Reynaldo dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Reinaldo dos Santos)
Ir para: navegação, pesquisa
Reynaldo dos Santos Academia Brasileira de Letras
Data de nascimento 3 de dezembro de 1880
Local de nascimento Vila Franca de Xira, (Portugal)
Nacionalidade Portugal Português
Data de morte 6 de maio de 1970 (89 anos)
Local de morte Lisboa, Portugal
Ocupação Médico, escritor, historiador
Magnum opus A Torre de Belém
Cônjuge Suzana Cid
Irene Virote de Carvalho Quihó
Filhos João Cid dos Santos
Prémios Prémio José de Figueiredo 1952

Reynaldo dos Santos (Vila Franca de Xira, 3 de dezembro de 1880Lisboa, 6 de maio de 1970) foi um médico, escritor e historiador português.

Licenciado em Medicina em 1903 pela Faculdade de Medicina de Lisboa, foi nomeado Professor de Cirurgia e Urologia em 1907.[1] Em 1908 foi para Paris onde trabalhou com Theodore Tuffier. Relacionou-se com diversas individualidades entre as quais Carrel e Cushing. De regresso a Lisboa dedicou-se com paixão à cirurgia. Porém, sem esquecer o seu amor pela literatura, frequentou diversos círculos intelectuais, onde conviveu com personalidades como Almada Negreiros, Aquilino Ribeiro, Eugénio de Castro, Afonso Lopes Vieira, Jaime Cortesão, Viana da Mota e Raul Brandão, entre muitos outros. Em 1928 realiza a sua primeira Arteriografia e logo a seguir uma aortografia translombar. Em 1937 foi condecorado por Rudolph Matas com a Violet Heart Fund Medal, por ter sido "o cirurgião que mais contribuiu para o avanço da cirurgia vascular.[2]

Encontra-se colaboração da sua autoria na revista Lusitânia [3] (1924-1927), nos Anais das bibliotecas, arquivo e museus municipais.[4] (1931-1936) e na Revista Municipal [5] (1939-1973) publicada pela Câmara Municipal de Lisboa.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Álvaro Pires de Évora: pintor quatrocentista em Itália, Imprensa Libanio da Silva, 1922.
  • Torre de Belém. Estudo histórico e arqueológico, com desenhos de Maria de Lourdes. Edição do autor, IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA, 1923.

Referências

  1. Reis, Carlos Vieira. Reynaldo dos Santos (em português) Vidas Lusófonas. Visitado em 21/11/2012.
  2. Cid, o inovador
  3. Rita Correia (05 de Novembro de 2013). Ficha histórica: Lusitania : revista de estudos portugueses (1924-1927) (pdf) Hemeroteca Municipal de Lisboa. Visitado em 03 de Dezembro de 2014.
  4. Rita Correia (07 de Julho de 2013). Ficha histórica: Anais das Bibliotecas, Arquivo e Museus Municipais (1931-1936). (pdf) Hemeroteca Municipal de Lisboa. Visitado em 05 de Maio de 2014.
  5. Revista Municipal (1939-1973), Índice de colaboradores Hemeroteca Municipal de Lisboa. Visitado em 30 de junho de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
António Egas Moniz
Lorbeerkranz.png Sócio correspondente da ABL - cadeira 2
1957 — 1970
Sucedido por
João Gaspar Simões em literatura e João Cid dos Santos em Medicina[1] [2]



Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Cid
  2. Academia Brasileira de Letras (em português). Visitado em 21/11/2012.