Reconstrução de sobrancelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Reconstrução de sobrancelha é um procedimento cirúrgico destinado a restaurar e/ou personalizar a aparência das sobrancelhas de forma permanente. Foi originalmente destinado a vítimas de queimaduras e pacientes de doenças que impedem o cabelo de crescer na região da sobrancelha. A cirurgias de restauração - ou transplantes -, desde então, evoluíram para um procedimento cosmético de interesse estético.

Causas da perda de sobrancelhas[editar | editar código-fonte]

A perda das sobrancelhas ou madarose[1] pode ser causada por:[2]

Medidas reconstrutivas[editar | editar código-fonte]

Transplante[editar | editar código-fonte]

Com o avanço da tecnologia é possível realizar um transplante de sobrancelha, este procedimento é indicado em casos de perda da mesma, que normalmente está ligado a fatores como perda definitiva do pelo por depilação contínua com pinças, perda temporária ou definitiva dos pelos de origem autoimune, tricotilomania (mania involuntária de arrancar os fios), cicatrizes, queimaduras, acidentes e outros tipos de trauma no local. A técnica mais indicada é a FUE (Follicular Unit Extraction) que remove folículos pré-selecionados contendo apenas um fio de cabelo, essa técnica tem a vantagem de não deixar cicatrizes no local doador. O transplante de sobrancelha não é indicado para casos onde a perda dos cabelos é ocasionada por doenças autoimunes, como alopecia areata, lúpus eritematoso etc, porque os cabelos transplantados também irão cair, caso seja realizado um transplante no local.[7] Um aspecto negativo do procedimento é que por usar cabelos comuns do escalpo, os pelos transplantados precisam ser aparados regularmente.[8]

Maquiagem definitiva ou dermopigmentação[editar | editar código-fonte]

É muito parecido com a tatuagem.

Referências

  1. Maria Lucia dos Santos Philippi; Evanisa Maria Arone. Enfermagem Em Doencas Transmissiveis. Senac; 1994. ISBN 978-85-85578-10-7. p. 62.
  2. Neil Friedman,; Peter K. KAISER; Roberto PINEDA. Manual Ilustrado De Oftalmologia. Elsevier Health Sciences Brazil; 23 November 2011. ISBN 978-85-352-5474-7. p. 205–206.
  3. MARIA JULIA KOVACS; MARIA HELENA PEREIRA FRANCO; VICENTE AUGUSTO DE CARVALHO. Temas Em Psico-oncologia. Grupo Editorial Summus; 2008. ISBN 978-85-323-0383-7. p. 164.
  4. Antonio Carlos Lopes. Diagnostico e tratamento. Manole; 2006. ISBN 978-85-204-2473-5. p. 495.
  5. Jordi B.. Hair Loss: What to Do If It Happens to You. iUniverse; August 2010. ISBN 978-1-4502-0348-7. p. 120.
  6. REBECCA M.D.. The Comprehensive Guide to Skin Care: From Acne to Wrinkles, What to Do (And Not Do) to Stay Healthy and Look Your Best. ABC-CLIO; 12 November 2009. ISBN 978-0-313-37887-4. p. 115.
  7. Tiago Cordeiro. «Transplante permite reconstruir falhas e deformações nas sobrancelhas». SBCD - Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Consultado em 25 de dezembro de 2013 
  8. Dexter Williamsburg. Hair Transplantation Reveals. Clinton Gilkie; GGKEY:YLWYF7U0557. p. 12.

Bibligrafia[editar | editar código-fonte]

  • Fujita K. Reconstruction of eyebrows. La Lepro 1953;22:346
  • Gandelman M. Eyebrow and eyelash transplantation. In: Unger WP, editor. Hair transplantation. New York: Marcel Dekker; 1995. p. 294