Regarding Henry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Regarding Henry
No Brasil Uma Segunda Chance
Em Portugal O Regresso de Henry
 Estados Unidos
1991 •  cor •  107 min 
Direção Mike Nichols
Produção Mike Nichols
Scott Rudin
Roteiro J. J. Abrams
Elenco Harrison Ford
Annette Bening
Gênero drama romântico
Música Hans Zimmer
Cinematografia Giuseppe Rotunno
Edição Sam O'Steen
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento Estados Unidos 12 de julho de 1991
Idioma inglês
Orçamento US$ 25 milhões[1]
Receita US$ 43 milhões (EUA)[2]
Página no IMDb (em inglês)

Regarding Henry (bra: Uma Segunda Chance[3]; prt: O Regresso de Henry[4]) é um filme estadunidense de 1991, do gênero drama romântico, dirigido por Mike Nichols, com roteiro de J. J. Abrams.[5]

O filme é estrelado por Harrison Ford como um advogado de Nova York que luta para recuperar sua memória, fala e mobilidade, perdidas após levar uma bala perdida. O elenco de apoio inclui Annette Bening, Mikki Allen, Bill Nunn, Rebecca Miller, Bruce Altman e Elizabeth Wilson. Ford já havia atuado como advogado no filme Presumed Innocent.

O filme estreou em 800 cinemas nos Estados Unidos em 12 de julho de 1991 e arrecadou US$ 6 milhões em seu fim de semana de estreia, ocupando a 7ª posição nas bilheterias. Acabou ganhando US$ 43,001,500 nos mercados domésticos.[2]

Roger Ebert, do Chicago Sun-Times, classificou o filme em duas de quatro estrelas e comentou: "Existe possivelmente um bom filme a ser encontrado em algum lugar dentro desta história, mas Mike Nichols não encontrou em Regarding Henry. Este é um filme de invenção óbvia e superficial, que visa sem desculpas para fáceis recompensas emocionais, e tenta manipular o público com reviravoltas que pertencem a uma comédia". Ebert também descreveu o modo como faz uma conexão entre o biscoitos Ritz Crackers e o hotel Ritz-Carlton (que revela que o caso de Henry, na verdade, estava profundamente enraizado em suas memórias aparentemente perdidas) como "especialmente irritante", aparentemente considerando-o cômico.[6] Rita Kempley, do The Washington Post, chamou o filme de "um verdadeiro comercial para a correção política por meio da violência aleatória nas ruas",[7] enquanto Peter Travers, da Rolling Stone, descreveu-o como um filme que "tem um jeito de banalizar as grandes questões que ele levanta vigorosamente". No entanto, ele elogiou o desempenho da Ford.[8] A Variety, no entanto, chamou o filme de "uma viagem emocional sutil impecavelmente orquestrada pelo diretor Mike Nichols e agudamente bem representada".[9] O filme atualmente detém uma classificação de 44% no Rotten Tomatoes com base em 29 comentários.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Ambicioso, insensível, narcisista e às vezes antiético, Henry Turner é um advogado bem-sucedido de Manhattan que perde a memória após um tiroteio e, durante a recuperação, acaba se tornando muito mais amável do que antes.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «REGARDING HENRY (1991)». American Film Institute. Consultado em 17 de setembro de 2019 
  2. a b «Regarding Henry». Box Office Mojo 
  3. «Uma Segunda Chance». Brasil: CinePlayers. Consultado em 17 de setembro de 2019 
  4. «O Regresso de Henry». Portugal: SapoMag. Consultado em 17 de setembro de 2019 
  5. «Sobre o filme». Consultado em 22 de junho de 2016 
  6. "Regarding Henry" Chicago Sun-Times
  7. "'Regarding Henry' (PG-13)" The Washington Post
  8. "Regarding Henry"Rolling Stone
  9. "Regarding Henry" Variety
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.