Raul de Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raul de Barros
Nascimento 25 de novembro de 1915
Rio de Janeiro
Morte 8 de junho de 2009 (93 anos)
Itaboraí
Cidadania Brasil
Ocupação maestro
Causa da morte insuficiência renal

Raul Machado de Barros, mais conhecido como Raul de Barros (Rio de Janeiro, 25 de novembro de 1915Itaboraí, 8 de junho de 2009) foi um compositor, maestro, instrumentista e trombonista brasileiro.

É o autor do famoso choro Na Glória, e um dos grandes trombonistas brasileiros.

Foi um dos músicos em destaque no LP gravado em 1964 por Sérgio Mendes, denominado Sérgio Mendes e Brasil 66.

Morreu aos 93 anos, em consequência de um enfisema pulmonar e de insuficiência renal.[1]

Composições[editar | editar código-fonte]

  • "A felicidade vem depois" (com Zé Kéti)
  • "Copacabana” (com Alberto Ribeiro)
  • "Gilda"
  • "Ginga do candango"
  • "Na Glória" (com Ari dos Santos)
  • "Melodia celestial"
  • "Parabéns para você" (com Tuiu)
  • "Pau no burro" (com A. Guedes)
  • "Pororó...pororó"
  • "Prá moçada se acabar"
  • "Rock em samba"
  • "Tema de gafieira flor de Liz"
  • "Voltarás" (com Murilo Latini)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências