Região Metropolitana de Aracaju

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Mesorregião Metropolitana de Aracaju. Se a fusão não for óbvia, por favor crie um espaço de discussão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Em marcações antigas é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e leve toda a discussão quando levar o caso para a central. (desde outubro de 2016)
Região Metropolitana de Aracaju
Localização
Localização da Região Metropolitana de Aracaju
Unidade federativa  Sergipe
Lei LCE 25/1995
Data da criação 29 de dezembro de 1995
Número de municípios 4
Cidade-sede Aracaju
Características geográficas
Área 865,8 km²[1]
População 925,744 hab. (28º) Estimativa IBGE/2015
Densidade 1,07 hab./km²
IDH 0,763 – alto PNUD/2000{{{idh_ref}}}
PIB R$ 8.614.3560,67 mil [2]
PIB per capita R$ 10.9 IBGE/2008[2]

A Região Metropolitana de Aracaju, criada pela Lei Complementar Estadual nº 25, de 29 de dezembro de 1995, é composta pelos Municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, tendo como sede o município de Aracaju. Possui população estimada de 912.647 habitantes. A região compreende os mesmos municípios que a Microrregião de Aracaju.

Foi a metrópole do Nordeste Meridional que mais cresceu na última década[qual?], e junto com João Pessoa e São Luís teve o maior crescimento demográfico metropolitano dentre as capitais da região Nordeste. Das menores capitais-metrópoles litorâneas que apresentaram maior expansão na última década, é a única que com menos de um milhão de habitantes na zona metropolitana. Sua área de influencia se estende do sudeste alagoano até o nordeste baiano.

A população de Aracaju e regiões limítrofes vem crescendo aceleradamente, devido à imigração de pessoas provenientes de outros municípios de Sergipe, especialmente de áreas rurais, bem como de outros estados da Federação especialmente de cidades do norte e nordeste da Bahia, como Paulo Afonso, Jeremoabo, Paripiranga, Entre Rios e Alagoinhas por serem municípios que tem tido maior proximidade econômica com o estado de Sergipe.

Ademais, apresenta-se um novo e importante eixo de integração interiorizado com o pólo de Juazeiro-Petrolina que se localiza nas divisas entre os estados da Bahia e Pernambuco principalmente no que concerne ao escoamento econômico pela BR-235.

Possui a quarta maior densidade demográfica entre as regiões metropolitanas das capitais estaduais brasileiras, superada apenas por São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Município Legislação Área (km²)
[3]
População PIB em R$
(2008)[2]
IDH
(2010)[4]
Distância a
Aracaju (km)
Aracaju LCE 25/1995 174,053 623.766 6.946.347.867 0,770 -
Barra dos Coqueiros LCE 25/1995 91,101 28.093 228.948.467 0,649 3 km
Nossa Senhora do Socorro LCE 25/1995 157,515 174.974 1.025.106.899 0,664 8 km
São Cristóvão LCE 25/1995 437,437 85.814 413.952.834 0,662 26 km
Total 860,106 912.647 8.614.356.067 0,763

Referências

  1. IBGE. «Área territorial oficial». Consultado em 25 de fevereiro de 2015. 
  2. a b c «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 dez. 2010.  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "IBGE_PIB" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  3. IBGE, Área Territorial Oficial, Resolução nº 5 de 10 de outubro de 2002. Acessado em 26 de fevereiro de 2008.
  4. PNUD, Ranking decrescente do IDH dos municípios do Brasil 1991-2000. Acessado em 26 de fevereiro de 2008
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.