Relações entre Coreia do Norte e Irã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Relações entre Coreia do Norte e Irã
Bandeira da Coreia do Norte   Bandeira do Irã
Mapa indicando localização da Coreia do Norte e do Irã.
  Irã

As relações entre Coreia do Norte e Irão (português europeu) ou Irã (português brasileiro) são descritas como sendo positivas pelas agências oficiais dos dois países. As relações diplomáticas iniciaram após a Revolução Iraniana em 1979 e o estabelecimento de uma República Islâmica. O Irã e a Coreia do Norte possuem um compromisso de cooperação nas esferas educacionais, científicas e culturais, [1] bem como no programa nuclear do Irã.[2] Os Estados Unidos demonstram bastante preocupação com as transações de armas da Coréia do Norte com o Irã, que começou durante década de 1980 com a Coreia do Norte agindo como um terceiro partido em negócios de armas entre o bloco comunista e os iranianos, assim como a venda de armas produzidas internamente para o Irã, e a Coreia do Norte continua a vender mísseis e tecnologia nuclear ao Irã.

A Coreia do Norte e o Irã são os outros dois membros do chamado "Eixo do Mal" - países apresentados pela administração de George W. Bush como pretendentes a adquirir armas de destruição em massa e apoiar o terrorismo - o que levou a grande parte das preocupações dos estadunidenses sobre as relações entre Irã e Coréia do Norte.

O Irã tem uma embaixada em Pyongyang e a Coreia do Norte tem uma embaixada em Teerã.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Result of Iranian delegation visit to N Korea positive. IRNA. 23 de janeiro de 2007 
  2. Coughlin, Con (26 de janeiro de 2007). N. Korea helping Iran with nuclear testing. The Daily Telegraph. Consultado em 24 de abril de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Predefinição:Relações exteriores da Coreia do Norte