Remonta (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Remonta
Álbum de estúdio de Liniker e os Caramelows
Lançamento 16 de setembro de 2016
Gravação 15 de julho – 2 de setembro de 2016 (Red Bull Studio, São Paulo)
Gênero(s)
Duração 49:20
Idioma(s) Português
Formato(s)
Gravadora(s) Pomm_elo
Produção Marcio Arantes
Cronologia de Liniker e os Caramelows
Cru
(2015)
Singles de Remonta
  1. "Prendedor de Varal"
    Lançamento: dezembro de 2016
  2. "Sem Nome, Mas Com Endereço"
    Lançamento: agosto de 2017

Remonta é o álbum de estreia da banda paulista Liniker e os Caramelows lançado em 16 de setembro de forma independente[1][2]. O álbum é produzido por Marcio Arantes[3] e teve ajuda por um projeto de financiamento coletivo no Catarse[4].

Sobre o álbum[editar | editar código-fonte]

Remonta possui produção musical de Marcio Arantes, músico conhecido por trabalhar com Tulipa Ruiz, e foi gravado nos estúdios da Red Bull em São Paulo[5]. As versões em CD e streaming digital possuem treze canções incluindo uma introdução como abertura e a presença das três canções do EP Cru. A versão em vinil foi lançada em 18 de agosto de 2017 pela Revista NOIZE e possui dez faixas, sendo deixadas de lado as canções "Caeu", "Você Fez M..." e "BoxOkê".

Capa

A capa do álbum nas versões em CD e streaming digital é inteira branca e traz apenas o título do álbum escrito "à mão" e colorido em dégradé, indo do verde ao rosa de forma minimalista[6]. Segundo o grupo a ideia da capa surgiu de diversas maneiras, mas sempre faltava algo por significar algo diferente para cada um[7].

Explica Rafael Barone.

A versão em vinil lançada em 2017 recebeu uma capa preta em papel fosco com o título do álbum impresso em verniz localizado, dando um efeito interessante ao mesmo.

Dedicatória

O álbum possui dedicatória para Bárbara Rosa[6], backing vocal que participou das gravações do EP Cru (2015) e acompanhou a banda em turnê entre 2015 e 2016, até falecer em junho de 2016 antes do início das gravações do disco[8].

Dedicatória presente no álbum.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
G1 3.5 de 5 estrelas.[9]
Rolling Stone Brasil 3.5 de 5 estrelas.[10]

Mauro Ferreira cita que Liniker e os Caramelows soam menos crus e mais intensos nas intenções[9]. Mas cita que o repertório do disco ainda pode ser aprimorado em discos posteriores. Sobre a produção de Márcio Arantes, Mauro cede elogios citando que encorpa o som orgulhosamente negro de Liniker e impede que ele pareça versão mirrada de Tim Maia, comparação que Liniker recebe pelo soul. Ferreira finaliza dizendo que Remonta: "é álbum com cacife para fazer Liniker e os Caramelows transcenderem o hype passageiro em torno da singular figura andrógina do líder do grupo. O soul de Liniker Barros tem alma".

Na revista Rolling Stone Brasil Remonta também recebeu uma crítica positiva[10]. Gabriel Nunes diz que o álbum é intenso e que traz um som com influências do soul, do funk e do R&B norte-americano, afastando-se do lado mais suave da MPB radiofônica. Também da destaque a canção "Prendedor de Varal" citando que traz referências do funk sacolejado do Kool & the Gang e aos grandes medalhões da Motown, ainda com uma menção a "Chocolate", de Tim Maia.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Versão padrão
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Intro" (instrumental)  0:24
2. "Remonta"   5:12
3. "Caeu"  
  • Barros
4:22
4. "Prendedor de Varal" (com a participação de Xênia França)
  • Barros
3:17
5. "Tua" (com a participação de Tássia Reis)
  • Barros
5:50
6. "Lina X"  
  • Barros
3:35
7. "Louise du Brésil"  
  • Barros
4:22
8. "Sem Nome, Mas Com Endereço"  
  • Barros
4:29
9. "Você Fez Merda"  
  • Barros
2:23
10. "Funzy" (instrumental)  1:21
11. "BoxOkê" (com a participação de Aeromoças & Tenistas Ruas e Tássia Reis)
  • Barros
  • Tássia Reis
3:17
12. "Zero"  
  • Barros
4:52
13. "Ralador de Pia" (com a participação de Tulipa Ruiz, Raquel Virgínia e Assucena Assucena)
  • Barros
5:36
Duração total:
00:49:20

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Créditos para Remonta adaptado do encarte.

Músicos

Referências

  1. Ferreira, Mauro (1 de setembro de 2016). «Após 80 shows, a banda Liniker e os Caramelows lança o primeiro álbum». G1. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  2. «Remonta por Liniker e os Caramelows». iTunes Store. 16 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  3. «Liniker e os Caramelows revelam detalhes de Remonta». Inker Agência. 1 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  4. «Liniker e os Caramelows lançam disco 'Remonta', produzido com a ajuda dos fãs». Bis. 16 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  5. «Remonta, disco de estreia de Liniker e Os Caramelows, ganha capa e tracklist». Rolling Stone Brasil. 1 de setembro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  6. a b Mota, Gabriel (2 de setembro de 2016). «Liniker apresenta capa e faixas do seu primeiro disco, "Remonta"». A Gambiarra. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  7. Matias, Alexandre (31 de agosto de 2016). «A vinda de Liniker e Os Caramelows». Trabalho Sujo. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  8. «Cantora da banda Caramelows que acompanha Liniker morre aos 21 anos». G1. 26 de junho de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  9. a b Ferreira, Mauro (24 de outubro de 2016). «Som orgulhosamente negro e gay de Liniker ganha corpo em 'Remonta'». G1. Consultado em 16 de setembro de 2016. 
  10. a b Nunes, Gabriel (24 de outubro de 2016). «Liniker e os Caramelows - Remonta». Rolling Stone Brasil. Consultado em 19 de outubro de 2016. 
  11. «Liniker e Os Caramelows - Remonta - LP - Digipack». Saraiva. Consultado em 17 de março de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.