Rede União

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: TV União redireciona para este artigo. Se procura a emissora de São João da Boa Vista, veja TV União (São João da Boa Vista).
Question book-4.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rede União
Rede União de Rádio e Televisão Ltda.
Tipo Comercial
País Brasil
Fundação 4 de maio de 2001 (18 anos)
por José Alberto Bardawill
Presidente José Alberto Bardawill
Cidade de origem Fortaleza, CE
Sede Fortaleza, CE
Estúdios Fortaleza, CE
Formato de vídeo 1080i (HDTV)
Cobertura Cerca de 90 municípios brasileiros
Emissoras próprias
Cobertura internacional América, Europa e África
Página oficial www.redeuniao.com.br
Disponibilidade aberta e gratuita
Analógico
Digital
Disponibilidade por satélite
SES-6
  • Banda C: 3628 MHz
  • Polarização: Direita
  • SR: 2170
  • FEC: 3/4
  • PCR: 256
  • VPID: 33
  • APID: 34
Disponibilidade por cabo
Cabo Telecom
  • Canal 126
  • Canal 800 (HD)
BVCi
Canal 21
MultiPlay Telecom
Canal 21
NET
TCM
Canal 40
Sidy's
Canal 22
TV AC
Canal 207

Rede União (ou TV União) é uma rede de televisão aberta brasileira sediada em Fortaleza, capital do estado do Ceará. O embrião para a criação da rede se deu em 1988, quando foi inaugurada em Rio Branco, no Acre, pelo bancário e empresário José Alberto Bardawill, retransmitindo a programação da Rede Bandeirantes. No início da década de 2000, a emissora inicia sua expansão, quando se torna independente e lança uma sucursal na capital cearense, que passou a ser a matriz da rede inaugurada oficialmente em 2001. Com as mudanças, a emissora adota um estilo de programação voltado para o público jovem.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 1988, o bancário e empresário cearense José Alberto Bardawill inaugura em Rio Branco, capital do estado do Acre, a TV União, que operava pelo canal 13 VHF e retransmitia a programação da Rede Bandeirantes. Em 1990, a emissora já contava com sete retransmissoras implantadas nas cidades de Brasileia, Feijó, Plácido de Castro, Sena Madureira, Senador Guiomard, Tarauacá e Xapuri.[2] Em outubro de 1997, Bardawill lança a Rede Brasiliense de Comunicação, um canal de TV sediado em Brasília voltado a noticiários e videoclipes que operava pelo canal 56 UHF, através do Serviço Especial de TV por Assinatura (TVA), e retransmitia a programação da TV Cultura.[3] Em janeiro de 1998, o empresário obtém a concessão do canal 17 UHF de Fortaleza. Na época, haviam planos de lançar uma rede nacional tendo artistas como sócios em cada estado. No Ceará, o sócio de Bardawill foi o cantor Fagner.[2]

Em novembro de 2000, a TV União deixa de retransmitir o sinal da Bandeirantes e passa a operar como emissora independente. Inicialmente, a programação era composta por videoclipes.[3] Em dezembro, a emissora inaugura sua sucursal em Fortaleza, e em 4 de maio de 2001, a rede é oficialmente lançada, com a matriz se deslocando para a capital cearense.[1] A partir de então, a emissora começou a participar dos processos de licitação de canais de rádio e televisão que o Ministério das Comunicações realizava em todo o país. Apesar do lançamento oficial, a grade de programação permaneceu sem grandes novidades, reservando boa parte para videoclipes e programas independentes.[4][5]

Em setembro de 2002, o promotor de eventos Pompeu Vasconcelos entra na emissora como diretor superintendente.[6] Foi a partir desta contratação que a TV União inicia o planejamento de sua futura programação, que incluía um concurso para a escolha de VJs promovido no início de 2003. O concurso foi responsável por lançar VJs que se tornariam conhecidos do cenário local, como Natália Nara e Daniel Viana.[7] No mês de junho, a emissora estreia seu novo estilo de programação própria, com linguagem jovem mesclada a programas jornalísticos de opinião sobre política e sociedade.[8][9]

Na noite de 10 de junho de 2004, a sede da emissora foi alvo de um atentado a tiros. Os tiros foram disparados por um homem de dentro de um veículo importado, e atingiram vidraças e paredes da fachada do prédio. No momento do atentado, apenas o operador de master se encontrava na emissora. Consultado, o diretor de jornalismo da TV União, Norton Lima Júnior, não quis relacionar o atentado a uma agressão que sofreu num restaurante do Shopping Iguatemi pelo irmão de um publicitário envolvido numa denúncia exibida pela emissora.[10] Em 3 de outubro, dia do primeiro turno da eleição municipal em Fortaleza, a TV União teve sua programação suspensa por três horas através de determinação judicial expedido pela juíza da 94ª zona eleitoral, Maria Estela Aragão Brilhante. Na ocasião, a coligação Experiência Comprovada, do então candidato Antônio Cambraia, reclamou de uma reportagem sobre o corte de verba para creches. A emissora exibiu um frame com a logo da emissora, das 16h20 às 19h20. Durante este período, a emissora teve que transmitir, a cada quinze minutos, a informação de que se encontrava fora do ar por desobediência à Lei Eleitoral.[11]

Entre 2005 e 2012, é operado o serviço Papo União a partir do chat da emissora, visando o encontro comunicativo entre jovens. Em 2009, a emissora assinou um contrato com o Esporte Interativo para transmitir alguns programas e partidas de futebol. A parceria durou poucos meses. No início da década de 2010, a TV União passa a investir em programas jornalísticos e de opinião, extinguindo boa parte da programação jovem e mudando o formato de atrações já existentes.[3]

Em 19 de janeiro de 2019, o Sindicato dos Jornalistas no Ceará divulga em seu site que a emissora deve o décimo terceiro salário e a renumeração de dezembro de 2018 de cerca de 35 funcionários. A legislação trabalhista estipulou o dia 20 de dezembro de 2018 como data limite para o pagamento do 13º de todas as empresas a seus empregados, e para os proventos de dezembro, foi estipulado o dia 6 de janeiro. A situação já se estendia desde outubro, e vinha sendo fiscalizada pelo sindicato e pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. Os diretores da emissora afirmam que a mesma estaria sem recursos para quitar os benefícios trabalhistas. Alegam também que o setor de jornalismo estaria contando apenas com estagiários em vez de mão de obra profissional.[12]

Em 7 de fevereiro, em resposta aos atrasos nos pagamentos, o Sindjorce, junto a Central Única dos Trabalhadores no Ceará, realizou um protesto em frente à sede da emissora, que também contou com representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Têxtil do Ceará e integrantes da Unidade Classista, do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do Ceará.[13]

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
17.1 18 UHF 1080i Programação da TV União

A emissora iniciou os testes para a transmissão digital em julho de 2010, sendo lançada oficialmente em 22 de novembro pelo canal 18 UHF, com a exibição de novos videoclipes no formato e, às 8 horas, com o programa Matina. Em um evento realizado no Senado Federal, onde a TV União foi homenageada pelo seu aniversário de dez anos de inauguração em Fortaleza, o presidente da emissora, José Alberto Bardawil, anunciou que iria lançar suas transmissões em 3D, e que seria a segunda emissora nacional a entrar nessa tecnologia, o que não se concretizou.[14]

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV União, bem como as outras emissoras de Fortaleza, cessou suas transmissões pelo canal 17 UHF em 27 de setembro de 2017, seguindo o cronograma oficial da ANATEL. O switch-off ocorreu por volta da meia-noite, durante a exibição do Super Clipes, que no momento estava exibindo o videoclipe da música Diamond Hard, da cantora Kerli.

Programas[editar | editar código-fonte]

A maior parte de sua programação é preenchida por videoclipes musicais variados, em um programa intitulado Super Clipes. Aos domingos, a emissora também retransmite, juntamente com as TVs Cidade e Jangadeiro, os programas do sorteio Totolec. Sua produção própria consiste nos seguintes programas:

  • Contexto Geral
  • Da Hora
  • Matina
  • Top Mais
  • União Brasil

Diversos outros programas compuseram a grade da emissora e foram descontinuados:

  • Academia na TV
  • Alta Estação
  • Antenados
  • Aos Pés de Jesus
  • Autarquias do Humor
  • A Verdade
  • Circuito Vip
  • Clipe Escolha
  • Clube Pop
  • Contatore Odontologia
  • Da Hora
  • Direitos e Deveres
  • Disk Biju
  • Disk Parada
  • Diz Aê
  • Dossiê União
  • É Assim que se Faz
  • Em Cima do Fato
  • Espaço Jovem
  • Esporte União
  • Finíssimo
  • Flash Back
  • Gospeleza
  • Hipermoderno
  • Homem Total
  • Insert
  • Insert Cultural
  • Jogando pra Casar
  • Liquidificador
  • Mais Brasil
  • Na Rede
  • News Ao Vivo
  • No Ar
  • Noivos In Foco
  • Primitive & Modern Body Art
  • Programa da Babalu
  • Programa Ely Aguiar
  • Programa Ferreira Aragão Nacional
  • Rock Brasil
  • Rock Collection
  • Roça n Roll
  • Salada Mixta
  • Studio 17
  • Tamo Junto
  • Tá no Clima
  • Tantos Talentos
  • Traduzidos
  • Tribos
  • Tribuna União
  • TV Sana
  • União News
  • União Otaku
  • União Planetária
  • Uplay
  • VJ's
  • Você é o VJ

Referências

  1. a b «Rede União de Radio e Televisão celebra 15 anos em sessão solene». Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. 4 de maio de 2016. Consultado em 10 de janeiro de 2018 
  2. a b Elvira Lobato (2 de janeiro de 1998). «Artistas disputam novas concessões de canais de TV». Folha de S.Paulo. Folha Ilustrada. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  3. a b c «Alberto Bardawil – De bancário a dono de televisão». Arte + Agenda. O Estado CE. 16 de agosto de 2011. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  4. «No precinho». Abidoral Possidônio. O Povo. 30 de maio de 2002. Consultado em 4 de maio de 2019. Arquivado do original em 26 de novembro de 2002. E a TV União continua veiculando clipe por cima de clipe. Pelo visto, pegou o mal da co-irmã RedeTV que, no Ceará há mais de um ano, ainda não disse a que veio em termos de programação local. 
  5. «Uauuu!!». Abidoral Possidônio. O Povo. 20 de julho de 2002. Consultado em 4 de maio de 2019. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2003. E a TV União começa a mostrar sua cara local. Abre espaços para arrendamento de programas, o que no rádio local virou um festival de absurdos na área esportiva. [...] 
  6. «Dona Franjinha». Abidoral Possidônio. O Povo. 28 de setembro de 2002. Consultado em 4 de maio de 2019. Arquivado do original em 26 de novembro de 2002. Quer dizer que Poupeuzinho Vasconcelos, conhecido das badalações sociais e do trade turístico, agora é diretor na TV União? Bem, para uma emissora que só veicula clipes, até que tudo se encaixa. 
  7. «Concurso de VJs chega ao fim». Diário do Nordeste. Verso. 5 de abril de 2003. Consultado em 20 de junho de 2019 
  8. «TV União estréia nova grade de programas». Zoeira. Diário do Nordeste. 13 de junho de 2003. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  9. «Essa santa esposa...». Coluna do Abidoral. O Povo. 8 de maio de 2005. Consultado em 5 de janeiro de 2017. A TV União, que adotou o mote “jovem de cara e de coração”, completou 15 aninhos. Ou seja, virou debutante. 
  10. «Emissora de TV do Ceará sofre atentado a bala». Notícias. Imirante. 11 de junho de 2004. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  11. «TV União tem programação suspensa por três horas». Diário do Nordeste. 4 de outubro de 2004. Consultado em 5 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 16 de julho de 2018 
  12. «TV União deixa trabalhadores sem 13º e salários de dezembro». Sindjorce - Sindicato dos Jornalistas no Ceará. 19 de janeiro de 2019. Consultado em 19 de janeiro de 2019 
  13. «Jornalistas protestam contra atrasos de salários e descumprimento de direitos na TV União». Sindjorce - Sindicato dos Jornalistas no Ceará. 7 de fevereiro de 2019. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  14. Cristina Vidigal (10 de agosto de 2010). «Presidente da TV União enfatiza independência financeira e modernidade da rede». Senado Notícias. Agência Senado. Consultado em 22 de novembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]