Relações entre Azerbaijão e Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Relações entre Azerbaijão e Rússia
Bandeira do Azerbaijão   Bandeira da Rússia
Mapa indicando localização do Azerbaijão e da Rússia.


As relações entre Azerbaijão e Rússia são as relações diplomáticas estabelecidas entre a República do Azerbaijão e a Federação Russa. Ambos são vizinhos, com uma extensão de 284 km na fronteira entre os dois países. O Azerbaijão possui uma embaixada em Moscou, e a Rússia possui uma embaixada em Baku. A Rússia é o maior parceiro comercial e milhões de azerbaijanos vivem e trabalham na Federação Russa.

A influência russa no Azerbaijão têm diminuído desde a sua independência, em grande parte devido à capacidade do Azerbaijão de alavancar a sua indústria de petróleo e gás, visando aumentar a cooperação com o Ocidente, e suas suspeitas da Rússia como o antigo centro de poder imperial e soviético. O Azerbaijão fez parte da União Soviética até a sua dissolução, em 1991.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

O que é atualmente o Azerbaijão tornou-se parte do Império Russo depois que o Irã(antigamente conhecido como Pérsia), sob a Dinastia Qajar, foi forçado a cedê-lo juntamente com todos os seus outros territórios caucasianos após a Guerra Russo-Persa (1804–1813) e o Tratado de Gulistan, e a Guerra Russo-Persa (1826-1828) e seu futuro Tratado de Turkmenchay. A área ao norte do rio Aras, entre os quais o território da república contemporânea do Azerbaijão se localiza, foi território iraniano até a ocupação pela Rússia. Depois de décadas tendo sido parte do Império Russo, o Azerbaijão posteriormente foi anexado à União Soviética, em 1920.

Após o colapso da URSS em 1991, as relações entre os dois países começaram a se aproximar devido à política externa de Ayaz Mutallibov. No entanto, após a ocupação armênia de Khojaly, Mutallibov foi forçado a renunciar, o que resultou em Abülfaz Elçibay chegando ao poder. Durante um ano de governo de Elçibay, as relações Azerbaijão-Rússia foram danificadas. A política de Elçibay foi descrita como "anti-russa". Quando Heydar Aliyev chegou ao poder em 1993, estabeleceu relações mais calorosas com a Rússia.

As relações entre os dois países continuam amigáveis e próximas, mas existem inúmeras divergências, como o conflito de Nagorno-Karabakh, a Guerra Russo-Georgiana e o status legal do Mar Cáspio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.