Raposa-de-bengala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde agosto de 2014).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaRaposa-de-bengala
Raposa bengala.jpg

Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Canidae
Género: Vulpes
Espécie: V. bengalensis
Shaw, 1800

A raposa-de-bengala (Vulpes bengalensis) é um mamífero canídeo do gênero Vulpes.

Habitat[editar | editar código-fonte]

A Raposa de Bengala vive na Índia, no Nepal e no Paquistão. Não vivem em florestas, e sim aos pés do Himalaia e em campos abertos.

Assim como a Raposa Vermelha, é um dos canídeos mais bem adaptáveis, ajustando-se bem ao meio urbano. As raposas, exceto pelos cães domésticos, são os membros mais disseminados da família (Canidae).

• Índia: É a raposa mais comum das planícies indianas. Eliminada pela caça da maioria das planícies que não eram protegidas. Uma população não muito significativa pode ser encontrada em áreas protegidas na Índia. Estão distribuídas desigualmente, com uma densidade aproximada de um indivíduo a cada 10 km2. A Raposa de Bengala foi eliminada, principalmente, em áreas abertas, embora pequenas populações persistem em áreas onde rochas lhes proporcionam refúgio.

• Nepal: Existem poucas informações, mas evidências de sua presença foram encontradas nas seguintes áreas: fazendas de Terai, floresta de Birganj, vale do Rapti e no extremo ocidente do Nepal.

Temperamento[editar | editar código-fonte]

Acredita-se que a Raposa de Bengala é monogâmica, vivendo grande tempo com o seu parceiro, mas isso é baseado em pequenas evidências. A Raposa caça sozinha. Geralmente de atividade crepuscular e noturna, em temperaturas amenas pode ser encorajada a sair durante o dia. Esse tipo de comportamento é muito comum em dias seguidos de chuva e nublados.

Dois tipos de tocas foram descritas: tocas simples e pequenas com duas aberturas usadas para breves períodos de descanso, e tocas cavernosas complexas, com muitas entradas. As entradas paras as tocas são sujas com excrementos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

A gestação dura 53 dias, equivalente à média das outras raposas. O tamanho da ninhada varia de 2 a 4 filhotes, que nascem em uma toca. os casais podem ser ajudados por membros de ninhadas de anos anteriores, que ficam por perto para ajudar os seus pais. Os membros do par caçam separadamente.

Não se sabe com qual idade as Raposas de Bengala, machos e fêmeas, estão sexualmente maduras e nem se sabe qual a sua expectativa de vida.

As Raposas de Bengalas vivem em pares, mas caçam sozinhas.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

A Raposa de Bengala se alimenta de insetos, filhotes de pássaros terrestres (que fazem seus ninhos no chão) e pequenos mamíferos. Também se alimentam de cupins alados, gafanhotos, caranguejos, roedores e até melões, se estiver na estação desta fruta.

Ameaças[editar | editar código-fonte]

Aos pés do Himalaia, a Raposa de Bengala é caçada por esporte e por sua pele. Suas partes corporais são usadas na medicina. Em algumas áreas da sua distribuição, são pegas para servirem de alimento.

[1]

  1. http://cantodosbichos.awardspace.com/animais/mamiferos/raposa_bengala.htm