Recopa Sul-Americana de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Recopa Sul-Americana de 2017
Evento Recopa Sul-Americana
Primeiro jogo
Data 4 de abril
Local Arena Condá, Chapecó
Árbitro ParaguaiPAR Mario Vivar
Público 19 005
Tempo Bom
Segundo jogo
Data 10 de maio
Local Estádio Atanasio Girardot, Medellín
Árbitro ChileCHI Roberto Tobar

A Recopa Sul-Americana de 2017, oficialmente COMEBOL Recopa 2017, é a 24ª edição do torneio realizado anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), disputado entre os vencedores dos dois principais torneios de clubes da América do Sul, a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana.

A edição de 2017 conta com a segunda participação da equipe colombiana Atlético Nacional, qualificada como campeã da Copa Libertadores da América de 2016, contra a Chapecoense, qualificada por ser campeã da Copa Sul-Americana de 2016. O primeiro jogo foi disputado em Chapecó, na Arena Condá, no dia 4 de abril de 2017, enquanto o segundo jogo aconteceu no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, em 10 de maio de 2017.[1]

Na primeira partida a Chapecoense venceu o jogo por 2–1 em seus domínios,[2] enquanto no jogo de volta o Atlético derrotou o time brasileiro por 4–1 e, devido ao maior saldo de gols, sagrou-se o campeão da competição.[3]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Clube Cidade Classificação Participação
Colômbia Atlético Nacional Medellín Campeão da Copa Libertadores da América de 2016
Brasil Chapecoense Chapecó Campeã da Copa Sul-Americana de 2016[4]

Bastidores[editar | editar código-fonte]

Os jogos serão disputados durante o ano após devido ao acidente do Voo LaMia 2933, no qual 19 jogadores Chapecoense e o técnico do clube morreram enquanto viajavam para disputar o primeiro jogo da Final da Copa Sul-Americana de 2016, que deveria ter sido disputado na casa do Atlético Nacional, no Estádio Atanasio Girardot, Medellín.[5][6] Após o acidente, a CONMEBOL concedeu a Copa Sul-Americana de 2016 à Chapecoense, a pedido do Atlético Nacional.[7] A tragédia produziu uma amizade entre os dois clubes:[8] na noite programada do jogo original, Atlético Nacional realizou um memorial para as vítimas com uma presença de mais de 130.000 pessoas, incluindo o prefeito de Chapecó,[9] um ato que os torcedores da Chapecoense agradeceram no encontro no Brasil.[10]

Formato[editar | editar código-fonte]

A Recopa Sudamericana é disputada em dois jogos, com o campeão da Copa Libertadores como mandante do segundo jogo. Se o resultado permanecer empatado no agregado dos dois jogos, a regra de gols fora não é usada, e uma prorrogação de 30 minutos será disputada. Se ainda assim o resultado permanecer empatado, a disputa de pênaltis é usada para determinar o vencedor.[11][12]

Partidas[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo[editar | editar código-fonte]

4 de abril Chapecoense Brasil 2 – 1 Colômbia Atlético Nacional Arena Condá, Chapecó
19:15 (UTC−3)
Reinaldo Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23' (pen)
Luiz Otávio Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Relatório Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' Torres Público: 19 005[13]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Vivar
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Chapecoense
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Atl. Nacional

CHAPECOENSE:
G 1 Brasil Artur Moraes Capitão
LD 22 Brasil Apodi Penalizado com cartão amarelo após 76 minutos 76'
Z 3 Brasil Douglas Grolli Substituído após 46 minutos de jogo 46'
Z 4 Brasil Nathan
LE 6 Brasil Reinaldo
M 2 Brasil João Pedro
M 18 Brasil Luiz Antônio Substituído após 65 minutos de jogo 65'
M 8 Brasil Andrei Girotto
A 7 Brasil Rossi
A 10 Brasil Túlio de Melo Substituído após 72 minutos de jogo 72'
A 17 Brasil Arthur
Substituições:
G 12 Brasil Elias
Z 16 Brasil Diego Renan
Z 21 Brasil Luiz Otávio Entrou em campo após 46 minutos 46'
M 5 Brasil Moisés Ribeiro Entrou em campo após 65 minutos 65'
M 19 Brasil Osman Júnior
A 9 Brasil Wellington Paulista Entrou em campo após 72 minutos 72'
A 11 Brasil Niltinho
Treinador:
Brasil Vagner Mancini
Chape-ANacional 2017-04-04.svg

ATLÉTICO NACIONAL:
G 25 Argentina Franco Armani
LD 2 Colômbia Daniel Bocanegra Penalizado com cartão amarelo após 22 minutos 22'
Z 3 Colômbia Felipe Aguilar
Z 12 Colômbia Alexis Henríquez Capitão Penalizado com cartão amarelo após 90 minutos 90'
LE 19 Colômbia Farid Díaz
M 8 Colômbia Diego Arias Penalizado com cartão amarelo após 88 minutos 88'
M 20 Colômbia Alejandro Bernal Substituído após 77 minutos de jogo 77'
M 11 Colômbia Andrés Ibargüen Substituído após 89 minutos de jogo 89'
M 10 Colômbia Macnelly Torres
A 9 Colômbia Luis Carlos Ruiz
A 17 Colômbia Dayro Moreno Substituído após 71 minutos de jogo 71'
Substituições:
G 1 Colômbia Cristian Bonilla
Z 5 Colômbia Francisco Nájera
M 14 Colômbia Elkin Blanco
M 18 Colômbia Aldo Ramírez Entrou em campo após 71 minutos 71'
M 21 Colômbia Jhon Mosquera Entrou em campo após 77 minutos 77'
M 23 Colômbia Edwin Velasco
A 7 Colômbia Arley Rodríguez Entrou em campo após 89 minutos 89'
Treinador:
Colômbia Reinaldo Rueda

Bandeirinhas:
Paraguai Milcíades Saldívar
Paraguai Roberto Cañete
Quarto árbitro:
Paraguai José Méndez

Estatísticas
Geral[14] Chapecoense Atlético Nacional
Gols marcados 2 1
Posse de bola 33% 67%
Finalizações totais 8 5
Finalizações no gol 5 1
Escanteios 6 6
Faltas cometidas 15 10
Impedimentos 1 6
Passes 217 513
Passes certos 185 433
Passes errados 32 80
Roubadas de bola 13 22
Cartões amarelos 1 3
Cartões vermelhos 0 0

Segundo jogo[editar | editar código-fonte]

10 de maio Atlético Nacional Colômbia 4 – 1 Brasil Chapecoense Estádio Atanasio Girardot, Medellín
19:45 (UTC−5)
Dayro Moreno Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1', Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Ibargüen Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30', Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79'
Súmula Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82' Túlio de Melo Público: [15]
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Atl. Nacional
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Chapecoense

ATLÉTICO NACIONAL:
G 25 Argentina Franco Armani
LD 2 Colômbia Daniel Bocanegra
Z 5 Colômbia Francisco Nájera
Z 12 Colômbia Alexis Henríquez Capitão
LE 19 Colômbia Farid Díaz
M 8 Colômbia Diego Arias Substituído após 90+1 minutos de jogo 90+1'
M 18 Colômbia Aldo Ramírez Substituído após 72 minutos de jogo 72'
M 11 Colômbia Andrés Ibargüen Penalizado com cartão amarelo após 56 minutos 56' Substituído após 90+3 minutos de jogo 90+3'
M 10 Colômbia Macnelly Torres
A 30 Colômbia Arley Rodríguez Penalizado com cartão amarelo após 84 minutos 84'
A 17 Colômbia Dayro Moreno
Substituições:
G 1 Colômbia Cristian Bonilla
M 14 Colômbia Elkin Blanco Penalizado com cartão amarelo após 85 minutos 85' Entrou em campo após 72 minutos 72'
M 15 Colômbia Nieto Entrou em campo após 90+1 minutos 90+1'
M 20 Colômbia Alejandro Bernal
M 23 Colômbia Edwin Velasco
A 9 Colômbia Luis Carlos Ruiz
A 16 Colômbia Cristian Dájome Entrou em campo após 90+3 minutos 90+3'
Treinador:
Colômbia Reinaldo Rueda
ANacional-Chape 2017-05-10.svg

CHAPECOENSE:
G 1 Brasil Artur Moraes Capitão
LD 2 Brasil João Pedro
Z 3 Brasil Douglas Grolli
Z 4 Brasil Nathan Penalizado com cartão amarelo após 66 minutos 66'
LE 6 Brasil Reinaldo Penalizado com cartão amarelo após 29 minutos 29'
M 5 Brasil Moisés Ribeiro Penalizado com cartão amarelo após 45+1 minutos 45+1'
M 8 Brasil Andrei Girotto Penalizado com cartão amarelo após 57 minutos 57' Expulso com 88 minutos de jogo 88'
M 18 Brasil Luiz Antônio Substituído após 46 minutos de jogo 46'
A 19 Brasil Osman Júnior
A 9 Brasil Wellington Paulista Substituído após 81 minutos de jogo 81'
A 17 Brasil Arthur Penalizado com cartão amarelo após 24 minutos 24' Substituído após 76 minutos de jogo 76'
Substituições:
G 12 Brasil Elias
LD 22 Brasil Apodi Entrou em campo após 46 minutos 46'
Z 14 Brasil Fabricio Bruno
Z 16 Brasil Diego Renan
M 30 Brasil Neném
A 10 Brasil Túlio de Melo Entrou em campo após 76 minutos 76'
A 11 Brasil Niltinho Entrou em campo após 81 minutos 81'
Treinador:
Brasil Vagner Mancini

Bandeirinhas:
Chile Marcelo Barraza
Chile Claudio Ríos
Quarto árbitro:
Chile Jorge Osorio

Estatísticas
Geral[16] Atlético Nacional Chapecoense
Gols marcados 4 1
Posse de bola 53% 47%
Finalizações totais 9 9
Finalizações no gol 5 1
Escanteios 3 7
Faltas cometidas 15 10
Impedimentos 3 1
Passes 314 242
Passes certos 289 227
Passes errados 25 25
Roubadas de bola 13 22
Cartões amarelos 3 5
Cartões vermelhos 0 1

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[17] Jogador Time
2 Colômbia Andrés Ibargüen Colômbia Atlético Nacional
Colômbia Dayro Moreno Colômbia Atlético Nacional
1 Brasil Luiz Otávio Brasil Chapecoense
Brasil Reinaldo Brasil Chapecoense
Brasil Túlio de Melo Brasil Chapecoense
Colômbia Torres Colômbia Atlético Nacional

Premiação[editar | editar código-fonte]

Recopa Sul-Americana de 2017
Colômbia
Atlético Nacional
Campeão
(1º título)

Referências

  1. «Primera final de la CONMEBOL RECOPA SUDAMERICANA se jugará en Chapecó el 4 de abril» (em espanhol). CONMEBOL.com. 27 de março de 2017. Consultado em 17 de abril de 2017 
  2. «Festa completa: Chape larga na frente na Recopa em ode à solidariedade em Chapecó». globoesporte.com. 4 de abril de 2017. Consultado em 11 de maio de 2017 
  3. «Amigos, amigos... Atlético não dá chances para a Chape, goleia e fica com a Recopa». globoesporte.com. 10 de maio de 2017. Consultado em 11 de maio de 2017 
  4. «Chape é declarada campeã e garante ao menos US$ 4,8 mi em premiações». Globesporte.com. 5 de dezembro de 2016. Consultado em 5 de dezembro de 2016 
  5. «Brazil's Chapecoense football team in Colombia plane crash» (em inglês). BBC News. 29 de novembro de 2016. Consultado em 17 de abril de 2017 
  6. «Colômbia anuncia fim do resgate de avião: 71 mortos e seis sobreviventes». globoesporte.com. 29 de dezembro de 2016. Consultado em 17 de abril de 2017 
  7. «Campeón de la sudamericana» (em espanhol). Atlético Nacional. 29 de novembro de 2016. Consultado em 17 de abril de 2017. Arquivado do original em 29 de janeiro de 2017 
  8. Vickery, Tim (5 de dezembro de 2016). «Chapecoense, Atletico Nacional forge friendship from depths of tragedy» (em inglês). ESPN. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  9. «Atletico Nacional hold emotional stadium vigil for Chapecoense victims of the Colombia plane crash» (em inglês). Daily Telegraph. 1 de dezembro de 2016. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  10. «Chapecoense plane crash: CONMEBOL awards Copa Sudamericana to tragedy stricken club» (em inglês). First Post. 6 de dezembro de 2016. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  11. «Copa Bridgestone Libertadores 2016 – Reglamento» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL.com. 21 de dezembro de 2015. Consultado em 17 de abril de 2017 
  12. «Copa Sudamericana 2016 – Reglamento» (PDF) (em espanhol). CONMEBOL.com. Agosto de 2016. Consultado em 17 de abril de 2017 
  13. «Chapecoense vence al Atlético Nacional en emocinante primera final de la CONMEBOL Recopa» (em espanhol). CONMEBOL. 4 de abril de 2017. Consultado em 4 de abril de 2017 
  14. «Relatório da partida – Comparativa» (em espanhol). CONMEBOL.com. 4 de abril de 2017. Consultado em 17 de abril de 2017 
  15. «Atlético Nacional conquista la CONMEBOL RECOPA 2017 tras emotivo encuentro final» (em espanhol). CONMEBOL. 11 de maio de 2017. Consultado em 11 de maio de 2017 
  16. «Relatório da partida – Comparativa» (em espanhol). CONMEBOL.com. 10 de maio de 2017. Consultado em 11 de maio de 2017 
  17. «Recopa Sudamericana - Goleadores» (em espanhol). CONMEBOL.com. Consultado em 17 de abril de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]