCMC/PMT, 1994. página 580
  2. SANTOS, Gervásio; KRUEL, Kenard. História do Piauí. Teresina : Halley/Zodíaco, 2009.
  3. Idem ref 1
  4. TITO FILHO, Arimatéia. Governadores do Piauí: Capitania, província e estado. Rio de Janeiro, Artenova, 1978
  5. PEREIRA, Joselina Lima Rodrigues. História e geografia do Piauí/estudos sociais. 4ª edição, Teresina; edição da autora, 2007. p. 200. ISBN 978-85-907794-0-7
  6. SOARES, Sidney. Enciclopédia dos Municípios Piauienses. Fortaleza; Escola gráfica Santo Antônio. 1972.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Coriolano de Carvalho e Silva
Governador do Piauí
1896 — 1900
Sucedido por
Arlindo Francisco Nogueira


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.