Redis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Redis
Logótipo
Autor Salvatore Sanfilippo[1][2]
Desenvolvedor Redis Labs[1][2]
Lançamento 10 de maio de 2009 (12 anos)
Versão estável 6.0.9 (26 de outubro de 2020; há 14 meses[3])
Idioma(s) Inglês
Escrito em ANSI C
Sistema operacional Tipo Unix[4]
Gênero(s) Armazenamento de estrutura de dados, banco de dados de valor-chave
Licença BSD de 3 cláusulas[5]
Página oficial redis.io

Redis (Remote Dictionary Server, em português servidor de dicionário remoto)[6][7] é um armazenamento de estrutura de dados em memória, usado como um banco de dados em memória distribuído de chave-valor, cache e agente de mensagens, com durabilidade opcional. O Redis oferece suporte a diferentes tipos de estruturas de dados abstratas, como strings, listas, mapas, conjuntos, conjuntos classificados, HyperLogLogs, bitmaps, fluxos e índices espaciais. O projeto é desenvolvido e mantido por uma equipe central do projeto e desde 2015 é patrocinado pelo Redis Labs.[8] É um software de código aberto lançado sob uma licença BSD de 3 cláusulas.[5]

De acordo com o ranking mensal da DB-Engines.com, Redis é o banco de dados de valores-chave mais popular do mundo.[9]

Notas e Referências

  1. a b Bernardi, Stefano (4 de janeiro de 2011). «An interview with Salvatore Sanfilippo, creator of Redis, working out of Sicily». EU-Startups. Menlo Media 
  2. a b Haber, Itamar (15 de julho de 2015). «Salvatore Sanfilippo: Welcome to Redis Labs». Redis Labs 
  3. Sanfilippo, Salvatore. «Redis 6.0 release notes». Consultado em 27 de outubro de 2020 – via GitHub 
  4. «Introduction to Redis». Redis is written in ANSI C and works in most POSIX systems like Linux, *BSD, OS X without external dependencies. 
  5. a b «Copying». GitHub 
  6. «FAQ: Redis». Redis.io 
  7. «Google Groups». groups.google.com 
  8. Kepes, Ben (15 de julho de 2015). «Redis Labs hires the creator of Redis, Salvatore Sanfilippo». Network World. Consultado em 30 de agosto de 2015 
  9. «DB-Engines Ranking of Key-value Stores». pp. db–engines.com. Consultado em 9 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial