Yu-Gi-Oh! Duel Monsters

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Relíquias do Milênio)
Ir para: navegação, pesquisa
Yu-Gi-Oh!
遊☆戯☆王: デュエル モンスターズ
(Yu-Gi-Oh: Duel Monsters)
Logotipo da primeira temporada.
Gênero Ação, Aventura, Comédia, Drama, Fantasia
Permitido para todas as idades i DEJUS (Brasil)
Anime
Yu-Gi-Oh! Duel Monsters
Direção Kunihisa Sugishima
Estúdio Studio Gallop, Nihon Ad Systems
Emissoras lusófonas Brasil Rede Globo
Brasil Nickelodeon
Brasil PlayTV
Portugal SIC
Exibição original 18 de abril de 2000[1] – 29 de setembro de 2004[1]
Nº de episódios 224 (lista de episódios)
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Yu-Gi-Oh! Duel Monsters (遊☆戯☆王デュエルモンスターズ, Yūgiō Dyueru Monsutāzu?), mais conhecido no ocidente simplesmente por Yu-Gi-Oh!, é um anime baseado no mangá homônimo escrito por Kazuki Takahashi.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Há 5000 anos atrás (3000 na versão original), no antigo Egito os faraós e outros líderes egípcios disputavam jogos que incluíam monstros e magia. Esses jogos foram ficando mais poderosos e causaram uma guerra que ameaçou destruir o mundo inteiro. Então um faraó aprisionou o poder em 7 relíquias místicas, marcadas com o olho do milênio. Com o tempo essas relíquias foram se espalhando pelo antigo Egito. Hoje, um menino chamado Yugi Mutou ganha de seu avô um quebra-cabeça de ouro chamado Enigma do Milênio, e descobre que é uma das relíquias do milênio. E depois que o monta ganha poderes incríveis, incluindo um espírito que habita dentro do enigma, Yami Yugi(Mou Hitori no Yugi, outro Yugi, no original), de origem misteriosa. Por outro lado, Yugi é profissional em um jogo de cartas chamado Monstros de Duelo, inspirado nos antigos jogos egípcios, e como as relíquias contém os poderes dos jogos das trevas, tem extrema ligações com eles. Contudo Yugi passa por diversas situações, envolvendo Monstros de Duelo, as Relíquias do Milênio e várias outras coisas.

Episódios[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de episódios de Yu-Gi-Oh!

1ª Temporada[editar | editar código-fonte]

Essa primeira temporada do anime foi conhecida por mostrar o jogo em si e o início da batalha de Yugi contra o mal que emerge no mundo e contra o retorno do Jogo das Trevas. Inicialmente enfrentando um de seus rivais mais emblemáticos, Seto Kaiba, herdeiro da corporação Kaiba e exímio duelista, Yugi enfrenta o trio do monstro exclusivo de Kaiba e seu maior orgulho: O Dragão Branco de Olhos Azuis, com a ajuda das raras cartas do lendário Exodia. Logo após Yugi é convidado por Maximillian Pegasus (Pegasus J. Crawford) a batalhar no chamado Reino dos duelistas, em troca do resgate da alma de seu avô, Sugoroku Mutou, roubada por Pegasus através do seu artefato antigo, o Olho do Milênio. Junto com seus amigos Joey Wheeler (Jonouchi Katsuya) TristanTaylor (Honda Hiroto) e Tea Gardner (Anzu Masaki) eles partem para o torneio. Yugi e Joe ingressam como competidores, Yugi em busca de seu avô e Joey pelo prêmio em dinheiro, que seria usado para financiar a cirurgia para os olhos de sua irmã Serenity (Shizuka Katsuya no original). Na competição eles enfrentam duelistas renomados como Weevil Underwood (Insector Haga), Rex Raptor (Dinosaur Ryuzaki), Bandit Keith (Keith Howard) e Mai Valentine (Mai Kujaku) que depois de alguns confrontos vira amiga do grupo. Após algum tempo Seto Kaiba também entra para a competição levado a isso pelo rapto de seu irmão Mokuba e logo depois acaba sendo aprisionado por Pegasus depois de perder um duelo contra o mesmo, que usou o poder do olho do milênio para ler a mente de Kaiba. Yugi e Joey após derrotar os finalistas acabam duelando como finalistas e Yugi se consagra o vencedor, enfrentando Pegasus logo após e o vencendo. Um dos amigos de Yugi, Bakura Ryou, possuidor do anel do milênio, também ingressa no grupo no decorrer do torneio. Após a derrota de Pegasus, ele rouba o olho do milênio, deixando Pegasus fora de ação por algum tempo. Yugi consegue salvar seu avô, Kaiba e Mokuba e se consagra o rei dos jogos. (o arco do mundo virtual se inicia)

Kaiba desenvolve um sistema de realidade virtual que permite o jogador entrar em um mundo totalmente novo, mas cai numa armadilha e é traido por seus executivos, sendo preso no mundo virtual. Mokuba pede ajuda a Yugi e seus amigos. Yugi e Joey entram no jogo e lá encontram Mai, que também foi convidada a ingressar nos testes pelos executivos. Após algumas reviravoltas o grupo confronta os 5 executivos que possuem o Five God Dragon e lutam em um campo onde só é possivel usar dragões. Yugi, Kaiba, Joey e Mai usam seus melhores dragões mas Joey e Mai são derrotados, sobrando Yugi e Kaiba, que juntando forças criam um monstro superior, o Mestre dos Dragões e derrotam os executivos, conseguindo sair do jogo.

2ª Temporada[editar | editar código-fonte]

A segunda temporada é o início do Torneio Batalha da Cidade, que conta com novas regras e uma nova tecnologia desenvolvida pela Kaiba Corp, especialmente para o torneio, os Duel Disk, que são aparelhos portáteis usados no braço do usuário que funcionam como tabuleiro para duelos, do mesmo jeito que foram as grandes arenas na saga anterior. É marcada pela aparição dos Ghouls, uma organização clandestina que rouba e falsifica cartas raras. Sob o comando de Marik Ishtar, os Ghouls entram para o torneio no encalço de Yugi e seus amigos. Joey é vitima antes do começo do torneio e tem seu Dragão Negros de Olhos Vermelhos roubado por um deles, sendo recuperado por Yugi, mas Joey recusa recebê-lo de volta e como promessa decide avançar na batalha da cidade para que no dia em que confrontasse Yugi ele o reavesse. Também na cidade uma misteriosa exposição chama a atenção de Yugi, que vai com Tea para o museu e lá tem uma visão intrigante. Uma tábua de pedra egípcia tem grafada nela duas imagens: um sacerdote e um faraó usando monstros em um combate. A semelhança entre eles chama a atenção pois o sacerdote lembra Seto Kaiba e o faraó, que não tem nome, Yugi e seus monstros são os que são característicos dos dois duelistas: O Dragão Branco de Olhos Azuis e o Mago Negro. A responsável pela exposição, Isis Ishtar, reconhece o enigma do milênio de Yugi e explica que para reaver a memória de seu lado oculto, deve reunir as três cartas dos deuses egipcios. Detentora do colar do milênio, que lhe dá o poder de ver o futuro, Isis também mostra a tábua a Seto Kaiba, que apesar de surpreso, se mostra cético a coincidência. Isis lhe dá a carta dos deuses que estava em seu poder: O Obelisco, o Atormentador (The God of Obelisk no original) e lhe convida a reunir as três cartas. Durante o torneio Yugi enfrenta os asseclas de Marik e consegue uma das cartas, Slifer o dragão do céu (Saint Dragon of Sky Osiris no original) e depois de passar por algumas armadilhas consegue seguir para as finais do torneio, Joey também consegue, determinado a enfrentar Yugi nas finais. Com isso os finalistas da batalha são Yugi, Joey, Kaiba, Marik (com um nome falso), Rishid (assumindo a identidade de Marik), Isis Ishtar, Bakura (dominado pelo espírito do anel do milênio) e Mai. Bakura é vencido por Yugi no primeiro duelo, Joey vence Rishid por sua força de vontade e por seus amigos após Rishid usar uma versão falsificada do terceiro deus. O Dragão Alado de Rá ( The Winged God Dragon of Ra), sendo punido pela força divina, o que desencadeia o despertar da personalidade destrutiva de Marik. Marik também derrota Mai e a aprisiona no domínio das trevas dentro de uma ampulheta e Bakura depois de vencido por Yugi é vencido por Marik em um duelo no domínio das trevas, sendo derrotado em definitivo. Isis enfrenta Kaiba, usando o poder do colar do milênio, prevendo sua derrota, mas Kaiba por uma inesperada luz do cajado do milênio de Marik consegue driblar as amarras do destino vencendo Isis. Logo após os classificados são levados por Kaiba a antiga base da Kaiba Corporation, que foi destruida logo após assumir a companhia.(Aqui se inicia o arco de Noah)

As semifinais ficam com Joey vs Marik e Yugi contra Kaiba. Joey quase derrota Marik no dominio das trevas mas sucumbe pelo ataque de Rá, Yugi vence Kaiba e ambos tem uma breve visão do passado onde se veem confrontando se como na antiga tabuleta em meio a um Egito destruído. A final fica com Yugi e Marik e Yugi consegue vencer o mal nascido no coração de Marik o mandando para o domínio das trevas. Após isso Marik mostra a tatuagem que contém parte das memórias do Faraó, rito da família dos guardiões da tumba, que Isis e Marik fazem parte, e que os homens são marcados com os segredos antigos. Yugi se consagra como vencedor e recebe o título do Rei dos Duelos.

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

Eles tentam sair da zona do Noah, que interrompe o trajeto da batalha da cidade e traz os antigos executivos vencidos por Yugi e Kaiba para competir com eles a fim de tomarem seus corpos. Mais tarde se descobre que Noah é filho do falecido pai adotivo dos irmãos Kaiba, Kaiba Gozaburo, que morreu e teve sua mente transferida para um grande computador por anos. Tudo não passava de uma artimanha do próprio Gozaburo que também estava na memória do computador e que queria retornar ao mundo físico através dos corpos dos duelistas. Após Yugi vencer Noah e Kaiba vencer seu antigo pai, Noah ajuda-os a sair do mundo virtual levado pelo arrependimento e sentimentos de Mokuba. Após isso a batalha da cidade segue.

4ª temporada[editar | editar código-fonte]

Eles descobrem que o monstros de duelo habitam um mundo à parte do normal e travam uma guerra que vem de 10000 anos antes, quando Atlântida existia, e foi possuida por um demônio chamado Leviatã (Deus do Orichalcos), e um homem, o rei de Atlântica chamado Dartz, é amaldicioado pelo Orichaucos. Yugi, Kaiba e Joey são confrontados pelos mosqueteiros de Doma, uma organização oculta que dirige as rédeas do mundo e é controlada por Dartz, são eles: Amelda, que quer se vingar das organizações Kaiba pela morte do seu irmão na guerra, onde os lados eram financiados pela organização na época de Kaiba Gozaburo, Varon, que nutre uma paixão por Mai e quer derrotar Joey por ela e Raphael que crê na mudança do mundo pelas mãos de Dartz. Eles batalham usando uma carta especial chamada Circulo de Orichachos, uma carta que dá atributos das trevas aos monstros do usuário e lhe confere mais poder (uma curiosidade que o simbolo de orichalcos no anime é similar a um simbolo oculto vindo da sociedade secreta Golden Dawn) Yugi, Kaiba e Joey recebem direto do reino dos monstros, uma carta mágica dos dragões lendários: Yugi recebe o Olho de Timaeus, Kaiba recebe as Presas de Critias e Joey recebe as Garras de Hermos. Mai também integra o grupo, traumatizada pelos eventos da batalha da cidade, e fica obcecada por derrotar Joey. Weevil e Rex seguem o grupo de Yugi aos Estados Unidos na busca por cartas raras e acabam ingressando no grupo de Doma. Após batalhar com eles, os mosqueteiros de Doma. Yugi e Kaiba enfrentam Dartz. Após Derrota Dartz o grupo ainda enfrenta o próprio Deus dos Orichalcos em uma Atlântida flutuante e com a ajuda dos monstros de duelo conseguem vencer.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Alterações da 4Kids[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na adaptação 4Kids Entertainment, nomes como Hiroto Honda, Jonouchi Katsuya, e Mazaki Anzu foi americanizado em Tristan Taylor, Joey Wheeler e Téa Gardner, respectivamente. Todos os personagens são de origem japonesa no original, mas possuem suas nacionalidades e origens étnicas mudados para a Norte Americana. Os efeitos sonoros japonês, música de fundo, e as sequencias de abertura e de encerramento também foram alterados. A trilha sonora, incluindo abertura e encerramento, também foram substituídas do original J-pop/J-rock para um contexto mais ocidental.

A maior parte dos diálogos e de vários elementos da trama foram alterados por causa de conteúdo ofensivo, limitações de tempo, e razões de marketing. Entre as alterações estão a remoção de sangue, a redução da violência em algumas cenas e a mudança de alguns projetos devido a monstros ocultos ou temas sexuais. Dialogos que sugeriam a morte de algum personagem foram alterados para aliviar a serie, sendo a morte dos personagens substituída para o envio ao "Dominio das trevas". Tal expressão não existe na versão original do anime.

Referências

  1. a b The Internet Movie Database. «Yûgiô: Duel Monsters». Consultado em 15 de dezembro de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]