Região Metropolitana Carbonífera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metropolitana Carbonífera
Localização
Localização da Metropolitana Carbonífera
Unidade federativa  Santa Catarina
Lei Criada pela LCE 221/2002
Extinta pela LCE 381/2007
Reinstituída pela LCE 495 de 2010
Data da criação 9 de janeiro de 2002
Número de municípios 26
Núcleo metropolitano: 7
Área de expansão: 19
Cidade-sede Criciúma
Características geográficas
Área 5 109,47 km²[1]
População 586 443 hab. (30º) IBGE/2014[2]
Densidade 114,78 hab./km²
PIB R$ 6 091 484,414 mil IBGE/2008[3]
PIB per capita R$ 16 941,31 IBGE/2008[3]

A Região Metropolitana Carbonífera é uma região metropolitana brasileira. Criada pela lei complementar estadual 221 de 2002, foi extinta pela em 2007 pela lei complementar estadual nº 381 e reinstituída pela lei complementar estadual n° 495 de 2010. Reúne sete municípios do estado de Santa Catarina em intenso processo de conurbação, sendo que somados os vinte municípios da denominada área de Expansão da Região Carbonífera, totalizam 27 municípios. Pode-se destacar que a Região como um todo coincide com a Microrregião de Criciúma, definida pela divisão realizada pelo IBGE. O termo refere-se à extensão da sede Criciúma, formando com seus municípios lindeiros uma mancha urbana contínua. Formada por uma população de quase 600 mil habitantes, é um importante pólo econômico do Estado de Santa Catarina. Grandes indústrias, de renome nacional, têm como sede essa região.

Devido à intensa exploração do carvão mineral durante todo o século XX, é uma região castigada pelo desgaste do solo, poluição atmosférica e quase totalidade dos rios contaminados e impróprios para qualquer tipo de consumo. No entanto, projetos ambientais e grandes obras que estão sendo feitas na região, como a duplicação da BR-101, a construção do Centro de Eventos de Criciúma e a Barragem do Rio São Bento garantem a melhoria contínua dos padrões econômicos, sociais e ecológicos dos municípios.

Demografia e indicadores[editar | editar código-fonte]

Município População[2] Área (km²) Densidade dem. (hab/km²) Produto Interno Bruto (PIB)[4](2008) PIB per capita
Núcleo metropolitano
Criciúma 204667 235,628 868,60 R$2,8 bilhões R$15 mil
Içara 52284 292,779 178,58 R$822,8 milhões R$14,6 mil
Forquilhinha 24694 181,915 135,74 R$527,6 milhões R$24,4 mil
Morro da Fumaça 17052 82,935 205,61 R$346,7 milhões R$21,6 mil
Cocal do Sul 16009 71,21 224,81 R$285,1 milhões R$18,8 mil
Nova Veneza 14285 293,557 48,66 R$419,6 milhões R$32,1 mil
Siderópolis 13593 262,707 51,74 R$221,6 milhões R$17,1 mil
Total do Núcleo Metropolitano 342584 1420,73 241,13 R$5,5 bilhões R$16,2 mil
Área de expansão
Lauro Müller 14919 270,508 55,15 R$189,3 milhões R$13,4 mil
Treviso 3746 157,667 23,76 R$94,5 milhões R$25,9 mil
Urussanga 20915 240,476 86,97 R$392,3 milhões R$19,8 mil
Araranguá 65090 303,799 214,25 R$702,3 milhões R$11,8 mil
Balneário Arroio do Silva 11248 93,819 119,89 R$60,6 milhões R$7 mil
Balneário Gaivota 9551 147,71 64,66 R$55,2 milhões R$7,1 mil
Ermo 2079 63,868 32,55 R$35,2 milhões R$18,8 mil
Jacinto Machado 10642 428,65 24,83 R$169,7 milhões R$12,9 mil
Maracajá 6873 63,401 108,41 R$102,7 milhões R$16,7 mil
Meleiro 7076 186,618 37,92 R$130,4 milhões R$18,4 mil
Morro Grande 2925 256,468 11,40 R$56 milhões R$20 mil
Passo de Torres 7681 95,054 80,81 R$47,9 milhões R$8,5 mil
Praia Grande 7374 278,576 26,47 R$68,8 milhões R$9,4 mil
Santa Rosa do Sul 8285 151,44 54,71 R$62 milhões R$7,5 mil
São João do Sul 7205 182,7 39,44 R$64,6 milhões R$9,9 mil
Sombrio 28589 142,745 200,28 R$253,1 milhões R$10 mil
Timbé do Sul 5385 333,426 16,15 R$50,8 milhões R$9,6 mil
Turvo 12452 233,941 53,23 R$295,6 milhões R$25,9 mil
Balneário Rincão 11824 57,88 204,28 0 0
Total da Área de Expansão 243859 3688,74 66,11 R$2,8 bilhões R$12,3 mil
Total Geral Região Metropolitana 586443 5109,47 114,78 R$8,3 bilhões R$14,6 mil

Municípios[editar | editar código-fonte]

Núcleo metropolitano
Município Anexado em
Cocal do Sul 9 de janeiro de 2002
Criciúma 9 de janeiro de 2002
Forquilhinha 9 de janeiro de 2002
Içara 9 de janeiro de 2002
Morro da Fumaça 9 de janeiro de 2002
Nova Veneza 9 de janeiro de 2002
Siderópolis 9 de janeiro de 2002
Área de expansão metropolitana
Município Anexado em
Araranguá 26 de janeiro de 2010
Balneário Arroio do Silva 26 de janeiro de 2010
Balneário Gaivota 26 de janeiro de 2010
Balneário Rincão 26 de janeiro de 2010
Ermo 26 de janeiro de 2010
Jacinto Machado 26 de janeiro de 2010
Lauro Müller 9 de janeiro de 2002
Maracajá 26 de janeiro de 2010
Meleiro 26 de janeiro de 2010
Morro Grande 26 de janeiro de 2010
Passo de Torres 26 de janeiro de 2010
Praia Grande 26 de janeiro de 2010
Santa Rosa do Sul 26 de janeiro de 2010
São João do Sul 26 de janeiro de 2010
Sombrio 26 de janeiro de 2010
Timbé do Sul 26 de janeiro de 2010
Treviso 9 de janeiro de 2002
Turvo 26 de janeiro de 2010
Urussanga 9 de janeiro de 2002

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «População das Regiões Metropolitanas». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2014. Consultado em 28 de agosto de 2014 
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 de dezembro de 2010 
  4. Segundo PIB do IBGE para 2008 [1].