Reinaldo de Roucy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reinaldo de Roucy
1º conde de Roucy e de Reims
Escudo do Brasão com as Armas da Casa de Roucy.
Nascimento 926
Morte 10 de maio de 967 (41 anos)
Pai Reinaldo da Noruega

Reinaldo de Roucy ou Renaud ou também Ragenold[1] (926 - 10 de maio de 967) foi o 1º conde de Roucy e de Reims.

Personagem de origem viquingue, como o próprio nome sugere, ele aparece em 943[2] o lado do rei Luís IV de França e do filho deste Lotário de França (941986), auxiliando-os na luta que este trava contra o conde de Herberto II de Vermandois (c. 880-23 de Fevereiro de 943). Após a morte deste conde Reinaldo continua ao serviço do rei de França e em 945 novamente presta-lhe serviço na conquista da cidade de Sens.

Em 945, o rei Luís IV de França, como uma recompensa pelos serviços prestados dá-lhe em casamento uma filha de Gilberto de Lotaríngia (c. 8902 de outubro de 939), duque da Lotaríngia: Alberade da Lotaríngia e dá-lhe ainda a terra de Roucy, entre Reims e Laon, obrigando-o no entanto a construir uma fortaleza na referida cidade de Roucy, o que ele faz entre 947 e 953. Durante esse tempo ele assinou uma carta de doação para a Abadia Beneditina de Charlieu fundada em 875.

Reinaldo de Roucy foi enterrado na igreja da Abadia de Saint-Remi, em Reims.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi tido como filho de Reinaldo da Noruega e casado com Alberada da Lotaríngia, filha de Gilberto de Lotaríngia, duque da Lotaríngia, e de Gerberga da Saxônia, de quem teve:

  1. Ermentrude de Roucy (? - c. 1004), que foi casada por duas vezes, a primeira com Aubrey II de Mâcon (? - 982), conde de Macon e a segunda com o conde Otão Guilherme de Borgonha (c. 962 - 21 de Setembro de 1026), Conde da Borgonha,
  2. Gilberto I de Roucy (951 - 991 ou 1000), Conde de Roucy e Visconde de Reims,
  3. Bruno de Roucy (c. 956 - 1016), Bispo de Langres.
  4. Uma filha de nome desconhecido,[3] casada com o conde Fromond II (? - 1012), Conde de senadores.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Foundation for Medieval Genealogy, Ragenold, comte de Roucy
  2. Jean-Noël Mathieu, «La Succession au comté de Roucy aux environs de l'an mil», dans Onomastique et Parenté dans l'Occident médiéval, Oxford, Prosopographica et genealogica, 2000, 310 p. (ISBN 1-900934-01-9), p. 75-84
  3. La Genealogia Comitum Flandriæ la mentionne sans la nommer, Édouard de Saint-Phalle et Jean Noël Mathieu proposent le prénom de Giselberte en s'appuyant sur la base d'une charte de 1058 (mais peut-être mal datée) reprise et publiée sous la direction Mathieu Maximilien Quantin dans le Cartulaire Général de l'Yonne, 1854-1860