Relações entre Brasil e México

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Relações entre Brasil e México
Bandeira do Brasil   Bandeira do México
Mapa indicando localização do Brasil e do México.
  Brasil

As relações entre Brasil e México são as relações diplomáticas estabelecidas entre a República Federativa do Brasil e os Estados Unidos Mexicanos. O Brasil tem uma embaixada na Cidade do México, e o México tem uma embaixada em Brasília e consulados no Rio de Janeiro e São Paulo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Os dois países estabeleceram relações diplomáticas em 1830;[1] no ano seguinte, o Brasil designou seu primeiro diplomata para a Cidade do México. Em 1912, as missões diplomáticas foram elevadas à categoria de embaixada; primeiro no Brasil (31 de janeiro) e logo em seguida no México (10 de março). O fortalecimento das relações nessa época deveu-se ao esforço do presidente mexicano Venustiano Carranza, que procurava melhorar a imagem de seu país no exterior, combatendo a propaganda negativa feita pelos Estados Unidos.[2]

Comércio[editar | editar código-fonte]

O fluxo comercial entre os dois países subiu de 1,313 milhões de dólares estadunidenses em 1993 para 3,274 milhões de dólares estadunidenses em 2003[3] e chegou a nove bilhões de dólares estadunidenses em 2014.[4]

Comparação entre os dois países[editar | editar código-fonte]

Brasil República Federativa do Brasil México Estados Unidos Mexicanos
População 210.147.125 hab. (2019)[5] 128 727 845 hab.
Área 8 514 877 km²[6] 1 964 375 km²[7]
Densidade populacional 24,64 hab/km² (2015)[6] 64,76 hab/km² (2015) [7]
Capital Brasília Cidade do México
Maiores cidades São Paulo (12,252,023 hab,) (2019)[8] Cidade do México (8,918,653 hab,) (2015)[9]
Tipo do Estado República constitucional federal presidencialista[carece de fontes?] República constitucional federal presidencialista[carece de fontes?]
Idioma oficial Português[10] Espanhol (de fato)[carece de fontes?]

Relações culturais[editar | editar código-fonte]

Várias novelas mexicanas como Rubi, María la del Barrio, La Usurpadora, Rebelde entre outras, além de Chaves e Chapolin Colorado, mantém grande popularidade no Brasil, sendo exibidas pelo SBT. Isso motiva a vinda de grandes atores mexicanos como Thalía, Lucero, Maite Perroni, Dulce Maria entre outros.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Estados Unidos Mexicanos». www.itamaraty.gov.br. Consultado em 26 de novembro de 2016 
  2. CRESPO, Regina. Contrastes e confluências: relações culturais e intelectuais entre o México e o Brasil durante as décadas de 1920 e 1930. Anais Eletrônicos do VII Encontro Internacional da ANPHLAC, Campinas, 2006
  3. RIOS, Sandra; VELLOSO, Edson. Relações Comerciais entre o Brasil e o México: Oportunidades para a expansão das exportações brasileiras. Brasília: CNI, dezembro de 2004
  4. Visita de Estado da Presidenta Dilma Rousseff ao México. Ministério das Relações Exteriores, 25 de maio de 2015
  5. «Estimativa da população do Brasil passa de 210 milhões, diz IBGE». Agência Brasil. 28 de agosto de 2019. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  6. a b «IBGE | Países». paises.ibge.gov.br. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  7. a b «IBGE | Países». paises.ibge.gov.br. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  8. cidades.ibge.gov.br https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/sao-paulo/panorama. Consultado em 24 de setembro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  9. «Número de habitantes. Ciudad de México». cuentame.inegi.org.mx. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  10. [http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Decreto/D6583.htm «Decreto n� 6583»]. www.planalto.gov.br. Consultado em 24 de setembro de 2019  replacement character character in |titulo= at position 10 (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]