Reginaldo Rossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reginaldo Rossi
Reginaldo Rossi em show na Praça Castro Alves em 2010
Informação geral
Nome completo Reginaldo Rodrigues dos Santos
Também conhecido(a) como Rei do Brega
Nascimento 14 de fevereiro de 1943[nota 1]
Origem Recife, PE
Morte 20 de dezembro de 2013 (70 anos)
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) brega
rock
Ocupação(ões) cantor
compositor
Período em atividade 19642013
Gravadora(s)
Afiliação(ões)

Reginaldo Rossi, nome artístico de Reginaldo Rodrigues dos Santos (Recife, 14 de fevereiro de 1943[nota 1][4][1][2][3][5] — Recife, 20 de dezembro de 2013), foi um cantor e compositor brasileiro, conhecido como o "Rei do Brega".[6]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Reginaldo Rodrigues nasceu no Recife, capital de Pernambuco, em 14 de fevereiro de 1943.[nota 1][4][1][2][3][5] Foi estudante de graduação em engenharia civil por quatro anos e ensinava física e matemática.[4] Com influência de Elvis Presley e dos Beatles, começou a carreira artística cantando rock e foi crooner em boates.[4][7]

Carreira artística[editar | editar código-fonte]

Reginaldo Rossi iniciou sua carreira artística em 1964, comandando o grupo de rock The Silver Jets, depois integrando-se à Jovem Guarda. No início, abria shows de Roberto Carlos.[8]

Certa vez em entrevista, Reginaldo Rossi quando perguntado, respondeu que acha que até aquele momento, teria vendido algo superior a 20 milhões de discos.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Na política, Reginaldo foi candidato a vereador do município de Jaboatão dos Guararapes em 2008. Obteve 717 votos, ficando como o 119º mais votado.[1][9] Filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), Reginaldo tentou se eleger novamente, dessa vez para deputado estadual, nas eleições de 2010.[2] Novamente não teve êxito: conseguiu 14 934 votos e ficou na 93ª colocação no pleito.[10]

Reginaldo Rossi em show no município de Extremoz em 2013.

Morte[editar | editar código-fonte]

No dia 9 de novembro de 2013 passou por um procedimento chamado toracocentese, que retirou dois litros de líquido acumulados entre a pleura e o pulmão.[11] O resultado da biópsia, divulgado dois dia depois, confirmou o diagnóstico de câncer de pulmão. Morreu no dia 20 de dezembro de 2013 e seu corpo foi sepultado no dia 21 de dezembro de 2013 no Cemitério Morada da Paz em Paulista, Região Metropolitana do Recife, ao som de Recife, Minha Cidade, música que compôs em homenagem à sua terra natal.[12][13] Oito meses após sua morte, sua viúva Celeide Neves morre aos 67 anos também em Recife, de infarto, em 15 de agosto de 2014.[14]

Discografia[editar | editar código-fonte]

LPs
  • 1966 - O pão; Chantecler
  • 1967 - Festa dos pães; Chantecler
  • 1968 - O Quente (1968); Chantecler
  • 1969 - Na Ânsia do Perfeito (compacto); Chantecler
  • 1970 - À procura de você; CBS
  • 1971 - Reginaldo Rossi; CBS
  • 1972 - Nos teus braços; CBS
  • 1973 - Reginaldo Rossi; CBS
  • 1974 - Reginaldo Rossi; CBS
  • 1976 - Reginaldo Rossi; Beverly
  • 1977 - Chega de promessas; CBS
  • 1978 - Deixa de Banca (compacto); CBS
  • 1980 - A volta; EMI
  • 1981 - Cheio de amor; EMI
  • 1982 - A raposa e as uvas'; EMI
  • 1983 - Sonha comigo; EMI
  • 1984 - Não consigo te esquecer; EMI
  • 1985 - Só sei que te quero bem; EMI
  • 1986 - Com todo coração; EMI
  • 1987 - Teu melhor amigo; EMI
  • 1989 - Momentos de amor; EMI
  • 1990 - O rei; EMI
  • 1992 - Reginaldo Rossi; Celim
CDs
  • 1996 - Reginaldo Rossi - Remasterizado; Polydisc
  • 1997 - Reginaldo Rossi - Tão Sofrido; Harmony
  • 1998 - Reginaldo Rossi Ao Vivo; Sony Music
  • 1999 - Reginaldo Rossi - The King; Sony Music
  • 2000 - Reginaldo Rossi - Leviana; Sony Music
  • 2001 - Reginaldo Rossi ao vivo; Sony Music
  • 2002 - Reginaldo Rossi - Luz do Sol; Sony Music
  • 2003 - Ao Vivo, O melhor do brega; Indie Records
  • 2006 - DVD Reginaldo Rossi; EMI
  • 2010 - DVD Cabaret do Rossi; EMI

Sucessos[editar | editar código-fonte]

  • Se Meu Amor Não Chegar (Lindolfo Barbosa / Wilson Nascimento)
  • Garçom (Reginaldo Rossi)
  • A raposa e as uvas (Reginaldo Rossi)
  • Recife, minha cidade (Reginaldo Rossi)
  • O pão (Reginaldo Rossi, Orácio Faustino e Namyr Cury)
  • Deixa de banca (versão de Borogodá, de Pocker, feita por Eduardo Araújo e Ferrer)
  • Tô doidão (Picket e Felipe Thomas)
  • Mon amour, meu bem, ma femme (Cleide)
  • Era Domingo (Reginaldo Rossi)
  • Ai, Amor (Reginaldo Rossi)
  • Em Plena Lua de Mel (Reginaldo Rossi)
  • Tenta Esquecer (Reginaldo Rossi)

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b c Existem divergências entre algumas fontes confiáveis quanto ao ano de nascimento do cantor. O Tribunal Superior Eleitoral informa que o ano de seu nascimento é 1943.[1][2][3] O Portal NE10, da TV Jornal também confirma o ano de 1943.[4] Já o Portal Terra afirma que ele teria nascido em 1944.[5]

Referências

  1. a b c d «Eleições 2008 - Divulgação de Registro de Candidaturas - Reginaldo Rossi». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 20 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. a b c d «Eleições 2010 - Divulgação de Registro de Candidaturas - Reginaldo Rossi». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 20 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  3. a b c «Situação eleitoral». Tribunal Superior Eleitoral 
  4. a b c d e Marília Banholzer (20 de dezembro de 2013). «Morre o Rei do Brega Reginaldo Rossi». Portal NE10. Consultado em 20 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 20 de dezembro de 2013 
  5. a b c «Morre, aos 69 anos, o cantor Reginaldo Rossi». Portal Terra. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2013 
  6. Reginaldo Rossi: ouça os cinco maiores sucessos do Rei do Brega"
  7. «Reginaldo Rossi morre aos 69 anos de câncer no pulmão». Portal G1. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2013 
  8. «Brega perde sua majestade: morre Reginaldo Rossi aos 69 anos». Tribuna da Bahia. 20 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2013 
  9. Ed Ruas (5 de julho de 2010). «Reginaldo Rossi é candidato a deputado em Pernambuco». Portal Terra. Consultado em 20 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2013 
  10. Luís Artur Nogueira (16 de maio de 2011). «Por onde andam os grandes derrotados nas eleições 2010». Portal Exame.com. Consultado em 20 de dezembro de 2013 
  11. Internado em Recife, Reginaldo Rossi apresenta melhora
  12. «Cantor Reginaldo Rossi é enterrado no Recife». Folha de S.Paulo. 21 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 10 de abril de 2019 
  13. Corpo de Reginaldo Rossi é enterrado em Paulista (PE)"
  14. Viúva de Reginaldo Rossi morre no Recife de infarto, aos 67 anos"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Reginaldo Rossi
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.