Rebecca Ferguson (cantora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a cantora. Para a atriz, veja Rebecca Ferguson (atriz).
Rebecca Ferguson
Ferguson se apresentando em Milão, Itália em 2012.
Informação geral
Nome completo Rebecca Caroline Ferguson
Nascimento 21 de julho de 1986 (36 anos)
Local de nascimento Liverpool, Inglaterra
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 2010–presente
Gravadora(s)
Página oficial http://www.rebeccaofficial.com

Rebecca Caroline Ferguson (Liverpool, 21 de julho de 1986)[1] é uma cantora e compositora inglesa, ela ganhou reconhecimento em 2010 quando ela se tornou vice-campeã na sétima temporada de The X Factor, em seguida assinou um contrato com Syco e Epic Records no Reino Unido e logo após, fechou nos EUA com a Columbia Records.

Seu álbum de estreia Heaven foi lançado em 2011 com sucesso de crítica e vendas, todo co-escrito pela artista. O álbum ganhou platina no Reino Unido e na Irlanda. Ferguson cita Aretha Franklin, Kings of Leon e Amy Winehouse como suas principais influências.

Seu primeiro álbum tem influências de soul, blues, pop e R&B; com letras sobre relacionamentos, sejam eles bem e mal sucedidos. A crítica comparou seu álbum com o trabalho de Aretha Franklin e Macy Gray. Descrevendo seu som Rebecca diz: "quite soulful, I don’t know what you compare it to. I’m just me."[2] ("bastante sentimental, eu não sei com o que comparar. Eu sou só eu")

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbum[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas Certificações
RU IRE SUI SCO
2011 Heaven 3 9 7 3
  • Mundial: 1.500.000
  • Reino Unido: 660.892
  • Reino Unido: 2× Platina
  • República da Irlanda: Platina
2013 Freedom 6 37 55 12
  • Reino Unido: 150.000
  • Reino Unido: Ouro
2015 Lady Sings the Blues 7 27 46 8
  • Reino Unido: 45.000
2016 Superwoman 7 37 91 7
  • Reino Unido: 35.000

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Paradas musicais Álbum
UK ALE IRE ESC SUI
2011 "Nothing's Real but Love" 10 64 23 10 24 Heaven
2012 "Too Good to Lose" 186
"Glitter & Gold" 116 68 65
"Backtrack" 15 23 13
"Shoulder to Shoulder"
"Teach Me How to Be Loved" 100 92 67 66
2013 "I Hope" 15 33 8 Freedom
"Light On" 40 52
2014 "All That I've Got" 150
2015 "Get Happy" Lady Sings the Blues
2016 "Bones" 170 67 Superwoman
"Superwoman"
2020 "Nothing Left but Family"
2021 "No Words Needed" 169

Turnês[editar | editar código-fonte]

  • Heaven Tour (2012)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2010 The X Factor Participante Participante da sétima série
2011 X Factor Results Show Convidada e performista Cantou 'Nothing's Real but Love'
2011 Breakfast Convidada Cantou 'Nothing's Real but Love'
2012 This is Lionel Richie Convidada Cantou 'Endless Love'
2012 Alan Carr: Chatty Man Convidada Cantou 'Glitter & Gold'
2012 Britain's Got Talent Convidada Cantou 'Teach Me How to Be Loved'

Referências

  1. «EXCLUSIVE: X Factor finalist Rebecca Ferguson's family on the childhood that encouraged her to become a star». ECHO. 25 de novembro de 2010. Consultado em 16 de dezembro de 2011 
  2. «Rebecca Ferguson: "I Just Wanted My Album To Be Me" | MTV UK». www.mtv.co.uk (em inglês). Consultado em 1 de fevereiro de 2022