Raquel Muniz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Deputada Raquel Muniz durante sessão de discussão do processo de impeachment de Dilma, no plenário da Câmara

Tânia Raquel de Queiroz Muniz, (Montes Claros, 24 de julho de 1963), é médica geriatra e do trânsito, pedagoga, professora universitária, empresária e política brasileira, do estado de Minas Gerais. Ex-deputada federal e ex-presidente da comissão de cultura da câmara federal. Atualmente exerce a função de médica e diretora geral da Faculdades Unidas do Norte de Minas (FUNORTE).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Plenário do Senado Federal durante sessão solene do Congresso Nacional destinada ao lançamento da Campanha Institucional "Mulher na Política", do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), como incentivo à participação da mulher no Parlamento.
8º Fórum Mundial da Água - Conferência parlamentar com o tema: "O papel dos Parlamentos e o direito à água".Em discurso, deputada Raquel Muniz (PSD-MG).Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Raquel Muniz é formada em Pedagogia e Medicina. Primeira mulher nortemineira a chegar à Câmara Federal, chegou ao parlamento como a mulher mais votada em Minas, com quase 100 mil votos.

Casada com Ruy Adriano Borges Muniz, ex-prefeito de Montes Claros, é mãe de Gabriel, Thiago, Matheus e David e avó de Júlia e Giovana.

Na Câmara Federal atua em diversas comissões como Educação, Saúde, Transposição e Revitalização do São Francisco, tendo sido presidente da Frente Parlamentar para duplicação da BR 25, da Comissão de Cultura e da Comissão da Crise Hídrica – que debateu a falta de água em Minas e a necessidade de recuperação de rios e nascentes.

Raquel Muniz também é a autora do Projeto de Emenda à Constituição (PEC) nº15/15, que transforma o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb em programa permanente e foi autora da CPI do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), que trouxe como benefício a redução em 37% dos valores pagos ao seguro em 2017, redução de 35% em 2018 e redução de 63,3% em 2019.

Condecorada com as Medalhas Maria da Cruz (Comenda de Civismo e Consciência do Governo de Minas distingue pessoas da vida pública que, por seus serviços ou mérito excepcional, tenham se tornado merecedoras do reconhecimento por parte do movimento), Ivan José Lopes de Honra a Montes Claros ( maior honraria que a cidade de Montes Claros oferece a pessoas da vida pública que, por seus serviços ou mérito excepcional, tenham se tornado merecedoras do reconhecimento por parte do movimento) e Medalha Ordem do Mérito Médico, que homenageia médicos que trabalham em prol da saúde dos brasileiros.

Raquel Muniz é a autora do Projeto de Lei nº8468/2017 que transforma Salinas em Capital Nacional da Cachaça. O projeto, após passar pelo Senado, foi sancionada pela Presidência se tornando a Lei nº13.773/2018.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.