Reinhard Marx

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reinhard Marx
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Munique e Frisinga
© Piotr Spalek
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Munique e Frisinga
Nomeação 30 de novembro de 2007
Entrada solene 2 de fevereiro de 2008
Predecessor Friedrich Wetter
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 2 de junho de 1979
Arquidiocese de Paderborn
por Johannes Joachim Degenhardt
Nomeação episcopal 23 de julho de 1996
Ordenação episcopal 21 de setembro de 1996
por Johannes Joachim Degenhardt
Nomeado arcebispo 30 de novembro de 2007
Cardinalato
Criação 20 de novembro de 2010
por Papa Bento XVI
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Corbiniano
Brasão
Coat of arms of Reinhard Marx.svg
Lema Ubi spiritus Domini ibi libertas
Dados pessoais
Nascimento Geseke
21 de setembro de 1953 (64 anos)
Nacionalidade alemão
Habilitação académica Doutoramento em Teologia pela Universidade de Bochum (1989)
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de Paderborn (1996-2001)
- Bispo de Trier (2001-2007)
Títulos anteriores Bispo-titular de Petina(1996-2001)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Reinhard Marx (Geseke, 30 de junho de 1948) é um cardeal alemão, atual arcebispo da Arquidiocese de Munique e Frisinga.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi ordenado presbítero pelo arcebispo Johannes Joachim Degenhardt a 2 de junho de 1979, incardinado à Arquidiocese de Paderborn. Em 1989 doutorou-se em Teologia pela Universidade de Bochum.

A 23 de julho de 1996 foi nomeado bispo-auxiliar da Arquidiocese de Paderborn, e bispo-titular de Petina, pelo Papa João Paulo II. A ordenação episcopal decorreu a 21 de setembro (no seu quadragésimo terceiro aniversário) e teve como ordenante principal o arcebispo Johannes Joachim Degenhardt e como co-ordenantes os bispos Hans Drewes e Paul Consbruch[1].

Kardinal Marx in München 3 Oktober 2012.jpg

Em 20 de dezembro de 2001 foi nomeado bispo de Diocese de Trier, a diocese mais antiga da Alemanha, sucedendo a Hermann Josef Spital.

Posteriormente, a 30 de novembro de 2007 foi nomeado arcebispo de Munique e Frisinga pelo Papa Bento XVI, arquidiocese que liderou antes de trabalhar na Cúria Romana. Realizou o seu ingresso solene na Catedral de Munique a 2 de fevereiro de 2008.

Foi criado cardeal-presbítero no consistório de 20 de novembro de 2010 por Bento XVI, com o título de São Corbiniano, primeiro bispo da sua arquidiocese.[2]

Atualmente integra a Conferência Episcopal Alemã, é membro da Congregação para a Educação Católica[3], do Pontifício Conselho Justiça e Paz e da Congregação para as Igrejas Orientais[4].

Em 22 de março de 2012 foi eleito presidente da Comissão das Conferências Episcopais da Comunidade Europeia.

Em 12 de março de 2014 foi eleito presidente da Conferência dos Bispos Alemães.[5]

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Brasões[editar | editar código-fonte]

episcopado Brasão Brasão do escudo:
Bispo-auxiliar em Paderborn zentriert Esquartejado, um em um vermelho dourado atravessar o casaco diocese de armas de Paderborn, 2 águia dupla em uma cruz preta que lembra o St. Clement-komende em Dortmund, originalmente um ramo da Ordem Teutônica, agora Instituto Social da Arquidiocese de Paderborn, cujo diretor Reinhard Marx desde 1989 era. 3 do brasão de Arolsen, onde ele teve sua primeira vicaragem, 4 cruz branca sobre fundo azul, o brasão de sua cidade natal, Geseke. "Três quartos" do brasão episcopal, portanto, referem-se a estações biográficas do proprietário do brasão.
Bispo de Trier zentriert Brasão grande, cruz vermelha sobre um fundo branco, brasão da diocese de Trier. Pequeno brasão montou sobre um fundo azul um leão dourado com asas com cabeça humana cheia de barba, uma Bíblia aberta, nas letras gregas Alpha e Omega, segurando a pata da frente. Este é o símbolo evangelista para o evangelista Mark . Assim, o brasão de armas era o "brasão falante", como a onomatopoética de São Marcos, que lembra o nome "Marx", que agora domina o brasão.
Arcebispo de Munique e Freising zentriert Foursquare , 1 e 3 em ouro, uma cabeça de larva vermelha com coroa vermelha, gola de renda e brinco, 2 e 4 em vermelho, um leão dourado com asas cheias de cabeça humana, uma Bíblia aberta, segurando as letras gregas Alpha e Omega na pata da frente. O brasão de armas mostra o Freisinger Mohr (tradicionalmente no brasão dos arcebispos de Munique) e uma variante do símbolo de São Marcos (leão alado e bíblia aberta), com base no presumido significado original do nome Marx ('Marks' ou 'Marx', Markus 'contratado, veja Marksburg = Markusburg) indica.

Referências

  1. «Catholic Hierarchy». Consultado em 12 de março de 2013. 
  2. «Sala Stampa della Santa Sede - Consistório». Consultado em 12 de março de 2013. 
  3. «Sala Stampa della Santa Sede - Nomeações para a Congregação para a Educação Católica». Consultado em 12 de março de 2013. 
  4. «Sala Stampa della Santa Sede - Nomeações para a Congregação para as Igrejas Orientais». Consultado em 12 de março de 2013. 
  5. Cardeal Marx é o novo presidente da Conferência Episcopal da União Européia portalecclesia.com, publicado em 26 de março, por Victor Hugo Vieira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Reinhard Marx
Precedido por
Rafael Palmero Ramos
MarxPaderborn.jpg
Bispo titular de Petina

19962001
Sucedido por
Valentin Pozaic
Precedido por
Hermann Josef Spital
MarxTrier.jpg
Bispo de Trier

20012007
Sucedido por
Stephan Ackermann
Precedido por
Friedrich Wetter
Coat of arms of Reinhard Marx.svg
Arcebispo de
Munique e Frisinga

2007presente
Sucedido por
(incumbente)
Precedido por
Criação do titulus
Coat of arms of Reinhard Marx.svg
Cardeal-presbítero de
São Corbiniano

2010presente
Sucedido por
(incumbente)