Ramiro Blacut

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ramiro Blacut
Informações pessoais
Nome completo Ramiro Blacut Rodríguez
Data de nasc. 3 de janeiro de 1944 (73 anos)
Local de nasc. La Paz,  Bolívia
Informações profissionais
Posição Treinador (ex-Atacante)
Clubes de juventude
1959-1962 Bolívia Bolívar
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1963-1965
1965-1966
1966-1971
1972-1973
1974
Argentina Ferro Carril Oeste
Alemanha Ocidental Bayern de Munique
Bolívia Bolívar
Peru FBC Melgar
Bolívia The Strongest
11 (1)
0 (0)
- (-)
- (-)
- (-)
Seleção nacional
1963-1972 Flag of Bolivia.svg Bolívia 23 (3)
Times/Equipas que treinou
1979
1979-1981
1980-1981
1982
1983
1984
1985-1986
1987
1988-1989
1990
1991-1992
1992
1994
1995
1996
1997
1998
1999
1999-2000
2001-2003
2004
2005
2006
Bolívia Bolívar
Flag of Bolivia.svg Bolívia
Bolívia The Strongest
Bolívia Blooming
Bolívia Bolívar
Bolívia Chaco Petrolero
Bolívia Blooming
Bolívia Deportivo Litoral
Bolívia Bolívar
Bolívia Blooming
Flag of Bolivia.svg Bolívia
Bolívia Blooming
Bolívia The Strongest
Bolívia Bolívar
Bolívia The Strongest
Bolívia Guabirá
Bolívia Jorge Wilstermann
Bolívia Real Santa Cruz
Equador Aucas
Equador El Nacional
Flag of Bolivia.svg Bolívia
Equador Deportivo Cuenca
Bolívia Oriente Petrolero

Ramiro Blacut Rodríguez (La Paz, 3 de janeiro de 1944) é um ex-futebolista e treinador de futebol boliviano. Jogava como atacante[1].

Carreira de jogador[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Bolívar em 1959, Blacut (também grafado como Blacutt) estreou profissionalmente em 1963, defendendo o Ferro Carril Oeste, permanecendo por 2 anos no clube argentino.

Em 1965, teve uma curta passagem pelo Bayern de Munique, tendo conquistado uma Copa da Alemanha no ano seguinte. Sem ter atuado em partidas oficiais, Blacut voltaria ao Bolívar, onde destacou-se em 6 anos, conquistando dois campeonatos bolivianos. Antes de encerrar a carreira, em 1974, o atacante vestiria as camisas de FBC Melgar e The Strongest, onde parou de jogar aos 30 anos.

Pela Seleção Boliviana de Futebol, Blacut atuou entre 1963 e 1972, disputando 23 jogos e marcando 3 gols. Fez parte do elenco que sagrou-se campeão da Copa América de 1963, além de ter jogado a edição de 1967. Como técnico, treinou a Bolívia nas edições de 1979, 1991 e 2004.

Carreira de técnico[editar | editar código-fonte]

Encerrada a carreira de jogador, Blacut estreou como técnico de futebol em 1979, comandando o Bolívar. No mesmo ano, foi escolhido para treinar a Seleção Boliviana de Futebol, em paralelo com suas funções no The Strongest. Foi no Bolívar que Blacut exerceu o comando técnico por mais oportunidades: 4 (1979, 1983, 1988-89 e 1995), juntamente com o Blooming (1982, 1985-86, 1990 e 1992).

Além das equipes citadas e da Seleção Boliviana (treinou em 3 oportunidades: 1979-81, 1991-92 e 2004), comandaria outras 10 agremiações: The Strongest (1980-81), Chaco Petrolero (1984), Deportivo Litoral (1987) Guabirá (1997), Jorge Wilstermann (1998), Real Santa Cruz (1999), Aucas (1999-2000), El Nacional (2001-03), Deportivo Cuenca e Oriente Petrolero.

Referências



Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.