Molise

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Região do Molise)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a comuna italiana, veja Molise (Itália).
Itália Molise 
  Região  
Castel san Vincenzo.jpg
Símbolos
Bandeira de Molise
Bandeira
Localização
Localização da região na Itália
Localização da região na Itália
Coordenadas 41° 41' 59" N 14° 36' 40" E
Administração
Capital Campobasso
Características geográficas
Área total 4 460 km²
População total 306 770 hab.
Densidade 68,8 hab./km²
Outros dados
Províncias Campobasso, Isérnia
Sítio www.regione.molise.it

O Molise (em italiano Molise) é uma região do sul da Itália com 300 mil habitantes e 4438 km², cuja capital e maior cidade é Campobasso.[1][2][3] Tem limites ao norte com os Abruzos, a oeste com o Lácio, ao sul com a Campânia, a sudeste com a Apúlia e a nordeste com o Mar Adriático.[1][2][3] É a região mais nova da Itália, tendo sido criada em 1963 ao ser emancipada da região Abruzzi e Molise. Sendo a penúltima região tanto em território quanto em população, possui apenas duas províncias, a de Campobasso e a de Isérnia que é a menor em população de todas as 120 províncias da Itália. As maiores cidades são Campobasso, Termoli, Isernia e Venafro.

Administração[editar | editar código-fonte]

Esta região é composta das seguintes províncias:

Idiomas[editar | editar código-fonte]

O Molise linguisicamente é inserido no grupo de dialetos italianos meridionais, influenciado pela língua napolitana enquanto esta era a capital do Reino de Nápoles. No litoral do Molise existem duas minorias linguísticas, uma que fala o albanês (Campomarino, Montecilfone, Portocannone e Ururi) cujos falantes são chamados de Arbëreshë, e uma língua eslava meridional bem próxima ao croato (língua croata molisana) nas aldeias de Acquaviva Collecroce, Montemitro e San Felice del Molise. Antigamente a língua eslava do Molise era falada em diversas outras cidades mas aos poucos foi dando espaço ao napoletano. Os albaneses e croatas eram refugiados católicos que emigram dos balcãs com a invasão do Império Otomano e povoaram as aldeias que se encontravam destruídas após o terremoto de 1456.

Referências

  1. a b «Statistiche demografiche ISTAT» (em italiano). Dato istat 
  2. a b «Popolazione residente al 31 dicembre 2010» (em italiano). Dato istat 
  3. a b «Istituto Nazionale di Statistica» 🔗 (em italiano). Statistiche I.Stat 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Europa | Itália | Molise
Campobasso | Isérnia


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.