Ratinho Livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Abril de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ratinho Livre
Informação geral
Formato Programa de auditório
Duração 60 minutos
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Emilio Surita
Marcos Chiesa
Apresentador(es) Carlos Massa
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 4:3 480i
Transmissão original 22 de setembro de 1997 - 28 de agosto de 1998

Ratinho Livre foi um programa de televisão brasileiro, exibido pela RecordTV, entre setembro de 1997 a agosto de 1998, de segunda Antes de apresentar, Ratinho era apresentador do programa 190 Urgente, da CNT[1], o programa policial responsável pela maior audiência da emissora de TV pelo estado do Paraná, por abordar prisões e crimes em Curitiba e outros cantos do estado, mas dava espaço em outros estados.

O programa entrou no ar das 20h até a meia-noite, no lugar de programas que não lhe renderam audiência. A audiência no horário nobre da Record subiu em pouco tempo de 3 pontos para 9 pontos.

Com o tempo, em apenas um mês, chegou a segundo lugar de audiência, derrotando o SBT (com a exibição da novela Fascinação das 21-22h), chegando a desafiar a Rede Globo depois que terminava a novela Por Amor.

Mesmo assim, chegou a ter maior parte do programa, primeiro lugar segundo o IBOPE, derrotando desde a novela até o Jornal da Globo.

Por conta dos sucessivos ganhos de audiência, a novela Por Amordurava 1h, teve ser esticada por mais de meia hora: 20h30 até 22h.

Mesmo assim, foi a primeira vez que desde 1990,que a Rede Globo, perdia o primeiro lugar, a façanha conseguida foi a novela Pantanal e os diversos animes japôneses, da extinta Rede Manchete.

No início de 1998, o programa voltou a ganhar mais audiência, com a novela Torre de Babel (telenovela), que não agradou parte dos telespectadores que assistiram a novela anterior, que migraram ao Ratinho.

Neste ano foi o auge da audiência tanto para o programa e a Record, que faturaram com propagandas e patrocínios.

No entanto, em agosto de 1998, dois dias depois ter uma única edição de sábado, Ratinho saiu da rede sem mesmo pedir demissão. O motivo pela saída brusca da Rede Record foi por conta das divergências com dono da emissora Edir Macedo, por causa do salário (Ratinho recebia R$ 80 mil reais, muito baixo para padrões televisivos).

Por conta da saída, uma nota da Record, quando dava sempre intervalo do Ratinho Livre, com letras brancas e o fundo azul, afirmava que o Ratinho estava saindo da emissora e que seria processado por quebra de contrato.

O programa começou a ser reprisado, com dias anteriores e a semana seguinte, foi substituído pelo Leão Livre, apresentado pelo Gilberto Barros, mais conhecido como Leão[1], até então apresentava no programa policial Disque Record das 12-14h.

A saída do Ratinho foi um desastre: Quando era apresentado pela Record, dava 35 pontos de audiência, ao ter o novo programa no SBT, o Programa do Ratinho, caiu para 14, o que demonstrava que os telespectadores não concordaram a sua saída brusca por outra emissora. A saída do Ratinho seria por questão financeira: Silvio Santos oferecia R$ 1 milhão de reais, caso não renovasse com a Record.

Com isto, a Globo demorou até a quase metade de 1999 ter a audiência da novela e outros horários.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Troféu Imprensa (1998)[editar | editar código-fonte]

  • Revelação do Ano - Ratinho
  • Melhor Programa de auditório

Referências

  1. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Thell
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.