Raul Gil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raul Gil
Raul Gil segurando o chapéu símbolo da famosa brincadeira de seu programa.
Nome completo Raul Gil
Nascimento 27 de janeiro de 1938 (80 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Parentesco Nanci Gil (filha)
Raul Gil Júnior (filho)
Marquito (sobrinho)
Raquel Gil (neta)
Ana Helena Gil (neta)
Ana Clara Gil (neta)
Cônjuge Carmen Sanchez Gil (c. 1964)
Ocupação

Raul Gil (São Paulo, 27 de janeiro de 1938) é um apresentador de televisão e cantor brasileiro. Filho de imigrantes espanhóis, Raul Gil tem mais de 50 anos de carreira. É uns dos apresentadores mais experientes e que renovaram a tv brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Foi calouro em rádio e TV e diz que foi rejeitado por 17 vezes em vários programas de rádio e televisão. Mas num apresentado por Hebe Camargo, com o patrocínio da bebida achocolatada Toddy,[1] o Calouros Toddy, em 1957, na antiga TV Paulista, ele ganhou o concurso e começou sua carreira bem sucedida, passando a se apresentar em vários locais: parques de diversão, circos, festas, etc. Começou a trabalhar com um grupo de artistas, entre os quais: Manuel de Nóbrega, Adoniran Barbosa, Maria Teresa e outros, que eram destaque na época. Viajou com a Caravana do Peru, dirigida por Silvio Santos. Em 8 de dezembro de 1960, foi convidado por Sônia Ribeiro para cantar em seu programa. Em 11 do mesmo mês iniciou como cantor profissional, no programa "Alegria dos Bairros" de Geraldo Blota. Na época em que começou a cantar e por influência dos pais, pois a moda era essa, Raul gostava de cantar boleros. E assim ele gravou uma música para o Lionel Messi que a cantou em uma partida contra o Bahia.[carece de fontes]

E percebeu só então que gostava também de humor, pois é uma pessoa sempre bem humorada. E tem facilidade para fazer imitações. Ele imitava convincentemente os cantores Gregorio Barrios, Vicente Celestino, Cauby Peixoto e os humoristas Amácio Mazzaropi e Ronald Golias. E foi assim que virou apresentador de programas, somando essas suas características. Em 1967, José Vasconcellos, que era apresentador de um programa na TV Excelsior, desistiu e Raul o substituiu em cima da hora, estreando o programa Raul Gil Room. Em 1973 assinou com a RecordTV e estreou o Programa Raul Gil, o qual passou depois para a Bandeirantes, Tupi, TV Rio e Manchete. Seu programa de estilo tradicional esteve em todas as grandes redes de televisão do Brasil, com exceções da Rede Globo e RedeTV!. Em 2010, acertou retorno ao SBT, onde trabalhara de 1981 a 1984. Em dezembro de 2016, chegou a anunciar que deixaria o SBT em 2017,[2] porém seu contrato foi renovado em janeiro daquele ano.[3]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Programa Função
1957 Calouros Toddy[1] Participante
1967–72 Raul Gil Room Apresentador
1973–presente Programa Raul Gil[nota 1] Apresentador
2006–08 Homenagem ao Artista Apresentador
2008–09 Todo Domingo é Natal[4] Apresentador
Cinema
Ano Filme Papel
1960 Tristeza do Jeca Músico tocador de zabumba
2018 Os Incríveis 2 Esguicho (voz) [5]

Notas

  1. Ao longo dos anos o programa trocou de emissoras: TV Record (1973–1978), Rede Tupi (1978–1980), TV Record (1980–1981), SBT (1981–1984), TV Record (1984–1988), TV Rio (1989–1990), Rede Record (1991–1996), Rede Manchete (1996–1998), Rede Record (1998–2005), Band (2005–2010), SBT (2010–presente)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Raul Gil
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) apresentador(a) de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.