Reino da Tunísia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Reino da Tunísia
المملكة التونسية

Estado Independente

Flag of Tunisia with French canton.svg
1956 – 1957 Flag of Tunisia.svg

Brasão de Tunísia

Brasão

Localização de Tunísia
Continente África
Região África Branca
Capital Tunes
Língua oficial Árabe tunisino e Francês
Governo Monarquia constitucional
Rei
 • 1956-1957 Muhammad VIII
Primeiro Ministro
 • 1954-1956 Tahar Ben Ammar
 • 1956-1957 Habib Bourguiba
História
 • 1956 Independência da Tunísia
 • 1957 Abolição da monarquia

Reino da Tunísia (Francês : Royaume de Tunisie; Árabe : المملكة التونسية el-Mamlka et-Tūnsīya ) era uma monarquia de curta duração estabelecida em 20 de março de 1956, após a independência da Tunísia e durou até a Proclamação da República em 25 de julho de 1957 pelo primeiro-ministro Habib Bourguiba.

História[editar | editar código-fonte]

A Tunísia conquistou a independência em 20 de março de 1956 do protetorado francês. Lamine Bei ou Muhammad VIII, era o soberano com o título de Bei e que se tornou chefe de Estado com o título de Rei da Tunísia. Em 15 de março de 1956 foi feita a eleição para a Assembleia Nacional Constituinte, onde a escritura da constituição ficou a cargo do partido Neo Destour, que conquista todos os assentos no parlamento presidido por Habib Bourguiba. Em 11 de abril de 1956, Bourguiba se tornou primeiro-ministro e no dia seguinte o país foi inserido nas Nações Unidas. [1]

Enquanto isso, os poderes do monarca Lamine Bei diminuíam cada vez mais, até que a monarquia foi oficialmente e terminantemente abolida em 25 de julho de 1957.[2] Desde então, a Tunísia se tornou uma república parlamentarista e Bourguiba foi nomeado presidente. As medidas tomadas por Bourguiba na luta pela alfabetização, combate a pobreza e direito de voto as mulheres fez ajudaram o presidente a se perpetuar no poder por mais de trinta anos. A constituição republicana foi oficialmente editada em 1 de junho de 1959. [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]