Refinaria de Okinawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Refinaria de Okinawa ou Nansei Sekiyu Kabushiki Kaisha (NSS[1]) é uma refinaria localizada na Ilha de Okinawa (Japão), que pertenceu à Petrobras com capacidade instalada para 100.000 mil barris/dia.

A propriedade da refinaria foi comprada pela Petrobras (referência) em 2008 e vendida em 2016 por 129,3 milhões de dólares.[2][3] Anteriormente, a Petrobras tinha participação acionária de 87,5 % de participação acionária da Petrobras, e o restante pertencia ao Sumitomo Corp.[4][5][6] da TonenGeneral Sekiyu, subsidiária da companhia americana ExxonMobil. A negociação para compra desta refinaria havia sido iniciada em 2006.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Petrobras. «Petrobras no Mundo - Japão». Consultado em 16 de Junho de 2009. 
  2. Nicola Pamplona. «Petrobras vende refinaria no Japão por US$ 129,3 milhões». Consultado em 17 de Outubro de 2016. 
  3. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Folha
  4. Denise Luna. «Brazil Petrobras buys Okinawa refinery-source». Consultado em 16 de Junho de 2009. 
  5. Gas and Oil. «Petrobras to buy and upgrade Okinawa refinery». Consultado em 16 de Junho de 2009. 
  6. Redação Tudo Bem. «Petrobras compra refinaria japonesa em Okinawa». Consultado em 16 de Junho de 2009. 
  7. Japan Update. «Okinawa refinery being bought by Brazil company». Consultado em 16 de Junho de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]