Ramiro (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ramiro
Ramiro
Ramiro com o Grêmio em 2017
Informações pessoais
Nome completo Ramiro Moschen Benetti
Data de nasc. 22 de maio de 1993 (29 anos)
Local de nasc. Gramado (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro
italiano[1]
alemão
Altura 1,68 m
Ambidestro
Apelido Ramito, Ramirinho,
Pequeno Gigante
Informações profissionais
Clube atual Corinthians
Número 17
Posição Meio-campo
Clubes de juventude
2005–2010 Juventude
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2012
2013–2018
2019–
2021–2022
Juventude
Grêmio
Corinthians
Al-Wasl (emp.)
00016 0000(2)
00254 000(23)
00107 0000(6)
00034 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 6 de agosto de 2022.

Ramiro Moschen Benetti (Gramado, 22 de maio de 1993), mais conhecido apenas como Ramiro, é um futebolista brasileiro que atua como volante ou meia direita. Atualmente, joga no Corinthians.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Juventude[editar | editar código-fonte]

Ramiro iniciou no futsal, quando jogava na escolinha de futsal Guerreiro, e em 2003 ingressou no nas categorias de base do Juventude, de Caxias do Sul, por onde passou pelas equipes Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-20, até ser convocado para a primeira partida com o time principal, em 2011.[2]

Sua estreia como profissional foi no Campeonato Gaúcho de 2011, contra Lajeadense, no Estádio Alfredo Jaconi.[3] O seu primeiro gol como profissional foi contra o Grêmio, em partida do Campeonato Gaúcho do mesmo ano, no Estádio Alfredo Jaconi.[4] Nesse mesmo ano defendeu o Juventude no Campeonato Brasileiro Série D e na Copa do Brasil.[5]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

No início de 2013, o jogador entrou em negociação envolvendo o Grêmio e o Juventude, fazendo parte de um "pacote" de jogadores que se transferiram para o clube gaúcho para a disputa da Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro, Campeonato Gaúcho e Copa do Brasil daquele ano. Além de Ramiro, ingressaram no clube gaúcho o zagueiro Bressan, o atacante Paulinho e o goleiro Follmann, todos revelados pelas categorias de base do Juventude.[6]

O primeiro gol de Ramiro com a camisa do Grêmio foi anotado em partida contra o Vasco, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, no Estádio São Januário. A partida terminou com vitória do Grêmio por 3 a 2 e o gol fora considerado um dos mais bonitos da competição daquele ano. Os demais gols foram marcados por Alex Telles (contra) e André, para o Vasco, e Barcos (duas vezes), para o Grêmio.[7]

Em 2014, mesmo com a saída de Renato Portaluppi e a chegada do treinador Enderson Moreira, o jogador seguiu como titular absoluto da equipe gremista, sendo fundamental para a conquista da vaga para a segunda fase da Copa Libertadores da América em primeiro lugar do Grupo 6, o chamado "grupo da morte". O grupo continha, além do Grêmio, o Nacional de Montevidéu (URU), o Newell's Old Boys (ARG) e o Atlético Nacional de Medellín (COL). O volante encerrou a primeira fase com um gol (contra o Nacional de Medellín) e três importantes assistências (duas contra o contra o Nacional de Medellín e uma contra o Nacional de Montevidéu).[8]

Em abril de 2014, em entrevista ao site GloboEsporte.com, o jogador declarou ser gremista desde criança, embora tenha adquirido identificação com o Juventude, onde iniciou sua carreira. Declarou, ainda, que jogar a Libertadores pelo Grêmio é um sonho de criança realizado.[9]

No dia 25 de março de 2015, o jogador atingiu a marca de 100 jogos com a camisa do Grêmio, contra o Novo Hamburgo, em partida válida pelo Campeonato Gaúcho 2015, marcando o único gol da vitória gremista por 1 a 0, em chute de fora da área.[10]

Ramiro passou a alcançar outro patamar atlético e histórico no Grêmio a partir da saída do técnico Roger Machado e da sucessiva chegada de seu substituto, Renato Portaluppi, que iniciaria sua terceira e, até então, mais vitoriosa passagem na casamata do Tricolor dos Pampas. Ramiro, que era aproveitado irregularmente por Roger, ora como volante de contenção, ora como lateral-direito, foi escalado por Renato como meia-atacante, como um "extrema" pela direita. A estreia do atleta em sua nova função foi coroada com uma grande atuação, com direito a golaço contra o Palmeiras, na partida de ida válida pelas quartas-de-final da Copa do Brasil de 2016.[11] A partir de então, Ramiro mostrou-se peça fundamental[12][13] no histórico time que ainda venceria a própria Copa do Brasil de 2016 (que daria fim a um jejum de 15 anos sem títulos relevantes para o Grêmio), além da Copa Libertadores da América de 2017, e o Gauchão e a Recopa Sul-Americana de 2018, razão pela qual veio a ser apelidado de "Pequeno Gigante", contrastando sua baixa estatura com sua qualidade técnica e entrega física e emocional em campo.[14]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

O Corinthians anunciou na tarde do dia 13 de dezembro de 2018 a contratação do meia Ramiro, do Grêmio. O jogador de 25 anos assinou com o Corinthians por quatro temporadas, até dezembro de 2022. Em nota oficial, o Corinthians informou que adquiriu 70% dos direitos econômicos de Ramiro. O Grêmio era dono de 20%, e o grupo do iraniano Kia Joorabchian detinha 50%.[15] Fez a sua estreia com a camisa alvinegra, no dia 13 de janeiro de 2019, em um empate por 1-1 contra o Santos, numa partida amistosa.[16]

Marcou o seu primeiro gol no dia 18 de janeiro de 2020, em uma derrota por 2-1 contra o Atlético Nacional, na Florida Cup.[17]

Em 02 de junho de 2021, chegou a marca de 100 jogos com a camisa do Corinthians.[18]

Em 6 de agosto de 2022, voltou a jogar pelo Corinthians, no empate por 1-1 contra o Avaí, no Estádio da Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro 2022.[19]

Al-Wasl[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2021, foi emprestado para o Al-Wasl por um ano, com opção de compra ao final do empréstimo.[20] Sua ida para o time de Dubai aconteceu no final de junho.[21] Em 8 de junho de 2022, se despediu do clube árabe.[22]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 2 de julho de 2022.[23]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Juventude 2011 4 1 0 7 1 11 2 0
2012 5 0 0 5 0 0
Total 9 1 0 7 1 0 16 2 0
Grêmio 2012 3 0 0 3 0 0
2013 29 1 0 6 0 0 5 0 0 40 1 0
2014 33 2 0 1 0 0 7 1 0 13 0 0 54 3 0
2015 5 0 0 1 0 0 7 1 0 13 1 0
2016 22 1 0 7 1 0 4 1 0 6 0 0 39 3 0
2017 26 6 4 6 0 0 14 1 0 14 4 0 60 11 4
2018 21 0 0 3 0 0 11 2 0 10 2 1 45 4 1
Total 136 10 4 27 1 0 36 5 0 60 7 1 254 23 5
Corinthians 2019 18 0 1 5 0 0 5 0 1 11 0 0 39 0 2
2020 31 1 1 2 0 0 2 1 0 35 3 1
2021 6 0 0 4 1 0 4 2 0 18 0 1 32 3 1
2022 1 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
Total 56 1 2 11 1 0 9 2 1 31 1 1 107 6 4
Al-Wasl 2021–22 25 2 3 9 0 3 34 2 6
Total 25 2 3 9 0 3 34 2 6
Total na carreira 225 20 9 47 2 3 45 7 1 90 9 2 410 33 15

Títulos[editar | editar código-fonte]

Juventude[editar | editar código-fonte]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. «Ramiro é recebido com festa em Canela e Gramado». GZH. 22 de dezembro de 2017. Consultado em 11 de julho de 2022 
  3. «Aos 17 anos, Ramiro briga por vaga no time titular do Juventude». Diário Gaúcho. Consultado em 11 de julho de 2022 
  4. «Ramiro celebra golaço e atuação contra o Vasco: "não tem como esquecer"». Jornal de Brasília. 20 de agosto de 2013. Consultado em 11 de julho de 2022 
  5. Janeiro, Por Fred Gomes Rio de. «Série D começa com Juventude e Santa buscando o renascimento». globoesporte.com. Consultado em 11 de julho de 2022 
  6. «Grêmio oficializa "pacote" do Juventude e apresenta reforços na semana que vem». GZH. 28 de dezembro de 2012. Consultado em 11 de julho de 2022 
  7. «Vasco x Grêmio - Campeonato Brasileiro 2013». globoesporte.com. Consultado em 11 de julho de 2022 
  8. «Grêmio de visita garante passe às oitavas - CONMEBOL». www.conmebol.com. 3 de abril de 2014. Consultado em 11 de julho de 2022 
  9. Alegre, Por Diego GuichardPorto. «'Garçom e operário', Ramiro se adapta ao estilo do Grêmio na Libertadores». globoesporte.com. Consultado em 11 de julho de 2022 
  10. GloboEsporte.com (26 de março de 2015). «Ramiro fecha 100 jogos no Grêmio com gol e aprova dupla com Maicon». GloboEsporte.com. Consultado em 27 de março de 2015 
  11. «Grêmio vence Palmeiras por 2 a 1 na Arena e sai em vantagem na Copa do Brasil». GaúchaZH 
  12. «Ramiro, o sobrevivente que virou o motorzinho do Grêmio de Renato». GaúchaZH 
  13. «GaúchaZH». gauchazh.clicrbs.com.br. Consultado em 20 de julho de 2018 
  14. «Pequeno gigante: relembre três golaços de Ramiro sob comando de Renato». Torcedores.com. 14 de fevereiro de 2017 
  15. «Corinthians anuncia a contratação de Ramiro, volante do Grêmio, por quatro anos». globoesporte.com. 13 de dezembro de 2018. Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  16. «Ramiro não escolhe posição e revela conversa com Carille». Gazeta Esportiva. 14 de janeiro de 2019. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  17. «Ramiro comemora primeiro gol pelo Corinthians e espera bom 2020». Terra. Consultado em 19 de janeiro de 2020 
  18. «De saída, Ramiro recebe placa pelos 100 jogos com a camisa do Corinthians». ge. Consultado em 3 de junho de 2021 
  19. «Atuações do Corinthians: Renato Augusto volta bem, e Balbuena se recupera dentro do jogo». ge. Consultado em 7 de agosto de 2022 
  20. «Corinthians acerta empréstimo do volante Ramiro ao Al Wasl, de Dubai; veja detalhes». ge. Consultado em 26 de maio de 2021 
  21. «Corinthians anuncia saída de Ramiro, que vai para o Al Wasl». ge. Consultado em 27 de junho de 2021 
  22. «Al Wasl se despede de Ramiro, emprestado pelo Corinthians - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 11 de julho de 2022 
  23. «Ramiro Moschen Benetti». www.footballdatabase.eu. Consultado em 11 de julho de 2022 

Links externos[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.