Raotepe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Raotepe
Príncipe do Egito
Estátua de Raotepe
Cônjuge Noferte
Sepultado em mastaba, Meidum
Ocupação Sacerdote de
Filho(s) Jedi, Itu, Nefercau, Mererete, Nejemibe, Setetete
Pai Seneferu ou Huni
Mãe Primeira esposa de Seneferu ou esposa de Huni
Religião Politeísmo egípcio

O príncipe Raotepe era um príncipe do Antigo Egito durante a IV dinastia. Ele era provavelmente filho do faraó Seneferu e sua primeira esposa,[1] embora Zahi Hawass sugira que seu pai era Huni.[2]

Raotepe (R 'htp) significa " está satisfeito". Rá é um deus do sol. Otepe significa "satisfeito". (Outro significado é 'Rá-pacífico', 'Rá-contente'.)

D21
D36
R4
X1 Q3

Biografia[editar | editar código-fonte]

Os títulos de Raotepe foram inscritos em uma magnífica estátua dele que, com uma estátua de sua esposa, foi escavada em sua mastaba em Meidum em 1871 por Auguste Mariette. Estes o descrevem como Sumo Sacerdote de Rá em Heliópolis (com o título adicional, exclusivo para Heliópolis, a cidade de Rá, de "O Maior dos Videntes"), Diretor de Expedições e Supervisor de Obras.[3] Ele também tem um título dado à alta nobreza, "o filho do rei, gerado de seu corpo".[4]

O irmão mais velho de Raotepe era Nefermaate I, e seu irmão mais novo era Ranefer. Raotepe morreu quando ele era jovem, então seu meio-irmão Quéops se tornou faraó após a morte de Seneferu.[5]

A esposa de Raotepe era Nofrete. Seus pais são desconhecidos.

Noferte e Raotepe tiveram três filhos – Jedi, Itu e Nefercau – e três filhas – Mererete, Nejemibe e Setetete. Eles são retratados na tumba de Raotepe.[6]

Representações de Raotepe[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Snofru, Rahotep's father Arquivado 2010-04-25 no Wayback Machine
  2. Hawass, Zahi A. (2006). Mountains of the pharaohs : the untold story of the pyramid builders. Internet Archive. Nova Iorque: Doubleday. p. 22 
  3. Rice, Michael (1999). Who's who in ancient Egypt. Internet Archive. Londres; Nova Iorque: Routledge. p. 164. ISBN 978-0-415-15448-2. Rahotep priest nofret. 
  4. El-Shahawy, Abeer; al-Miṣrī, Matḥaf (2005). The Egyptian Museum in Cairo (em inglês). [S.l.]: American Univ in Cairo Press 
  5. Rahotep and Nofret Arquivado 2012-04-14 no Wayback Machine
  6. Dodson, Aidan; Hilton, Dyan (2004). The Complete Royal Families of Ancient Egypt. Londres: Thames & Hudson. ISBN 0-500-05128-3
  7. The Oxford History of Ancient Egypt, Ian Shaw, c. 2000, p. 129.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]