Relações entre Brasil e Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relações entre Brasil e Índia
Bandeira do Brasil   Bandeira da Índia
Mapa indicando localização do Brasil e da Índia.
  Brasil
  Índia


As relações entre Brasil e Índia são as relações diplomáticas entre a República Federativa do Brasil e a República da Índia. Estas relações foram estabelecidas em 1948. A embaixada da Índia no Brasil foi inaugurada no Rio de Janeiro em 3 de maio de 1948, mudando-se para Brasília em 1 de agosto de 1971 (Brasília tornou-se a capital do Brasil em 1960). O Brasil e a Índia são países geograficamente extensos com diversidades culturais, com governos democráticos e população multi-étnica numerosa.

Ambos os países possuem tecnologias avançadas, dividem a mesma visão de desenvolvimento e têm cooperado multi-lateralmente em questões como comércio internacional, meio ambiente, reforma da Organização das Nações Unidas e a expansão do Conselho de Segurança.[1]

O então presidente Luiz Inácio Lula da Silva cumprimenta o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, em Brasília.
O ex-presidente Lula passa em revista às tropas indianas, na cerimônia oficial de chegada em Nova Delhi.

Comércio[editar | editar código-fonte]

As relações comerciais vem crescendo consideravelmente e a cooperação entre os dois países aumentou em diversas áreas, como ciência e tecnologia, farmacêutica e espacial. O comércio bilateral praticamente dobrou em 2007, chegando a US$ 3.12 bilhões de dólares, comparado com US$ 1.2 bilhões de dólares em 2004.[2]

Comparação entre os países[editar | editar código-fonte]

 Brasil  Índia
População 204.450.649[3] 1.210.193.422[4]
Área[5] 8.515.767 km² 3.287.590 km²
Densidade populacional[6] 23.8 hab./km² 329 hab./km²
Capital Brasília Nova Deli
Maior cidade São Paulo Bombaim
Governo República federativa presidencialista República federal
Línguas oficiais Português Inglês, hindi, outras 22 línguas.
PIB (nominal)[7] US$ 2,244 trilhões US$ 2 090 trilhões
Moeda Real Rupia indiana
Índice de Desenvolvimento Humano (2015) Aumento 75° (0,755) Aumento 130° (0,609)
Índice de Competitividade Global (2014)[8] Baixa 57º (56º em 2013) Baixa 71° (60° em 2013)
Produção Científica (2015)[9] Estável 13° (61.122) Aumento 5° (123.206)
Reservas Internacionais em 2016

(milhões de USD)[10]

Baixa 7° (372.438) Baixa 11° (350.860)
Índice de Liberdade Econômica (2013)[11] Baixa 100° (57.7) Aumento 119° (55.2)
Índice Global de Paz (2016)[12] Baixa 105° (100° em 2015) Aumento 141° (143° em 2015)

Referências

  1. Brasil, Índia e África do Sul firmam acordos de cooperação
  2. http://www.global21.com.br/guiadoexportador/india.asp
  3. «IBGE | sala de imprensa | notícias». saladeimprensa.ibge.gov.br. Consultado em 2016-08-15. 
  4. "Título inválido" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.
  5. "Título inválido" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.
  6. "Título inválido" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.
  7. "Título inválido" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.
  8. http://www3.weforum.org/docs/GCR2014-15/GCR_Rankings_2014-2015.pdf
  9. «SJR - International Science Ranking». www.scimagojr.com. Consultado em 2016-08-15. 
  10. FMI (2014). «Reservas Internacionais». FMI. Consultado em 2014. 
  11. http://thf_media.s3.amazonaws.com/index/pdf/2013/Index2013_Highlights.pdf
  12. «Vision of Humanity». www.visionofhumanity.org. Consultado em 2016-08-15. 


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre relações exteriores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.